Coisas que eu nunca vou me acostumar...

6 de ago de 2012

Isso pode até ser considerado um post da série desabafo ehehe, essa semana foi tão tumultuada que cheguei a conclusão de que têm coisas com as quais eu NUNCA vou me acostumar nessa cidade, mesmo com 7 anos de moradia aqui. Todo santo lugar tem lá seus prós e contras, e claro, a não ser que você vire milionário e passe o resto da vida numa ilha particular, sempre estará sujeito a suportar. Em Buenos Aires, na minha opinião, há uma listinha de coisas chatas que eu não curto:


Educação
O porteño em si, e sim porteño é uma pessoa fora da Argentina (como se Buenos fosse outro país) é meio agressivo. Seja pela colonização italiana da cidade, o jeito dos caras falarem chega a te fazer chorar se você não está acostumada. É um exagero, um drama que a toda hora parece que alguém morreu. Fora o exagero que nem vejo como defeito, e sim mais como uma observação (que muitas vezes é engraçada) o pior é gente que abusa disso e vira mal educado. Prova disso: em 2007 fiz uma viagem de carro com meus pais de Buenos Aires até São Paulo, eu JURO pra vocês que foi por os pézinhos em terras gauchas TODOS eram mais educados, mas tipo, TODOS mesmo. Desde o garçom que te atende com o maior amor do mundo (mesmo sem ter a obrigação dos 10% - coisa que aqui rola, mas mesmo assim eles são ignorantões) até a atendente de loja ou o cara da recepção do hotel, enfim.
Seja pela cultura, modo de vida, etc, há inúmeros motivos pra ''entender'' porque o argentino é mais grosso, mas eu, vinda de boa educação e gentileza, NUNCA vou me acostumar a entrar num café e não ser recebida com ''Bom Dia'' ou fazer uma agradável pergunta e ter uma resposta bem grossa sem motivo.

Trânsito
Quem já veio pra cá sabe o caos que é essa cidade quando falamos de trânsito. Os donos do pedaço aqui são os taxistas e os motoristas de ônibus, todos no estilo Velozes e Furiosos. Isso também é cultural, quem já foi pra Itália diz que é idêntico, quando eu for confirmo, mas acredito que sim. Anyway, aqui tirar carta de motorista é a coisa mais fácil ever, é ir fazer aulinha teórica em uma semana e se você já sabe dirigir não tem razão pra fazer aula prática, é só ir diretamente no órgão que controla as provas, se anotar e comparecer no dia. Ou seja, em menos de duas semanas vocês já está habilitado para dirigir. Bueno, fora isso, aqui é normal sair da esquerda e ir para a direita sem dar seta, ou vice versa. Aliás, seta aqui é algo que NINGUÉM usa, muita vezes fiquei igual idiota esperando o cidadão passar com o carro pra atravessar a rua quando a pessoa vira sem dar seta. Bom, o que substitui a seta? Pisca alerta. Isso mesmo, pisca alerta serve para TUDO e mais um pouco. Então já sabe, se ver alguém com o pisca aceso é que está rolando algo.
Fora isso nem estranhe se os caras não respeitarem semáforo, fecharem o cruzamento ou quebrarem o pau e depois continuarem a dirigir como se nada tivesse acontecido, ou pior não fique de boca aberta quando você ver alguém estacionando o carro e bater no da frente e no de trás pra poder encaixar direito. E por último, não entre em pânico quando ver um carro com um balde de água em cima: esse carro está a venda. E, ah, outra observação: se você ver alguém dirigindo e segurando um rolo de papel higiênico na mão é porque essa pessoa está dirigindo loucamente até um hospital.


Burocracia
Isso é algo que esse país é campeão, ô lugarzinho pra ser burocrático viu? Acreditam que eu tive que fazer prova de português na faculdade com uma professora CHILENA pra não precisar cursar a matéria? Me poupe né... Tudo pela bendita burocracia. Isso é detalhe, parto mesmo é tirar DNI, avará pra trabalhar como freelancer então? Nem se fala... 8 etapas em 8 lugares diferentes e ainda pode aumentar o processo, dá uma preguiça até em pensar.

