Como o Argentino Fala Inglês

30 de mai de 2013

Antes eu só quero comentar que esse post é pra ser engraçado, ok? Não é crítica, são só observações ehehe.

      Desde que o mundo é mundo todo mundo tem que falar inglês. Soou muito repetitivo, né? Vou reformular: desde que eu me entendo por gente é necessário falar inglês porque ou você não consegue um bom emprego, ou você fica meio de fora do circuito de músicas legais e de lado de muitas coisas.
      Aqui em Buenos Aires as escolas dão muita, ou mais importância que no Brasil, ao idioma. É normal ver que nos colégios a parte da tarde é inteira em inglês, exemplo:
            - Algumas escolas são bilíngues  Aliás muuuitas são. Funciona assim: na parte da manhã aula normal, na parte da tarde aulas de diferentes matérias em inglês, já seja educação física, biologia ou matemática. Assim como tem bilíngues em inglês tem escolas que são bilíngues em outros idiomas (me lembro que quando chegamos aqui, fomos conhecer uma escola na qual eu deveria ter - pelo menos - francês intermediário, vai vendo).
            - Outras escolas tem aulas normais durante o período da manhã e a tarde, aulas de inglês. Geralmente são de 3 a 4 dias por semana que você só tem aulas de inglês (listening, reading, etc).
            - Ou senão há colégios mais simples, caso também das escolas públicas, nos quais há aulas de inglês no período da manhã, como a maioria no Brasil.

      Seja pela colonização e pela descendência, os argentinos aprendem inglês britânico. Isso é: quando eu fui fazer a prova de admissão da escola que entrei, fiquei de fora da turma do inglês porque eu falava ''wateRRRRRR'' como americana de rodeio do interior dos EUA, não ''uatá'' ahaha comos os britânicos falam, mas me adaptei. E deixa eu comentar: eu sempre AMEI de horrores sotaque britânico, mas sou uma negação para imitar. Eu falo inglês, mas americano.

      De qualquer maneira os fonemas em espanhol são mais simples e não há tantos, com isso o sotaque do argentino falando inglês é, no mínimo, diferente.
      Mas vamos combinar que: qualqueeeeeeeeeeeeeeer cultura, qualquer pessoa que fale outro idioma leva pro dia a dia a sua adaptação. Quis dizer que ainda que você fale ou não inglês no dia a dia você fala palavras em inglês como se estivesse falando em português.
      É raro achar gente que fale: Red Hot Chilli Peppers, e sim é normal ver gente que fale ''rédi hotí chili pepéRs'''. Não é mesmo? E isso não é errado, não é certo: são adaptações. Afinal, não estamos nos EUA ou no Reino Unido para falar como se deve todos os dias, às vezes soa até chato.

      Enfim, do mesmo jeito que a gente adapta palavras inglesas para o português, o argentino adapta pro espanhol, e daí que tem gente que diz que fica engraçado e tem gente que diz que fica fofo. Hahah, agora você vai ver:

- Show Oasis, 2009. Vejam uma parte desse vídeo no qual o povo aclama a banda Oasis, para eles ''oásis''.

   
- Tem um show de stand-up de um argentino bem engraçado pra quem entende espanhol, ele comenta o sotaque dos argentinos falando inglês no dia a dia, é muito comédia ahaha.



- Agora quem fala com todos os jeitos argentinos-espanhóis possíveis em inglês, é o Tevez.


- Essa montagem da Cris tentando falar em inglês está muito engraçada também ahahha.


- Mas NINGUÉM bate a ternura e fofura do Salvador falando dos Beatles, PMDDS!


This is bery gúd.

Dicas Espertas de Câmbio

29 de mai de 2013

Utilidade pública, sem mais.

Desde que eu me entendo por gente, Argentina vive subindo e descendo, vem crise, vai crise, vem dias de glória y ryqueza e se vão dias de glória e riqueza. Enfim.

Que pasa com a atual crise?
Mesma coisa de sempre. Turismo não se vê afetado. Não fecham museus, não fecham atrações, não fecham passeios pela crise, muito pelo contrário. O turismo alimenta uma grande galera aqui.

Mas não acontece nadinha de nada com a crise?
Veja bem, as coisas aumentam de preço, certo? A inflação é o maior problema da Argentina. Sempre foi e (sempre?) será. Mas na mesma medida que as coisas aumentam, o dólar paralelo e oficial aumentam também. Ou seja, o dólar que antes valia 11 pesos no paralelo, agora vale 13. Mas a água do kiosco que antes valia 8, agora vale 10. Entende? Isso é ruim (péssimo, horrível) pra quem mora aqui, que ganha em pesos e que não tem aumento de salário de acordo com a inflação. Pra quem vem passear, ainda vale a pena.

Mas o que eu levo: dólar ou real?
Tanto faz. Na boa, vejamos. Argentino sempre amou dólar, a economia deles sempre fincou em dólares os preços (apartamentos, carros), o pensamento do argentino é voltado em dólares. SÓ QUE, hoje em dia, qualquer moeda estrangeira tá valendo pra eles (digo: euro, real, libra, dólar - de novo). Ou seja...
Trazendo dólares saiba que a cotação vai ser boa, no paralelo (lá na rua Florida no Microcentro porteño). E saiba que trazendo real a cotação também vai ser.

O que vale mais a pena?
Se você tiver dólares em casa, não pensa duas vezes e traz pra cá e troca no paralelo. Agora se você for comprar dólares para trazer, melhor fazer as contas antes. Veja quanto você vai perder no cambio real/ dólar. E veja quantos pesos valem cada real. E assim você vê se vale a pena.

Essa semana o dólar flutuou ali nos 13 pesos no paralelo, e o real flutuou nos 5,7 pesos. E o dólar está a R$ 2,27 no Brasil.

