Trabalhar em Buenos Aires: A Realidade

29 de ago de 2014

Vocês sabem que eu não vivo do blog, tenho minha carreira que, curiosamente, é em Recursos Humanos e AINDA com recrutamento e seleção. E ainda, Brasil e Argentina. Esse post é baseado no que EU VEJO.

MERCADO DE TRABALHO
Brasil tem muito mais oportunidades porque a economia cresce mais (em comparação a Argentina), os empresários tendem a proteger mais os funcionários também. Aqui na Argentina, infelizmente, tem muita empresa demitindo funcionários pela crise. HP, por exemplo, fechou e demitiu MUITA gente. Várias empresas mecânicas, de indústrias, estão indo pelo mesmo caminho. Multinacionais, hoje em dia, por aqui não são garantia de estabilidade de emprego, a coisa tá feia em qualquer lugar.
O que eu vejo de qualquer maneira é que pra quem é estrangeiro o mercado aqui não é tão difícil porque dá pra conseguir uns freelas e etc. Mas depende muito do teu mercado. Eu trabalho com RH e sei que tem oportunidades legais, mas para trabalhar com EUA, por exemplo. Mas não sei dizer se no mercado de moda a coisa anda boa (aliás sei que não). Mas sei que, outro exemplo, Publicidade e Comunicação não é tao difícil encontrar porque vira e mexe precisam de gente com português.
Em linhas gerais, mais oportunidades de emprego estão no Brasil, porém é muito mais competitivo e aí que eu digo, que é mais fácil entrar em uma empresa grande aqui. Multinacionais por aqui, por exemplo, não têm nem 10% do processo de seleção que as mesmas empresas no Brasil possuem. Ou seja, passar em um processo de seleção aqui em uma empresa grande é mais fácil.
Chegando aqui não encontrando espaço no teu mercado de imediato, sempre rola dar aulas de português, traduções, trabalhar em bares e restaurantes. Não veja isso como subemprego e sim como algo temporário, eu já fiz, e acredito que 80% das pessoas que vieram pra cá, também.

SALÁRIO & BENEFÍCIOS
O salário mínimo aqui está em torno de 3600 pesos por mês, o que dá 940 reais no câmbio oficial, mas com poder de compra equivalente a uns 500 reais. Não dá pra viver com esse salário exceto que você não tenha gastos com casa. Geralmente as empresas começam pagando 5500 pesos ao mês. Um salário ok, está nos 8500 pesos mensais.
Sobre benefícios, os que tem sempre: plano de saúde e odontológico, às vezes, seguro de vida. Só. Não tem vale alimentação e/ ou refeição, não tem vale transporte, não tem FGTS, não tem previdência, etc. Algumas empresas tem restaurante, mas nem por isso é o esquema bandejão, você paga pela comida como pagaria em um restaurante comum fora. Raras empresas servem comidinha. Raras. São pouquíssimas empresas também que oferecem transfer, só se fica na província, mas BUE é bem fácil de se locomover. E poucas empresas oferecem participação nos lucros. Ah, aqui tem 13° também mas isso não é benefício. Ou seja, o que você recebe é aquilo e acabou, não tem agregados basicamente.
Se tem um ou outro benefício diferente, depende da empresa. Já trabalhei, exemplo, em uma que pagavam Megatlon pra gente. Depende muitooooo.

Agora, tem uma bela diferença entre o salário bruto (com impostos) e o líquido que fica nas tuas mãos. Quando uma empresa faz a oferta sempre faz em salário bruto e você tem que calcular quanto de imposto vai ser retirado. Dá pra ter uma noção usando esse site: www.calcularsueldoneto.com.

FÉRIAS
Brasil é um dos poucos países no mundo que tem tantas férias, aqui você tem 10 dias úteis ao ano que podem ser tirados entre outubro e marco. São duas semanas, dependendo da empresa você pode ou não juntar com feriados. E ah, não quero ser radical mas nem 10% das empresas aqui tem férias coletivas entre Natal e Ano Novo. E ah, são remuneradas sim.

FERIADOS
Tem muitos né? E depende com o que você trabalha, tem ou não feriado. Se trabalha com clientes internacionais, por exemplo, é difícil pegar todos os feriados. De novo, depende da empresa.

ROTINA
Geralmente se trabalha de 8h a 17h, ou de 9h a 18h. Uma hora de almoço, etc. Aqui tem muito home office então é normal trabalhar de casa uma ou duas vezes por semana.

PAGAMENTOS
Tem empresas que pagam todo final de mês (ultimo dia útil) e outras que pagam 40% do salário dia 5 e o restante dia 30.

ROTATIVIDADE
Aqui tem muito. Difícil ver funcionário ficando mais de 2 anos na empresa.

DEMISSÃO
Tem uma boa indenização, mas não tem seguro desemprego. Quando você é mandado embora pagam o mês de trabalho (ainda  que você não trabalhe o mês inteiro), e um salário por ano trabalhado - mas se você passou de três meses no ano conta como o ano inteiro e também um salário de indenização e outros mais.

Exemplo 1: 1 ano e 2 meses de trabalho
Você vai receber um salário pela indenização, um salário pelo mês de trabalho e outro salário por esse um ano trabalho.

Exemplo 2: 1 ano e 4 meses de trabalho
Você vai receber um salário pela indenização, um salário pelo mês de trabalho e 2 salários por esse um ano e 4 meses trabalho (acima de 3 meses conta como um ano).

Exemplo 2: 1 ano e 11 meses de trabalho
Você vai receber um salário pela indenização, um salário pelo mês de trabalho e 2 salários por esse um ano e 4 meses trabalho (mesma regra).

Fora esse dinheiro tem a liquidação final para fazer que não sei calcular direito, mas não é baixo o valor.