Frutas
Outra coisa que eu não curto aqui. Nós, brasileiros, estamos muito mal acostumados, essa é real. País tropical que tem frutas maravilhosas, e aqui não é assim não. A banana e a maçã safam, mas de resto... Que saudades de um mamão, goiaba, manga. Sem falar que o preço aqui está absurdo, eu comentei esses dias no facebook que comprei UMA banana por 2.5 pesos, UMA banana. Falo nada mais.


Pé da Letra
Isso é cultura também, mas aqui o negócio é assim ''Ah quero ir pra Disney'', dali uma semana o cara pergunta ''E aí, que cia aérea você vai pra Disney?''. Hahah, por isso atenção em dobro quando você diz algo que é pra ser brincadeira, porteño leva tudo MUITO a sério e muito ao pé da letra... Quando for brincar tem que deixar claro que é brincadeira, se não amigo, ferrou.

Limpeza
Brasileiro é muito limpo num geral, aqui a coisa não é assim não. Piora a situação no inverno, o que tem de gente com pelinho de cobertor no cabelo não está escrito no dicionário... Muitas mulheres ainda, que eu sei, passam dias sem tomar banho. Tem algumas que dizem que não vão tomar banho todos os dias porque não querem lavar o cabelo, mas calma precisa, necessariamente, lavar o cabelo sempre que toma banho? Não né... ahaha. É, eu quero que o inverno acabe logo mais.
Ainda nesse quesito como é IMPOSSÍVEL achar uma diarista boa... Mulher não lava banheiro nem cozinha não, muito menos louça, é ali passar paninho e deu.


Mas eu amo a cidade mesmo assim ahaha.

76 comentários

  1. Realmente, tem coisas que são bemm difíceis aqui! Nem G-zuz salva! O q mais me incomoda é a quantidade de lixo nas ruas no final do dia ... tenso d+!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Aiii Sara é mesmo, e ainda esse ano os lixeiros botaram pra quebrar e fizeram altas greves ainda :S

      Excluir
  2. Credoooo, essa última foi de matar !!!
    rsrsrs
    Mas o transito é terrível mesmo, não sei como não tem 1 acidente por segundo.rs

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Pois é Lizi! Hahah eles se entendem no trânsito, viu? Por incrível que pareça ahah. Beso!

      Excluir
  3. Amanda, assino embaixo!!!!!!!
    Para mim, o pior e não tomar banho, é muito tenso isso...aff
    E o fato deles levarem tudo ao pé da letra, tambem é bem irritante, neh...pq ate vc explicar tudo já perdeu o time da brincadeira!!!kkkkkk

    Ameiiii o post...parabens!!!

    Besos

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Hahah eu me acostumei que eles levam tudo ao pé da letra, por isso nem falo mais de férias. Uma vez comentei com uma amiga que tava querendo ir pra NYC no final do ano, e ela me disse um mês depois ''Amanda, vamos jantar fora?'' Aí eu disse ''Sim'', e ela ''Mas você pode gastar, se você vai pra NYC no final do ano''... ahah.

      Excluir
  4. um título para o primeiro tópico seria xenofobia!
    me impressiona a visão de mundo distorcida e consumista dessa página!
    largue esse blog e vai ler um jornal,fazer um trabalho social ou ao menos conhecer uma buenos aires q não seja a do comércio "cheto" de palermo.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Anônimo, certeza que você já leu o blog inteiro pra falar que ele é consumista né? E olha, da próxima vez te identifica, ok? Falar mal do blog é um direito que qualquer leitor daqui tem, mas seria legal se identificar e quem sabe a gente não pode, pelo menos, respeitar o ponto de vista um do outro, não é? Se todo mundo fosse parecido o mundo ia ser sem graça...
      E olha quem faz trabalho social não fica falando aos 4 ventos, mas se você quiser um dia posso te levar nas ONGs de sustentabilidade que eu frequento com o pessoal do trabalho, mas pra que eu estou me explicando né?! E outra, se você detesta tanto assim o blog me estranhe que passe tempo comentando por aqui.

      Amanda.

      E ah, xenofobia é ouvir dizer que no Brasil só tem macaco.

      Excluir
  5. Super concordo.... a cidade é maravilhosa, mas essas coisas incomodam mesmo! Morei por 6 meses em BAires e a limpeza foi uma das coisas que mais chamava atenção. Ainda mais no ambiente que eu frequentei, universitário...
    Parabéns pelo blog viu! Conheci há pouco tempo e passo por aqui todo dia!
    Pode continuar com a mesma abordagem, pois diferentemente do anônimo aí de cima, tenho certeza que todo mundo curte pra caramba! Rsss

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Kah, é mesmo, a minha faculdade, ainda que paga, não é lá aquelas coisas que deveria ser viu?!
      E obrigada pelo apoio, eu sei que tem gente, como você que curte, e é por isso que eu continuo diariamente! =)

      Beso!