Suposição:
- você tem R$ 1000 reais e quer trazer pra cá, mas não sabe se é melhor dólar ou reais.
- R$ 1000 reais são 5700 pesos no paralelo. Por sua vez, com R$ 1000 você tem 440 dólares. 440 dólares vendidos no mercado paralelo são 5700 pesos também, ou seja: dá no mesmo. Mas nem sempre é assim, melhor coisa é ligar para a agência de câmbio e ver bem a cotação real/ dólar para saber direitinho e poder fazer as contas.

Como se manter atualizado e fazer as contas?
Eu não sou banco, ok? Portanto não sei MESMO a cotação diária das moedas em questão. Vou passar uma lista de sites para que você possa fazer as contas sozinha/o:

- Preço do dólar paralelo (atualizado todos os dias): www.dolarblue.net.
Nesse site também tem a cotação do euro no paralelo. Se tiver dúvida sobre qual cotação ver, é só olhar na linha verde que diz Green (arbolitos) e a Azul (cuevas). A cotação vai variar entre os dois valores.
A diferença entre Green e Azul vem, geralmente, de onde você vai vender seus dólares. Green serve para todas as pessoas que vão na Florida e a Azul em algumas casas de câmbio que, apesar de ilegal, compram e vendem moedas na cotação paralela.
- Preço do real paralelo (atualizado todos os dias): www.preciorealblue.com.ar. Olhar "real blue".
- Para ver cotação oficialwww.bancopiano.com.ar.
- Para ver cotação real/ dólarwww.economia.uol.com.br/cotacoes.

Último e não menos importante: o mercado paralelo em Buenos é uma realidade. Tem muitos (muitos) lugares que fazem e não é segredo pra ninguém. A Florida é lotada de gente comprando e vendendo nesses preços, as agências de câmbio que tem por lá também trabalham nesses preços, o hotel que tu ficar também vai trabalhar com esses preços (ou deveria). Além disso, restaurantes e lojas também trabalham nesse preço.

NÃO DÁ pra sugerir um local específico porque tem muitos, mas o que eu faria é trocar em alguma agência de turismo ou no hotel mesmo que é mais garantia de segurança. Isso porque geralmente esse "arbolitos" que ficam na Florida são meio estranhos do tipo, apartamentos escondidos, salas com dinheiro, etc. Não quer dizer que todos sejam perigosos, mas pra quem não está acostumado é a realidade. Mesmo que a cotação varie um pouco, trocar no hotel ou na agência é melhor sempre.

Outra coisa, NÃO troque tudo de uma vez porque restaurantes e lojas aceitam de muito bom grado dólares (só dólares, a maioria). Isso mesmo. Se a tua intenção for fazer compras, pergunte antes se aceitam dólares e a qual cotação, mesma coisa em restaurante. Nesse ponto específico, trazer dólares é mais vantagem porque é aceito em qualquer lugar, diferente de real.





UFA.

Review: Hotel Querido

28 de mai de 2013

Lembram esses dias atrás que eu disse no facebook do blog que tinha sido convidada pra fazer hotel review do Querido? Então! Bora lá ver tudinho tudinho do hotel!

Bom, antes de mais nada pra começo de conversa, o Querido é comandado pela Mari e pelo Ali. A Mari é a dona também do Buenos Aires, Querido, o blog dela. Enfim, os dois falam português, ok? A Mari é baiana brasileira e o Ali, inglês, mas fala português perfeitamente bem.


Essas fotos que você vão vendo são do lobby do hotel que está localizado no bairro da Villa Crespo. Bairro bem boêmio por sinal e que fica do ladinho dos cafés deliciosos que eu coloco no blog, de restaurantes bons e baratos e dos outlets que eu sei que vocês amam tanto.


A Mari comentou comigo que no check in eles dão um mapa completo da cidade e explicam tudinho: onde ficam os pontos turísticos principais, como se locomover pela cidade e marcam também no mapa os lugares preferidos deles para comer, beber e se divertir. Além disso, conversam também com você para entender seus gostos, seu estilo, preferências e interesses para poder indicar lugares que tenham a ver com perfil.


Isso é o que eu chamo de concierge né, pelo amor ahaha. Enfim, o Querido é novinho, os quartos foram recentemente renovados e passam sempre por vistorias cuidadosas dos donos. Prova disso são os quadrinhos com mensagens fofas que fazem parte do décor, assim como também as flores frescas, os livros coloridos de fotos bonitas e o detalhe da champagne para alegrar a primeira noite.


Eu juro que a cama do Querido é o que há. Super confortável e ai, tão lindo o edredom com cheirinho de Confort e o lençol esticadinho e branquinho na cama. Eu capotei no dia que dormi lá, muito delícia.


Tirei uma foto panorâmica pra vocês terem uma ideia melhor de como o quarto é: tem cama delícia, quadrinhos de afeto na parede, champagne, livros, águinha, uma varanda gostosa, guarda-roupas bom, televisão, ar condicionado. Tudo completo.


O banheiro é super novo também. Limpo, de cor predominante bege e cru, toalhas cheirosas e macias. Ducha beeeem boa, shampoo e condicionador. Tudo perfeito.


Agora o ponto mais alto foi mesmo a manhã seguinte... Olha que fofa essa cozinha, gente! Essa vistinha pro jardim, a lousa com mensagens fofas. E olha, a Mari e o Ali tem um gosto ótimo para músicas que estão tocando sempre por lá e otimizando o ambiente. Devo falar que tudo fecha direitinho.


Já morreu vendo essa foto? Ok, esse é parte do café da manhã do Querido! Sério, nunca vi coisa mais deliciosa e mais caseira. Faturas argentinas com doce de leite, frutas, salada de frutas...


Visão geral da mesa, delícia minha nossa. As faturas que eles compram por lá eu não sei de onde vem mas eu quero que cheguem em casa ahahaha.


Enfim, além desse self-service, na mesa também tem suquinho de laranja separado em compota de vidro, mini tostadito de presunto e queijo feito na hora, manteiga, requeijão, doce de leite ebaaaa e variedade de pães. Gente, eu fiquei acho que uma hora comendo ahaha.