RESUMO
Aqui tem oportunidades, mas não tantas como no Brasil em contramão é mais fácil entrar aqui porque não é tao competitivo. Agora, as empresas no Brasil são mais mães que as daqui, vendo pelos benefícios e ambiente de trabalho. O trabalho para o brasileiro é mais importante que para o argentino e isso explica muita coisa. No Brasil você faz parte da empresa como uma família quase, aqui não, você não sente esse sentimento de pertencer a um lugar, e é cultural. Já disse antes: argentinos trabalham para viver e não vivem para trabalhar.

No geral é isso. Vocês podem fazer perguntas, mas sobre mercados específicos de trabalho eu não sei dizer! Se quiser procurar emprego recomendo visitar as bolsas de trabalho: ZonaJobs, Bumeran, Computrabajo e ficar com currículo atualizado no Linkedin (por lá aparecem coisas legais).

12 comentários

  1. Amanda, conheci seu blog e estou amando....só queria dar uma dica (nao entenda como critica nem nada ruim, por favor) vc devia fazer uma sessão de arquivos do blog...por mês ou por ano, sei la...Conheci seu blog agora e to lendo qse todos os dias, mas fica chato ir dormir e 'perder' a pagina que eu parei ;P
    Só uma dica, pra facilitar a vida das novas leitoras, que assim como eu estao amando as suas dicas! :)
    Beijos

    ResponderExcluir
  2. Oi ! Leio seu blog sempre! Devorei ele em dias! Queria saber se saber o espanhol perfeitamente é muito importante para se arrumar um primeiro emprego aí, mesmo que não pague muito bem... Por uma de minhas intenções em bue era aprender o idioma perfeitamente.. Enfim, parabéns pelo blog!!

    ResponderExcluir
  3. Post mais útil (para mim, pelo menos), dos últimos tempos. Estou largando meu emprego aqui no Brasil numa multinacional do setor bancário (acredite, tenho lá minhas razões) e vejo como é impossível se recolocar aqui. Os processos seletivos são impossíveis! Nem sei como consegui meu último emprego! Por outro lado, cogitei mudar para Buenos (por motivos de amar a cidade, ter meus amigos e meu namorado aí), mas todos falam que não compensam...
    De qualquer maneira, mais opiniões, melhor!
    Ahh, e não sei se tem já, mas você poderia fazer um post quando der (ou se já tiver, sorry pela minha ignorância) sobre a sua experiência universitária em bsas e como, em geral, funciona!

    Beijão!

    ResponderExcluir
  4. Sensacional esse post. Estou com as minhas duas melhores amigas morando na cidade e sendo uma delas portenha, poderia morar com ela e ela me ajudaria muito. Mas sou publicitária (designer gráfica) e estou tentando sentir como é o mercado por aí. Seria um sonho viver essa experiência, mesmo que por poucos meses...sou apaixonada pela cidade e aproveitei a promo da gol e vou pela terceira vez esse ano! :o rs Acredito que nessa ida vou dar uma fuçada no mercado de trabalho e definir se realmente vou encarar essa vontade de frente! Obrigada pelo blog! :)

    ResponderExcluir
  5. A good write up about the labour market.

    ResponderExcluir
  6. Oi, amanda. Uma curiosidade mesmo. Como assim não recolhe FGTS? Como eles fazem para se aposentar? É tudo privado o pagamento da previdência?

    ResponderExcluir
  7. Estou pensando em me mudar para Buenos Aires, sou estudante de direito no Brasil e penso em me transferir para uma Universidade da Argentina, já estou apresentando documentos para ver se consigo bater a grade curricular, gostaria de saber quais as dificuldades maiores hoje em conseguir trabalho, mesmo como estagiaria. Sei que a profissão que escolhi é mais dificil para emprego e estagio. Morei na França dois anos e sei que nem tudo é tão facil como parece, mas saber fazer um trabalho terciario sempre ajuda na hora do aperto ;) ... trabalhei como auxiliar de cabeleireira na França. Bom gostaria de saber se você tem como informar como anda hoje o mercado de trabalho, educação e quanto custa em média a mensalidade de um curso de direito.

    ResponderExcluir
  8. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  9. Olá! Parabénselo blogue tão simples e encantador... Estou lendo praticamente tudo. Tenho planos de ir p buenos aires pela segunda da vez neste ano, mas desta vez, vou levar pouco dinheiro. Estou estimado 2 meses, comprando comida e comendo em casa, p economizar mais ainda... locação de um quarto pelo airbnb próximo da avenida. Callao, instituto de dancaterapia, onde vou fazer aulas durante o período Gostaria muito de uma ajudinha com sugestões, indicações, pois linha idéia é arrumar um trabalho por lá pra ir me mudando a ficar mais e mais com Maria fux.... senão em dois meses eu volto. :(
    eu trabalho em SP com informática, mas claro meu espanhol é bem ruim. Então eu toparia trabalhos em padarias, sorvete rias, pizza rias, cortar cebola, etc.... vi acha que consigo ? Tem alguma dica de currículo, como fazer? Agradeço muito muito e desculpa a ortografia. É um table com o teclado ruim... enfim, agradeço! Michelle

    ResponderExcluir
  10. Eu nome e Alex catarino .tem um grande sonho de ir para a Argentina para trabalhar
    Tenho experiência como.Garçon .comunicação visual.paineis publicitarios

    ResponderExcluir
  11. Eu trabalhei no hotel Costa do sauipe e amei o contato com os argentino sem falar que amo o espanhol embora eu só saiba o básico....
    Então gostaria de encontra um trabalho em Buenos ares

    ResponderExcluir

SUBIR
Buenos Aires para Chicas . Todos os direitos reservados. © Maira Gall .