      Excluir
  6. obrigada por censurar meu post. cuidaremos para que te obriguem a censurar o teu post inteiro. preconceituosa sem cultura! vai embora do país!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá Justina, se eu fosse preconceituosa ou não gostasse de argentino, não teria tido namorados argentinos e muito menos estaria aqui há 7 anos sem previsão de volta ao Brasil, e nem teria amigas de vida argentinas.
      E se você acompanha sempre o blog e o facebook correspondente sabe que eu sempre estou falando bem da cidade e que sempre tiro o melhor de tudo daqui.

      Excluir
  7. AI COMO TEM GENTE QUE GOSTA DE CRIAR POLÊMICA... XENOFOBIA???? KKKKKKKK

    OBRIGADA PELAS DICAS... UM DIA QDO FOR ATÉ LÁ, JÁ TEREI MAIS CUIDADO HEHEHE

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Sara! Buenos é uma delícia e eu sempre estou falando isso né? Haha, até me xingam as vezes...

      Excluir
  8. Guria, vi exatamente tudo qtu falou aqui hj a tarde, em Palermo.. fiquei parada vendo o cara estacionando e batendo no carro da frente e no de trás para `ajeitar` o dele... fruta entao.. 10 reais o preço do kilo da manga (bem feia por sinal), e 15 reais um suco de laranja natural em qlquer restaurante!!

    ResponderExcluir
  9. Oi Amanda! Hj andando por palermo vi tudo is so q tu escreveu sobre o transito! Fiquei parada vendo um cara estacionando o carro dele e batendo no da frente e no d trás para encaixar bem hahah, fruta então.. 10 reais o kilo da manga.. um suco natural de laranja por 15 reais em qlquer restaurante.. ta uma loucuraaa aqui mesmo! Grande bjo!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Hahah viu como é? Tem amigos meus que fazem vídeo até dos carros sendo estacionados, engraçado e preocupante! Meu pai sempre estacionava a km de distância com medo ahaha.
      E sim, suco de laranja é mais caro que Coca-Cola!

      Excluir
  10. Concordo demais Amanda!
    Nunca tive problemas ai, mas acho os argentinos meio grossos... mas acho que eles nem percebem mesmo. Digo isso porque tenho professores argentinos aqui, e eles não sacam muito ironias e piadas, mesmo falando super bem o português. Levam tudo ao pé da letra e são muito estouradinhos, tudo vira briga.
    Conversar com eles tem que ser pisando em ovos!

    Concordo com o péssimo trânsito, eles são muito barbeiros mesmo.
    E a cidade é super suja, isso me incomoda demais mesmo. É uma das coisas que me incomodam em Bue também.

    Besos chica!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Anna, ehehe é mesmo depende muito da pessoa, da sorte, eu infelizmente sofri demais, principalmente no Ensino Médio aqui! Mas tudo passa =) Beso!

      Excluir
  11. Adorei Amanda, concordo em tudo, em genero e número!!! Hahaha
    Mas eu tbm amo essa cidade. Nao consigo mais me ver longe daqui, com todos seus defeitos! Deve ser pq as coisas boas que ela tem superam as ruins, né?

    Ps: Uma consultinha: Como se chama aquela cafeteria fofa que vc sempre indica que está em Acasuso? E que trem eu pego pra descer lá? Fica longe da estacao?
    Muitas perguntas, né? Sorry!!! hehehe :)

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Karlinha, com certeza as boas superam demais ahaha!

      E ahh eu acho que vc tá falando da Flora né? Então vc pode pegar o Mitre ou senão o trem turístico Tren de la Costa, e descer na estação Barrancas, tá bom? Mas do trem até o Flora é bem longe, tipo 40 quadras. Então melhor jeito é ir de ônibus, eu ACHO que o 141 deixa lá, mas deixa eu confirmar. Aliás me manda email que eu te respondo melhor por lá ahah.

      Beso!