Até fiquei triste de tanto que comi e olha só, tinha uma rede me esperando no jardim ahaha. Amo muito.


E aii o jardim é uma coisa de gostoso, tem até lavanda minha gente! Eu morro com lavanda, sério. Amo demais lavanda.


Bueno, com isso encerramos o primeiro hotel review especial do blog. Amei fazer, curtiram? Ah, falar só que o hotel tem de tudo né? Wi-fi, livros para ler e pegar emprestado, equipe legal, eles reservam jantares para vocês, tango, etc, de tudo mesmo.


E eu amei o Querido, mais ainda. Que lugar mais amado, OMG.

Querido Hotel
www.queridobuenosaires.com
www.facebook.com/queridobuenosaires
www.twitter.com/hotelquerido
Juan Ramirez de Velazco 934, Villa Crespo.
info@queridobuenosaires.com

Pra saber o que o pessoal fala do Querido no TripAdvisor, acessa aqui!

Guia à Venda: Buenos Aires Romântica

27 de mai de 2013

Olha que eu estou é INSPIRADÍSSIMA hoje! Afff, será que é o amor chegando finalmente? Hahah quem boluda não sei porque eu falei isso. 

Mas enfim, hoje o dia está a mil, além da já anunciada promo linda com a Adriana Carolina, olha o que eu e a Mari do Querido fizemos: um guia Buenos Aires Romântica! Pra você vir com o namor, amante, ficante, peguete, noivo to be, o enrolado, enfim. Esse guia está tão lindo e tão completo que é o maior guia que a gente já bolou e vale pra qualquer pareja viu? Casada, juntada sem casar, namorada, gay, hetero, não-sei-o-que-somos, etc.


O guia tem:
- 10 dicas de restaurantes pra lá de fofos e românticos (mais da metade nem apareceu no meu blog ou no da Mari ainda).
- 10 bares increíbles (bares novíssimos que estreiaram há pouquíssimo tempo).
- 9 cafés para merendar com o amor.
- 10 passeios diferentes (sim, bem diferentes e bem de mãos dadas mesmo).
- 10 ideias de presentes e surpresas para o amado/a.
Só comprar aqui embaixo por R$ 11 continho.
Pagar

Enfim, mesma coisinha de sempre: paguem pelo Mercado Pago através desse botão acima. A plataforma é segura, ok? Quando o pagamento cair vai chegar um e-mail pra mim e pra Mari, e com isso enviamos o arquivo pra você por e-mail. Não se esqueçam que a gente também dorme, então os guias são entregues a partir das 10h da manhã até as 20h da noite. Depois eu to cuidado da minha beleza porque não tá fácil, oi?

Esperamos que vocês amem e se apaixonem.

Promoção: Fotos com Amor

MAS GENTE QUANTO AMOR, pmdds! Enfim, a quiriiiiiiiiiiiida da Adriana Carolina esses dias me ligou com a ideia MAIS AMOR da vida pra gente fazer em conjunto com o nosso transfer querido o Jorgito, do Leva Eu.

Amandaaaaaaa, vamos dar de presente uma e-session no Bue para Chicas? BOOOO mas claro! É isso, gente: a Adriana bolou uma promo super super legal pra gente eu não que não tenho namorado ainda comemorar o Dia dos Namorados.


Segue aqui as instruções de como participar e as regrinhas também:
Primeiro, qual é o prêmio? Uma e-session em Buenos Aires.
Quem pode participar? Qualquer casal! Seja noivo, namorado, casado, gay, hetero, whatever, qualquer casal mesmo! Pode ser que residam ou não em Buenos Aires. Mas o concurso só vale para quem estará em Buenos em junho, em alguma data de junho pelo menos.


Quando a sessão tem que ser feita então? Dentro do mês de junho.
Qual vai ser a locação? As locações são escolhidas pelo blog de acordo as dicas do guia Buenos Aires Romântica.
O que está incluso no prêmio? O transporte que vai ser patrocinado pelo Leva Eu, 40 fotos editadas em alta resolução.
Você tem que saber: as fotos da e-session serão publicadas tanto aqui no blog como no blog da Adriana Carolina, ok? Portanto só podem participar do concurso pessoas que autorizam a publicação das respectivas fotos.
Sobre datas da e-session: durante mês de junho, mas claro que depende da disponibilidade da Adri e das condições climáticas.
Duração do concurso: de segunda-feira, dia 27 de maio ao dia 3 de junho, segunda-feira, às 9h.
Publicação do resultado: segunda-feira, dia 3 de junho, às 11h.


Como participar:
- Você curte a página da Adriana Carolina Fotografia.
- Escreve no mural DELA ''Eu quero ganhar uma e-session em Buenos Aires com a Adriana Carolina.''
- Você convida seus amigos, parentes, cachorro, papagaio, todo mundo pra curtir a página da Adri, e depois disso eles curtem a frase.
- A frase mais curtida ganha.
- Qualquer pessoa pode votar na frase do casal.


Castellano:
Instrucciones y reglas para participar del Concurso por una sesión fotográfica con Adriana Carolina:
El premio: una e-session en Buenos Aires.
Quiénes pueden participar: cualquier pareja. Ya sean novios, prometidos, gay, casados, heteros, en serio, cualquier pareja. La única condición es que o estén en Buenos Aires en algun momento del mes de junio o que vivan acá. Ya que la e-session debe ser hecha durante el mes de junio.
Locación para las fotos: serán elegidas según el guia Buenos Aires Romântica.
Qué es lo que inclue el premio: el transporte sponsoreado por Leva Eu, 40 fotos editadas en HD.
Qué es lo que tenés que saber: las fotos de la e-session seran publicadas acá en el blog y también en el blog de Adriana Carolina. Por lo tanto sólo pueden participar del concurso quiénes autorizen la publicación de ésas fotos. .
Sobre fechas de la e-session: durante el mes de junho, pero también depende de la disponibilidad de Adri y de las condiciones climáticas.
Duración del concurso: del lunes, 27 de mayo al lunes 3 de junio, a las 9h.
Publicação do resultado: lunes, dia 3 de junio, a las 11h.

