Buenos Aires Paz e Amor ♥ Hippie!

7 de jan de 2013

Nem só de gente cool y hypada vive Buenos Aires. Esse post é para mostrar porteños um pouco diferentes das meninas magrinhas de cabelos ENORMES e dos caras bonitões com terninho e cara de italianos que desfilam pelo centro. Estamos falando de umas figurinhas bastante presentes em todos os lugares da nossa querida capital: os hippies de Buenos Aires!

Alpargatas velhinhas, calça larga, cabelo baguncado, bolsa de tecido. Parece um universitário de qualquer universidade que já conhecemos, mas os hippies de Buenos Aires tem algo a mais. Pra mim, eles já nasceram assim! Em Buenos Aires, é normal ver por aí meninas sem nada de maquiagem. Esse pessoal tem uma onda mais natural, cabelos ao vento, roupa fresquinha, sabe? E pelo tanto de parques, atividades ao ar livre, atividades culturais que tem por aqui, ser um hippie legítimo de Buenos Aires acontece sem grandes problemas.

Barbas
Faça amor, não faça a barba, né não? Pra quem curte, são barbudos e mais barbudos que fazem parte desse grupo. Outro dia a Amanda postou um clip do Onda Vaga, lembram? São o exemplo perfeito. To-dos-de-bar-ba.

Foto: Reprodução.

Parques
Uma vez fui ao Parque Centenário, em Caballito, e percebi que ali rola uma divisão clara de público: de um lado do parque, famílias farofando num domingo ensolarado. Do outro, hippies estirados em suas toalhinhas, vendendo doces caseiros, fazendo malabares e tocando um tamborzinho. No Parque Las Heras, em Palermo, rola também um pessoal fazendo "tela" nas árvores.

Foto: Reprodução.

Alpagartas
As alpargatas são paixão pra todos os públicos. Mas hippie que é hippie tem que ter, não tem jeito! E não precisa ser as alpargatas hypadas e carinhas da Paez: alpargata boa é alpargata artesanal comprada na feirinha!


Vida Saudável
Eles são os reis da caravana bicicleteira. Afinal, ter uma bicicleta em Buenos Aires é praticamente um grito de liberdade, né? Pela quantidade de ciclovias e por a cidade ser tão plana, dá pra ir pra qualquer lugar em bici. Além disso, viajam de carona! Eu nem sabia que ainda havia louco pra isso, mas rola e muito. De preferência com destino a Cabo Polonio, um lugar lindo com praias no Uruguai que, adivinhem? Não tem eletricidade. Quer mais vida saudável? Casa de hippie tem planta. Todas cultivadas nas minis varandas dos mini apartamentos. 

Foto: Reprodução.

Música
Batucada, minha gente! Aqui a percussão rola no metrô, no parque, na feirinha... Do lado de fora do Planetário, em Palermo, rola uma festa ao ar livre todos os meses com uma galera tocando tambor a noite, a Festa da Lua Cheia (!!!). Além de adorar um tambor, esse pessoal adora um instrumento de sopro. Existe um grupo muito bom chamado Cafundó, que toca música bem brasileira, no maior estilo Olodum. E eles se juntaram com uma orquestra de sopro! Não é demais?

Foto: Reprodução.

Festas 
Além da Festa da Lua Cheia, que pra mim já é para hippies em um nível mais avançado, deixo uma dica pra quem estiver afim de se aventurar. É uma festa em que, para entrar, tem que tirar o sapato! Rolam bandas ao vivo e todo mundo dança com o pézinho no chão. O nome do evento é Corpo en Patas, saiba mais aqui

Foto: Reprodução.

Pra encerrar ilustrando fielmente esse post, uma foto da minha hippie do coração, Mechi! 


No final das contas, hippie no sentido literal da palavra já quase não existe nesse mundo, né não? Mas esse é o jeito carinhoso que eu, e muita gente, encontramos pra chamar esses porteños tão buena onda :)

Post da Luiza Trindade com colaboração de Samira Proeza, uma brasileira radicada e expert em hippies. Luiza é uma brasileira que deixou tudo no Brasil pra vir por um tempinho pra Argentina "porque sim", sem conhecer nada nem ninguém. Dois anos depois, ela encontrou uma cidade pra chamar de sua, e tem muitos motivos pra ficar aqui por tempo indeterminado. Blog dela: www.naotodebrigadeira.wordpress.com.


9 comentários

  1. Tamborzinhos bom mesmo sao as segundas ferias (lunes) da Bomba de Tiempo, da muito argentino Hiipie look y muito mas muito extrangeiro

    ResponderExcluir
  2. oieeee...
    estou amando seu blog, vc tem muitoo bom gosto!!!
    Estou viajando dia 2 de fevereiro e tenho uma dúvida e gostaria muito que vc me desse uma dica:
    Vc conhece uma boate chamada Tequila night club??? É verdade que para entrar precisa ter nome na lista?? O que vc acha???
    bjusss



    Karen

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Karen, já tem post da Tequila. Digita na caixinha de busca Tequila e você vê! Beso

      Excluir
  3. Que bacana esse post!
    Não sei se vocês já fizeram, mas podia ter um de cada tribo :)
    Alpargatas...taí uma coisa que não consigo achar bonita rs

    ResponderExcluir
  4. Quando fui a Buenos os hippies foram os que mais me chamaram a atenção! Adoooooooro esse jeito desleixado deles! cada dia que passa tenho certeza que Buenos é minha cidade.♥

    ResponderExcluir
  5. Oii Amanda! estou sentindo falta dos seus posts!

    Estou indo pra Buenos Aires amanha! Finalmente chegou o dia!
    Quero saber como está o tempo ai?
    Já olhei nos sites, mas cada um diz uma coisa diferente hahaha.
    Chove muito nessa época?

    Beeeijos!

    ResponderExcluir

SUBIR
Buenos Aires para Chicas . Todos os direitos reservados. © Maira Gall .