      Excluir
  12. absurdo! o pior é essa menina nem perceber a gravidade do que tá falando.
    se vc quer ter pensamentos ignorantes, guarde para si pelo menos.
    chamar um povo de sujo e mal educado é sim disseminação de preconceito, e portanto xenofobia.
    espero que não faça como o que fez com a justina e não censure o post.
    pra vc aprender um pouco e talvez melhorar seu comportamento...
    http://feminerds.blogspot.com.ar/2012/01/nada-contra-tenho-amigos-que-sao_13.html

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá Justina, eu não censurei seu comentário. E pra encerrar essa discussão só posso dizer uma coisa: eu criei esse blog por amor a Buenos Aires e as suas pessoas. Sem mais.

      Amanda.

      Excluir
  13. Poderia , por favor , revisar as vírgulas ???

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi, tem, muita, virgula, é? Hahah estou brincando! Pode deixar que vou revisar sim. Beso!

      Excluir
  14. Adorei o #desabafo Amanda! Concordo em tudo!!! Sempre vao existir coisinhas que nao gostamos, né? Normal!!! Mas as coisas boas que a Cidade tem superam as ruins (ao meu ver) e é por isso e outras que nao consigo mais me ver longe daqui!!! :)
    Vc sempre fala tao bem de Baires, pq nao falar do que nao é tao bom assim tbm né? Até a Europa tem suas coisas, querida, hehehe!
    O povo nao sabe lhe dar com críticas nao, né? Afff!!! hahaha

    Ps: Como é o nome daquela cafeteria que fica em Acasuso, que vc sempre indica? E que trem eu pego pra chegar lá? Fica pertinho da estacao? (muita pergunta ,né? Sorry!!!)

    Gracias, desde já!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Karla, veio duplicado o coment eheh, já te respondi no outro! Beijoca.

      Excluir
    2. Eeee. Só via resposta agora!

      Ah! Enviei 2 coments, pq o primeiro me apareceu que nao tinha sido enviado :/ vai saber... hehe!

      Sim, é essa Flora ai mesmo! Te mando um email entao! Brigadona :D

      Excluir
  15. Amanda, dei boas risadas com teu post, embora muitas coisas sejam bem sérias, né!!! Mas o fato é que também vivi quase tudo que vc citou (isso que foram só quatro dias na cidade).
    Só pra ilustrar: o motorista do táxi que nos levou do EZEIZA até Palermo fez um verdadeiro rally para driblar o congestionamento da autoestrada, saindo bem além do acostamento, barranco acima, barranco abaixo... meu marido quase teve um infarto aos 30, hehehe!!! Sorte que chegamos vivos.

    E amanhã já vou contar pra ele essa da carta de motorista. Numa das nossas caminhadas pelo bairro, várias vezes nos perguntamos: será que eles tem aulas de transito, teoria e prática??? Já entendi agora porque é esse fuzuê, e no final das contas é um milagre a forma como eles conseguem se entender nesse caos, né!? Todas as placas amassaditas... heheh!

    O atendimento é algo de tão esnobe, com raras exceções! Fomos bem atendidos no Havanna da Florida e num Quiosque de uma galeria por ali também! Ah, e a guia do Onibus Turismo também era super querida. No mais, impaciência no super, numa delicatessen, no guichê do subte e nos restaurantes!

    Mesmo assim, fizemos amizades bacanas, encontramos pessoas gentis e uma cidade cheia de encantos (apesar de bem suja, realmente... as ruas parecem depósito livre, fora as cacas dos cachorros, né), é aquela história de amor e ódio!!! A gente coloca na balança é até consegue continuar apaixonada pela cidade!!!

    PS: Quase não comento e, quando comento, sai desse tamanho! kkk

    Beijo enorme!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Hahah oi Nine, eu brinco que meu amor por Buenos é um tango: dramático, sofredor mas puramente passional, não dá pra não curtir aqui, né?

      Beso e comente mais ahahah.

      Excluir
  16. Pois é, Amanda, concordo com tudo que você disse. Também amo aqui mas pra mim já deu, dez anos aguentando essas coisas (e muitas outras)...

    Como vc disse, cada lugar tem suas coisas boas e ruins, mas a gente tem que estar onde a gente acha que vai estar melhor, né?

    A Elisa esses dias falou comigo, vamos combinar alguma coisa.

    Beijos

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Nadja, que honra te ver por aqui ahaha.
      E sim, vamos combinar de fazer algo!