Como participar:
- Tenés que poner me gusta en Adriana Carolina Fotografia.
- Escribirle en su muro ''Quiero ganarme una e-session en Buenos Aires con Adriana Carolina.''
- Invitá a tus amigos a darle me gusta a la página Adriana Carolina Fotografia. Y luego, pediles que pongan me gusta a la frase.
La frase con más me gustas gana. Es necessário también que las personas que voten en tu frase también pongan me gusta a la fan page. Ok?
- Cualquier persona puede votar en la frase de la pareja.

ISSOAÊ, suerte para todos. 
E vamo que vamo que no dia da e-session vai eu, a Adri, o Jorge do Leva Eu em algum lugar BEM LINDO E FOFO pra tirar essas fotos MUSA. AMEI!

Top 5! Comidinhas de 25 de Mayo!

25 de mai de 2013

25 de mayo é o feriado mais importante da Argentina: é sobre a Revolución de Mayoque deu pontapé inicial no processo de surgimento do Estado Argentino. Bem simples e bem básico é isso.

Os argentinos nesse feriado tiram as bandeiras para fora de casa, colocam nas sacadas dos prédios e comem comidinhas bem típicas da data. Seguem as 5 mais pedidas:


Churros con chocolate caliente: nossos típicos churros, recheados ou não com doce de leite acompanhados de chocolate quente. Vai pro Café Tortoni pedir isso. O choco deles é bem espesso e os churros são sequinhos sem gosto de óleo. Eles não vem recheado com doce de leite, mas você pode pedir a parte. Amo.

Locro: é meio que uma sopa rechonchuda, não sopa, tipo feijoada sabe? Vem com milho, feijão branco, cebola, carne, linguiça, bacon e batata doce. É típica comida de inverno. O do Sanjuanino é bom e do 1810 Cocina Regional também.

Empanadas Tucumanas: empanadas são o que há na vida. Aqui cada estado tem a sua que, apesar das semelhanças, diferem em algumas coisinhas. Eu ainda vou fazer um post dizendo como é a empanada de cada província. Mas eu sei que as de Tucumán são bem clássicas, e um bom lugar pra ir comer é na La Tucumanita.

Cordero Patagónico: quem não ama cordeiro? Pelo amor! Eu acho que um delicioso fica na parrilla do Miranda, ou senão no Pura Tierra. Sem mais.

Flan con dulce de leche: acho que é o doce que os argentinos mais amam na vida ahaha. É um pudim mesmo (meio sem açúcar), mas que com o agregado de doce de leite do lado vira uma perdição. Vá pra qualquer restaurante que vai ter. Heheh mas um bom mesmo fica numa parrillia de bairro, a Parrilla el 22 na Villa Crespo.

Buenfinde!

Receitinha: Chocotorta

24 de mai de 2013

Se tem algo que eu sei fazer como ninguém é chocotorta. Sério mesmo ahaha. Ok que eu não sou nenhuma maravilha na cozinha, mas me defendo bem.
Chocotorta é o doce mais argentino da vida. E é o doce mais ridiculamente fácil de se fazer. Você vai precisar de:
- Chocolinas (foto). São biscoitos simples de chocolate sem recheio.
- Doce de leite. Eu prefiro o Sancor pela consistência.
- Creme de leite.
- Leite com chocolate em pó.


Primeiro de tudo você pega o doce de leite, come uma colher ahaha, mentira.


Pega o doce de leite e mistura no creme de leite até ficar homogêneo. Da cor da foto. Feito isso você tem o creme. É só, então, ir colocando num recipiente uma camada de creme e uma camada de biscoito de chocolate molhado no leite e chocolate em pó.


Assim como na foto. Não tem segredo, gente! É uma camada de doce de leite misturado com creme de leite e uma camada de chocolinas molhadinhas no chocolate e leite em pó. Eu sempre provo o creme de leite com doce de leite antes, assim eu sei se quero mais ou menos doce. Mas geralmente uso 3/4 do pote de doce de leite para 1 caixa de creme de leite de 500ml. Mas fica a critério seu. Ok?


E se não quiser tão seco é só não colocar tantas bolachas, eu acho que fica mais gostoso. Muito fácil. Deixa gelar de um dia pro outro e depois não come sozinha. O segredo: colocar mais creme que biscoito. Eu na real uso duas receitas de creme pra ficar beeeeem molhadinha mesmo.

Buenfinde!

Oi mãe, cheguei! Tel e Wifi

23 de mai de 2013

Uma das grandes preocupações de quem vem pra cá é poder falar com o povo no Brasil e poder fuçar na internet né. Esse post vai tirar muitas dúvidas básicas entonces.

Eu sempre brinco que BUE é uma cidade bem WiFi-friendly eheh, isso porque todos os lugares tem WiFi. E se não for liberado você pede a senha que está tudo ok. Ninguém vai fazer cara feia por isso. O porteño entende que internet, ainda bem, é coisa básica da vida. Por isso, é normal encontrar umas redes sem senha, e MUITAS redes zanzando por aí também. Coisa boa.
Então, nem preocupa: no teu hotel, albergue, vai ter internet e não vão te cobrar a parte por isso. Buenos é muito avançada nesse quesito, tão avançada que até praça pública tem internet. E tem gente que entra em café, pede uma água só para usar o WiFi por um tempinho ahaha, adoro.


Dito isso, não precisa se preocupar com internet. Outro assunto é telefonia. Eu, realmente, acho que não vale a pena - financeiramente - habilitar tua linha aqui. Por 3 motivos:

1) Você pode comprar um chip aqui pré-pago. Por 15 conto em qualquer kiosco. Prefira as cias Movistar ou Personal. Você compra o chip, bota no cel, carrega de crédito no próprio kiosco e pode usar 3G por um peso por dia. BABA.

2) Você pode fazer uso também dos locutórios. Locutórios são cabines telefônicas que você paga por minuto de ligação. Geralmente estão localizados em kioscos de rua mesmo, são várias cabines telefônicas, você liga e o visor vai mostrando quanto você vai gastando. É bom porque você super pode controlar o dindin. Não sai caro, em média 2 pesos o minuto. Lembre-se, para ligar para o Brasil é: 00 55 código do estado sem o 0 + número local. Ou seja: 00 55 11 (SP) + número de cel ou casa.

3) DESPRENDE! Só avisa tua família que você chegou bem, se for ficar uma semana faz umas ligaçõezinhas, mas curta muito Bue :)

Beijo.

Desde muito tempo: El Cuartito

22 de mai de 2013

Clássico dos clássicos, essa pizzaria não é boa só para comer e sim como parte de um circuito básico de turismo. Aliás, se você está procurando passagens aéreas para Buenos, confira as promoções da Decolar.com (jabá).

Quem já veio, quem nunca veio e quem vai vir sabe que a El Cuartito é a pizzaria mais tradicional da cidade.


Localizada ali na área de Tribunales o negócio funciona desde 1934, acredite se quiser. E por ali já passaram vários famosos.


O lugar é simples e certeza que vai lembrar a casa de azulejos azuis da sua avó, mas né, faz parte e acho bonitinho até.


Reparem só no ventila:


Bom, a décor é uma mistura de coisas que o povo foi deixando com o passar do tempo. E deu no que deu. É legal porque a casa ainda preserva rasgos da época de quando abriu, isso é demais.


Enfim, o atendimento aqui não é lá muito cordial: entrou, pediu, comeu, pagou, foi embora. Aqui quase ninguém fica pra falar como geralmente rola nos cafés da capital eheh.


E o forte é a pizza. De massa grossinha e fofa. E ah, as empanadas também são boas.


Comecei com uma empanadinha delícia de presunto e queijo.


E finalizei com uma pizza de mussa mesmo, bem simples, do jeito que o local pede.


Nada de muito frufru e um post simples porque simples é bom e é assim que o El Cuartito é. Simples, assim como comprar passagens né, você pode viajar gastando pouco pela Gol Linhas Aereas, Qatar, Aerolineas ou Qatar.

El Cuartito
www.galeriaelcuartito.com.ar
Talcahuano 937 - Tribunales.
Preço médio por pessoa: 40 pesos.

Pitada de sinceridade: paradinha meio que obrigatória se você curte pizza fofa e clássicos da cidade. Mas como muitas das pizzarias clássicas da capital, o atendimento não é nada muito cheio de mimimi e o esquema é ''comeu, vai embora''. Não assusta.

Saudades: Conexão Brasília - Buenos Aires

21 de mai de 2013

UHU! Voltamos a tag saudades. E hoje a gente vai pra Brasília com a Gisele Teixeira. A Gi, é a dona do Aquí me Quedo, outro blog ótimo de Buenos pra vocês acompanharem.

Morei oito anos em Brasília e grande parte dos meus melhores amigos estão por lá! Por isso fiquei mega contente quando a Aerolíneas Argentinas anunciou que até junho deste ano começam os voos diretos entre Buenos Aires e a capital brasileira. Enquanto a gente espera, os brasilienses podem visitar os cantinhos argentinos que existem pela cidade. E dar os primeiros passos de tango!

Foto: Gisele Teixeira.

Na área de gastronomia, um dos principais destaques é a casa de carnes Corrientes, 348, na Asa Sul. É meio cara para os padrões argentinos, e creio que até para os padrões de Brasília. Mas confesso: é uma de-lí-ci-a e vale cada centavo. Ojo de bife, bife de costilla, morcilla e até panqueque de dulce de leche. Além disso, o lugar é uma graça, com mesas também ao ar livre, perfeito para aqueles almoços sem hora para terminar. Importante: “Corrientes, 348” é nome de um tango, mas esse endereco não tem nada que ver com a letra, nem adianta ir lá quando vier a Buenos Aires.

Foto: 348.

Depois que saí de Brasília, abriram outras casas de carnes bacanas, mas que ainda não testei. Por sugestão de amigos, deixo aqui a dica de El Pobre Juan, que tem uma paleta de cordeiro na brasa qe dizem que é de lamber os bigodes! A conferir na próxima visita. Entre as novidades (pelo menos para mim) também está El Negro, uma parrilla que promete dar um touch internacional ao tradicional assado.

Reprodução.
Para sobremesa, um sorteve na filial do Abuela Goye do Park Shopping. Abuela em espanhol significa avó e Goye é o nome da família fundadora da grife. Eles são imigrantes suíços que se estabeleceram na Patagônia argentina. Lá, começaram com o cultivo de frutas típicas, como morango, framboesa e frutas vermelhas, além de amêndoas e nozes, ingredientes que se tornaram matéria-prima para a produção de seus doces. Hoje a marca não pertence mais aos Goye, mas mantém a homenagem no nome e na tradição de elaboração artesanal das receitas, com insumos patagônicos. A loja do shopping também tem empanadas! Abuela Goye - ParkShopping, 2º piso, SAI/SO Qd. 1, Área 6580, Guará. De segunda a sábado, das 10h às 22h. Domingo, das 13h às 20h.

Para quem quer uma coisa mais animada, a Giovanna Maia, uma amiga super querida, que morou um tempo aqui em Buenos Aires, abriu em Brasília um restaurante e bar chamado Loca como Tu Madre. Não é um lugar “argentino”, mas serve umas carnes deliciosas como bife de chorizo com farofinha de cuscus marroquino e fraldinha argentina acompanhada de arroz vermelho, fora que o ambiente é um charme!
Como se não bastasse, esta semana de 22 a 25 de maio tem Semana da Gastronomia Argentina no restaurante Bier Fass Lago, no Pontão do Lago Sul. Quem comanda as panelas é o chef Martin Baquero, uma das revelações da onda gastronômica que invadiu Buenos Aires nos últimos tempos. Ele trabalhou no Hotel Bulli Hacienda Benazuza, de Sevilha (Espanha) e hoje comanda dois restaurantes em Buenos Aires: Doppio Zero Café & Expresso e El Almacén de los Milagros Café Boutique. Ele promete um menu de sete passos, inesquecível!