      E olha como tudo na vida, prós e contras estão sempre =)

      Um beijo.

      Excluir
  17. Eu sou um cara de sorte, então. Concordo com vários pontos, mas não com o último: as duas diaristas que passaram pela meu apê sempre deixam tudo lindo.

    Ela só fica meio periodo, mas faz tudo. Louça bem limpa, meu quarto-caos fica arrumadinho e casa também. Meu lar anda bem mais arrumado do que era em SP! hahaha

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Hahah caramba! Acho melhor você cuidar dela, se não o que vai ter de gente doido atrás dela não vai ser mole não.

      Obrigada pelo comentário,

      Beso.

      Excluir
  18. Concordo com tudo, Amanda! Sendo que desses o que mais me impacta é a questao da limpeza. Empregada boa vale ouro (ainda to devendo uma ligada pra Beti, tomara que de certo com ela).
    Mas pra mim o mais tenso daqui é a economia e as imposicoes do governo. Nao poder trocar peso por nenhuma outra moeda, nem enviar o dinheiro de uma maneira "legal" para outros países acaba impactando e muito a vida de nós expatriados. Nao podemos realizar nenhuma extravagancia financeira por lá, já que dificilmente conseguiremos arcar com parcelas... nao por falta de dinheiro, mas por falta de meios de enviá-lo ao Brasil.
    E a inflacao também é coisa de louco. A gente nao consegue fazer um planejamento decente com a velocidade como as coisas sobem de preco por aqui.
    (Sorry o desabafo! Vou pra SP semana que vem e to sensível! hehehe)
    Beijos!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Hahaha eu sei bem como é viver nessa sensibilidade! Mas dólar é um problema a parte, na real a vida dos argentinos sempre foi movida a dólar, tudo se fazia nessa moeda e os porteños guardavam dinheiro nessa moeda, então por isso tá o rolo que tá agora. Não tem dólar no Tesouro do país a Cris fechou tudo mesmo. Mas isso não vai ficar assim por muito tempo não!

      Boa viageeeeeeeeeeeeeeeeeeeem =)
      E liga pra Beti ehehe.

      Beso.

      Excluir
  19. Falar mal é facil, né? até parece que o Brasil é uma maravilha, a maior beleza. imigrante é fogo!!!(pra não dizer outra coisa).vai pro pais dos outros e se acha no direito de reclamar.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Maru vou responder pra ti quase a mesma coisa que pra Justina: eu fiz esse blog inteiro e me dedico a ele por amar a cidade e as suas pessoas, mas todo o lugar do mundo tem seus prós e seus contras.

      Excluir
  20. imigrante é fogo. vai pro pais alheio e ainda fala mal. até parece que o Brasil é uma maravilha.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Caiçara, acho que você é a mesma pessoa que a Maru, certo? Então vou responder assim: eu fiz o blog inteiramente e exclusivamente por amor a cidade e as pessoas, caso contrário não perderia meu tempo postando imagens lindas da cidade e falando bem daqui.

      Excluir
  21. imigrante é fogo. vai pro pais dos outros usufrui de tudo e ainda se acha no direito de falar mal. até parece q o Brasil é uma maravilha. se fosse vc não teria ido embora pra um lugar mil vezes melhor. Maria Laura Furtado

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá Maria Laura, acho que você é a mesma pessoa que a Maru, certo? Então vou responder: eu fiz o blog inteiramente e exclusivamente por amor a cidade e as pessoas, caso contrário não perderia meu tempo postando imagens lindas da cidade e falando bem daqui, e tampouco moraria aqui há 7 anos sem previsão de volta.

      Excluir
  22. Oi bonita!

    Amei muito esse post.

    Buenos é uma cidade linda, fui super bem tratada por todos quando estive aí, dos restaurantes a pessoas que abordei na rua para pedir informação mas que os porteños tem lá suas chatices, eles têm sim.

    Não lembro se te contei, mas tenho um colega de trabalho (querido Sebastián) que trabalha do meu lado e é o mais porteño dos porteños.

    É preciso muita paciência e um pouquinho de amor pela pessoa para não dar com a cabeça dela na parede a cada 5 min... Te falar!!
    Eu acho que o pior de tudo é o drama... Ao inves de "dramalhão mexicano" deveríamos falar "dramalhão porteño". Socorro, que gente fiasquenta.