Reprodução.

Outra excelente pedida é o Café Ayala, restaurante temático de tango localizado no interior do Hotel Allia, pertinho do Brasilia Shopping. O dono é o uruguaio assumido brasileiro Julio Ayala, que já comandou cozinhas do nível do Via Vecchia, que fez história em Brasília na década de 1980. O restaurante promove uma milonga por mês, chamada Milonguita. Fica no Hotel Allia. SHN Q5. Bloco B. Asa Norte.

Reprodução.
Para quem tá com preguiça de sair de casa, o argentino Gustavo Mariasis entrega umas empanadas maravilhosas, iguais às que a gente pede aqui. Ele atende a mais de 70 grandes fornecedores, além das clientes individuiais. As empanadas vão desde as clássicas, como carne picante, até as mais “brasileiras”, como a de bacalhau. Chama, La Porteña.

Se você não dança, é só aprender! Minha dica quentíssima é fazer aulas com o argentino Guilhermo Abraham e a brasileira Ana Szerman. Foram eles que me iniciaram no tango e, de certa forma, são os “culpados” de eu estar aqui fazendo um curso para ser professora também! Os dois dão aulas em diversos lugares e a genda está no site Tango para todos. Outra boa opção e a academia do Marcelo Amorim e a da Juliana Castro.

Depois de aprender a dançar, é só cair nas várias milongas que já acontecem na cidade. Por um tempo, Brasília teve uma miloga linda, chamada Bajo la Luna, ao ar livre, em frente ao Museu e Biblioteca Nacional. Infelizmente me parece que esta não acontece mais. Outra coisa que estou esperando é a volta o blog Tango Candando, da Julieta Kiss, que era uma excelente meio de informação mas que deixou de ser atualizado. Volta, Ju!

Milongas de Brasília:
- Primeiro sábado de cada mês: La Milonguita, no Café Ayala - Hotel Allia, no SHN, quadra 5.
- Segundo domingo de cada mês: milonga Entre Sueños, no colégio Cresça, quadra 703/903 Sul.
- Na terceira e quarta sextas-feiras do mês: El Abrazo, no restaurante Dona Lenha do Gilberto Salomão, no Lago Sul.
- De vez em quando a galera tomas as ruas do Planalto!

AMEIIII, sucesso essa tag afff!

Buenos Aires e a Inflação

20 de mai de 2013

Desde que Argentina é Argentina, existem problemas de inflação. Mas esse post não tem como objetivo explicar a origem disso e sim de mostrar táticas que os porteños usam para driblar períodos de crise.

É verdade que a sociedade se transforma em fases difíceis, logo, com uma inflação a mil é complicado manter o mesmo padrão de vida que antes. Os argentinos têm isso meio incorporado: a cada crise, mudanças são necessárias. E não só mudanças, mas adptações.

- Fazer compras no mercado: o argentino, diferentemente de um tempo atrás, espera pelo dia da semana que tem desconto no cartão de crédito para fazer compras. Os mercados não tem graaaaaandes promoções, e o melhor desconto sempre está no cartão de crédito. Quem tem Citibank vai ao Carrefour às terças, quem tem HSBC vai ao Disco às quartas e assim por diante. O desconto varia de 20% a 25% no valor total da compra, seja no débito ou crédito.
Acontece que com o congelamento dos preços nos mercados - que foi implementado há um tempo atrás - faltam algumas coisinhas, exemplo: o mercado não pode aumentar o preço então tira das prateleiras o que é mais barato. Então, é muito comum não encontrar determinados tipos de iogurte, por exemplo, que pelo acordo de preços deveria estar a 4 pesos mas que na real ninguém encontra no mercado. Você só encontra esses produtos em mercado chinos, mas eles são meio clandestinos e não entram no acordo de preços. Ou seja, variedade zeeeero nas prateleiras, vide foto.

- Peso desvaloriza, vamos gastar: um dos problemas desse peso cada dia mais desvalorizado é a impossibilidade de economizar dinheiro. Hoje você vai ao mercado e volta com duas sacolinhas e gastou 300 pesos brincando. Enfim, com essa coisa de não poder economizar você gasta. Porque o peso que você tem hoje no bolso em alguns meses vai ter menos valor AINDA. Ou seja, quem tem dinheiro guardado hoje, gasta. Conheço uma menina que tinha 60mil no banco pra dar entrada num ap, ela comprou um carro porque nem em sonho consegue com 60mil dar entrada num apartamento aqui hoje. E se não comprasse o carro o dinheiro ia desvalorizar mais ainda. Então, final de semana é NORMAL ver shoppings lotados, gente fazendo dívidas por meses no cartão de crédito.
Falei com um amigo que me comentou que comprou um barbeador de 300 pesos e fez em 10x. Ele me disse ''eu poderia ter pago tudo de uma vez, mas preferi dividir porque até eu terminar de pagar isso o dinheiro vai ser uma merreca e vai sair mais barato a longo prazo''. Coisa doida, né?

- Tchau, to indo fazer minha viagem dos sonhos: muita gente na Argentina tinha dinheiro guardado. E ainda tem. Com a desvalorização de tudo aqui, é normal ver hoje em dia, jovens largando emprego para poder fazer a viagem da vida. Nesse exato momento eu tenho pelo menos 4 amigos que foram rodar o mundo. Eles dizem que preferem ir agora que tem dinheiro que daqui há alguns anos que não sabem nem se vão poder sair do pais com dólares.

- A incerteza: errou quem pensou que travando o dólar os argentinos iriam deixar de comprar os benditos. Eles compram mais ainda. O peso desvaloriza mais a cada dia que passa, então eles tiram o dinheiro do banco, compram mesmo que seja no mercado negro e mantém a economia em casa em moeda estrangeira. Infelizmente isso é um problema que não tem como saber quando vai ser solucionado.

- Roupas: mesmo em crise, e porque tá tudo desvalorizado e ''temos'' que gastar, as lojas colocam o preço nas alturas. Com isso o argentino parou um pouco de comprar em grandes marcas, é bem comum ver o pessoal hoje comprando em outlets, na feirinha da Plaza Serrano em Palermo Soho. Compras em lojas de marca só quando tem promo do cartão de crédito ou da própria loja.

- Lazer: é mais comum ver gente andando de patins nos parques, de bicicleta, ao ar livre que em filas de cinema. Aliás, cinema também: no dia que tem promo no cartão de crédito.

O que tudo isso vai criando é a longo prazo, mais problemas, né? É louco pensar que as pessoas ainda compram dólares para guardar em casa, que largam tudo para viajar pela Europa enquanto ainda dá. Ainda que eu ache bom usufruir sim das promos dos bancos é complicado ver que isso não tem previsão de melhora. Eu falo: Buenos é linda, tem mil e uma oportunidades. Como experiência de vida é show, mas não rola vir pra cá fazer pé de meia, por exemplo (a não ser que você ganhe em dólares ou reais). A gente, me incluo porque ganho em peso, vai driblando a inflação: cada mês se priva de algo diferente. Seja no salão, na academia, ou nas saídas (cada vez tem mais bares e restaurantes com menús promocionais), a gente vai se virando. Porque ainda dá pra se virar.

Top 5 hotéis com café da manhã bons

18 de mai de 2013

Me lembro que quando cheguei em Buenos Aires morei por 6 meses em hotel. Sim, 6 meses. Era tão complicado achar um ap naquela época que estávamos já pirando com a rotina das diárias. E com isso me lembro - também - que me decepcionei com vários cafés da manhã.

Brasileiro é mal acostumado na real, né? Nosso café da manhã é tão rico e colorido que fica difícil competir, mas Bue tem, pelo menos, uns 10 hotéis que servem uns desayunos riquísimos, aqui vão 5:


O caseiro delicioso: Querido
Quem me acompanha no twitter, facebook ou instagram, sabe que semana passada a Mari me chamou pra dormir lá e fazer um hotel review. Mas gente, o café da manhã deles foi a coisa que eu mais gostei (além da cama, da ducha e da simpatia da equipe). Era tanta coisa gostosa de verdade que eu fiquei em dúvida se estava desayunando ou almoçando: suco em potinho de vidro separado, iogurtes e frutas para escolher, pães, medialunas, outras massas de cafés da manhã comuns em Buenos Aires. Também tinha doce de leite (eba) e um tostado feito na hora com presunto e queijo. Pra mim, é nota 10. www.queridobuenosaires.com/ Reserve.

O meio americano: Bisonte
Bisonte foi um dos hotéis que eu mais morei na cidade. Fica mais pro bairro do Centro-Recoleta e tem um café meio americano, e bom: com ovos, bacon, pães bons e umas sanduicheiras pra fazer seu misto na hora. Tem também uns sucos gostosos e chocolate quente delicioso. www.hotelesbisonte.com/ Reserve.

O que as mina pira: Awwa Suites
O diferente de se hospedar no Awwa é que o café da manhã deles, juro, é no Nucha. Nucha é um café maravilha que tem aqui e não tem como dar errado. Juro que quando estava hospedada lá fiquei de cara que ia tomar café da manhã no Nucha ahaha, amei isso. www.awwasuites.com/ Reserve.

O mais gourmet: Fierro Hotel
Fierro abriga na sua estrutura um dos melhores restaurantes modernos de BUE, o Hernán Gipponi. E falando nisso o café da manhã é de acordo ao que um dos melhores restaurantes modernos tem a oferecer: um desayuno de super qualidade. www.fierrohotel.com/ Reserve.

O mais elegante: Hotel Alvear
Tem gente que paga só pra tomar café da manhã no Alvear porque né, é todo um evento. Desde a decoração chiquérrima, até as comidas perfeitamente feitas por padeiros franceses, tudo isso te leva a uma experiência única que até as rosas são comestíveis. É, literalmente, para não esquecer jamais. www.alvearpalace.com/ Reserve.

Buenfinde!

5 Bares para Chicas Solas

17 de mai de 2013

Final de semana passado eu resolvi me sacrificar pelo blog, cof cof. Haha peguei minha câmera e saí com a cara e a coragem pra uma sessão de drinks, amo, por Buenos, sozinha. 

Nisso daí resolvi armar uma listinha de 5 bares onde dá pra ir sozinha que você vai se divertir do mesmo jeito. AH, lembre-se de seeeempre se sentar na barra.

878
Eu desde sempre frequento o 878 porque acho os tragos de lá impecáveis. Escondido por uma porta nada-que-ver de uma casa com pé direito alto na Villa Crespo, sentar-se na barra desse bar é diversão na certa. Os bartenders são super legais e não tem erro: você vai comer bem (atenta ao hambúrguer de cordeiro) e tomar drinks deliciosos (amo o Sofia). Bartender dahora: Germán. Thames 878 - Villa Crespo - www.878bar.com.ar - @878bar.


The Sensi
Antes era um bar chamado Le Bar, que eu adorava, agora é The Sensi. É tranquilo, tem uma barra pequena propícia pra você falar com qualquer bartender dali. Quando eu fui tinham duas pessoas sozinhas também. Adorei isso. Pede um drink que tem maracujá que é divino! O bartender de rabinho dá shots para chica solas e é bonito. Tucumán 422 - Centro - www.thesensi.com - facebook.com/thesensi.ba


Dill & Drinks
Fica no Centro e é bem bonito. Serve tanto pra ir de dia como de noite. É mais frequentado por casais mas rola ir sozinha também porque o local é pequeno e você se sente mais confortável. Ali o chef sai da cozinha pra ver se você gostou da comida e o bartender adora um papo. Pede um Mojito que é delicioso por ali. San Martin 986 - Centro - www.dillanddrinks.com - facebook.com/dillanddrinks.
LOCAL FECHADO.


Prado y Neptuno
Na real além de bar é pra quem curte fumar um habano. O Prado é beeeem pequeno e tem caras de acolhedor. Ali sentando à barra ou não você não vai se sentir sozinha. O daiquiri que o Juan faz é divino. Eu se fosse você ia durante semana, levava um livro e lia bebendo daiquiri. Bem bon vivant. Ayacucho 2314 - Recoleta - www.pradoyneptuno.com.


Floreria Atlántico
Um dos bares que eu mais estou curtindo ir. É lindo e não é muito frequentado por chicas solas, massss o Wilfredo, bartender de lá é tão legal e cuidadoso que vale a pena ir e pedir um Madame Ivonne e comer algo que saí da parilla deles que é delicioso! Aqui melhor sentar na barra também. Arroyo 872 - Recoleta - www.floreriaatlantico.com.ar - facebook.com/floreriaatlantico - @floresatlantico.


Amei fazer esse post. Quero mais!

Beer Day Festival: cerveja e comidinhas!

Buenos vive cheia de coisa acontecendo, né? Uma delas é o Beer Day Festival!

O Beer Day Festival é um evento cervejeiro de degustação e difusão de conhecimentos, focado nas cervejas especiais. A iniciativa foi pensada por cervejeiros para compartilhar com os consumidores os distintos sabores, aromas, texturas e cores desta bebida milenar.


O Festival reunirá 20 cervejarias em um só lugar – o Buenos Aires Design Center – com degustação de de mais de 50 estilos da bebida, além de palestras sobre harmonização, análise sensorial de cervejas, história e mercado.
Durante todo o dia, os visitantes também poderão provar pratos elaborados especialmente para serem saboreados com as diferentes cervejas. Tudo ao som de Djs e shows ao vivo. Entre os convidados estão o grupo The Soul Man, banda tributo a los Blues Brothers.

E pra quem acha que não curte muito cerveja, rola combinar com umas comidinhas!
Pizza amassada na cerveja, birramissu, brownie de malta. Essas são algumas das comidas feitas com cerveja que os amantes da mesma vão poder degustar no festival. Antes de provar, porém, as delícias, os visitantes vão poder entender um pouco mais sobre o cozinhar com cerveja. A palestra vai ser dada pelo Martín Boan, dono do restaurante cervejeiro The Beer House Experience, do Centro de Cata de Cervezas e também organizador da III Copa Sudamericana de Cervezas, South Beer Cup, que nos dias 23, 24 e 25 desse mês vai escolher a melhor cerveja do continente.
Boan – responsável pelas comidinhas do festival - destaca que a cerveja é muito versátil, que é perfeita por exemplo para degustar com carnes de cordeiro.
Durante o BEER DAY os visitantes também vão poder provar pratos com cerveja e degustar diferente tipos da mesma também, combinando sempre com comidinhas.

Como funciona:
A entrada custa 100 pesos e inclui cinco degustações de diferentes estilos de cervejas especiais (entre elas Honey, Bitter, Scotch, Porter e Imperial), além de acesso a todas as palestras. O evento começa às 14h do domingo e segue até a uma da manhã.

Entre os palestrantes estão o sommelier de cervejas Gustavo Renha (Brasil), que falará sobre Evolução dos Mercados Regionais e o argentino Lucas Lico, especialista em degustação de cervejas e juiz profissional desde 2008, com o tema Degustação de Cervejas, aprendendo a apreciar.
Renha destaca que há quatro grandes referências cervejeiras no mundo: Alemanha, Bélgica, Inglaterra e Estados Unidos. “Mesmo assim, outros países estão com muito destaque no cenário das artesanais, como Itália, Brasil, e Argentina”, diz, acrescentando que não se trata de abandonar a famosa e tradicional “loira gelada” que todo mundo conhece, mas mostrar para os consumidores que existem outras opções, outros sabores.
Os principais patrocinadores do Beer Day são a associação Somos Cerveceros, a microcervejaria argentina Grunge Brewing Company, Craft Beer (a primeira distribuidora de cerveja artesanal na Argentina), DeliBeer (empresa brasileira de eventos cervejeiros), Centro de Cata de Cerveza e a South Beer Cup.

Venda de entradas:
Nos bares que apóiam o evento (em breve, toda a lista no site beerday.com.ar).
Por telefone: 4381.7972 / 4382.4782.
Online: www.beerdayfestivaldecervezas.tiendanube.com
Facebook: www.facebook.com/BeerDay.Festival
*** As entradas serão vendidas somente de forma antecipada. Não haverá venda na porta.

Informações:
Data: 26 de maio de 2013
Local: Auditório Buenos Aires do Buenos Aires Design - Av. Pueyrredón 2501 Segundo Nivel | Recoleta.
Site: beerday.com.ar.
Facebook: www.facebook.com/BeerDay.Festival.
Imprensa: Gisele Teixeira – prensa@beerday.com.ar.

Sorteio! O blog vai sortear uma entrada com um acompanhante pro evento! É só curtir o Buenos Aires para Chicas e o Beer Day no facebook! E comentar aqui no post. Rola até dia 25 às 18h! PARTICIPEM. Mas não esqueça de deixar um e-mail ou facebook para contato.

Es sólo poner me gusta en Buenos Aires para Chicas y a Beer Day en facebook y comentar en ésa nota :D Tenés tiempo hasta el 25 de mayo a las 18h! Pero no te olvides de poner un mail o facebook para contacto.
SUBIR
Buenos Aires para Chicas . Todos os direitos reservados. © Maira Gall .