    Besitos!!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Hahaha dram, drama, drama... Vem tudo do tango, né? Só pode ahahha.

      Um beijo querida, saudades dos teus coments por aqui!

      Excluir
  23. Esqueci de comentar...

    E no transito quando a X horario inverte a mão???

    Socorrooo!

    ResponderExcluir
  24. Aprende a escrever antes de fazer um blog! Sérios problemas de concordância!

    ResponderExcluir
  25. OI Amanda! Eu morei em Buenos Aires e não sei daonde você é do Brasil, mas o trânsito dai me dá saudades. Não pelo fato que eles não sabem dirigir direito (esse lance das setas sempre me irritou muito) mas por não existir tanto engarrafamento e caos como no Rio de Janeiro. E se tudo der errado, é só pegar um metrô e voilà. Aqui no Rio pegar metrô meaans morrer esmagado.
    E quanto a comida, senti muita diferença! Principalmente porque eu amo uma saladinha e uma comida natureba e isso NÃO existe nessa cidade.
    Mas de resto, sinto muitas saudades (: principalmente dos kioskos a cada esquina abertos até de madrugada <3

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Hahah Mari, eu sou de SP e aqui o transito é um caos sim mas, pelo menos, transporte público funciona! É muito bagunçado, não sei como vc veio, mas pegar essas ruas aqui em horário pico e não pico tá ficando cada vez mais impossível.
      E olha, como não tem salada e coisa natureba aqui? Hahah acho que vc ficou só na carne, o que não tem é variedade.

      Besooo

      Excluir
  26. Oi Amanda!, eu adoro seu blog e as coisas e dicas sobre Baires, passo te dizer que eu sou argentino e gosto muito das opiniões que vocês meus hirm@os falam, como gosto muito do Português sempre estou lendo páginas na web para praticar e assim encotrei o seu, quería te dezer que concordo com quasi tudo que voce diz, so quería falar do jeitinho da educaçao daqui, eu sei que "o portenho" é a cara mas visivel da cidade mas o portenho nao e todo argentino, senão uma parte dela, e é verdade que temos um exagero nossa fala, mas é cultural, a mesma coisa acontece com Sampa e Rio, o jeithino e bem diferente, aquí somos de falar em modo imperativo, e isso parece ruim, mas para o portenho e normal, mas entendo que isso que acontece com vocês passa com outros estrangeiros hispanofalantes, então não se incomode, é coisa de costume. Quando eu viajei a Sampa também conheci gente mal educada, acho que isso acontece em todo mundo, mas sim não e tão geral rsrsrs. Bom, me disculpe pela extensão mas so quería dizer que continué com este blog que é muito bacana e acho de muita ajuda para quem quer conhecer a cidade. Parebens para meus irmãs e irmãos brasileños... Sejam bem-vindos... ;-)

    ResponderExcluir
  27. Amanda, seu blog é uma gracinha! Divertido esse post, tive as mesmas impressões quando conheci a cidade...e percebi que a galera não curte muito lavar o cabelo né? rs Bjs

    ResponderExcluir
  28. Hola Amanda,

    Leí tu post, soy de Buenos Aires, concuerdo en algunas cosas que escribiste, otras no. Ahora, me pregunto, es coherente hablar de una ciudad que te brinda desde servicios a educación gratuita??? Me parece irracional que estes dando alarde de imperfecciones que sabemos ambas podemos encontrar en cualquier otra ciudad grande de Latinoamérica.Conozco São Paulo y sé muy bien los lugares en los cuales se asemeja a Bs As. No me parece justo que hagas quedar a nuestra Bs As de esa forma. Yo que vos, me replantearía eso un poquito , nomás.Espero no te lo tomes muy en serio.

    Saludos.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Hola,

      Mirá, te repito la respuesta que escribí a un par de personas de otras notas: yo empecé el blog por amor a Buenos Aires, punto.
      Si sos una seguidora que lee constantemente el blog vas a notar que ésa es la única nota en la cuál hablo de imperfecciones... Es más, si seguis leyendo vas a ver que algunas personas me preguntan si ando de trato con el gobierno de la ciudad para vender Buenos Aires.
      No me lo tomo muy en serio porque creo que, obviamente, vos como ciudadana se enoja conmigo cuando yo brasilera vivo acá en Buenos Aires.

      Enfin, si lees bien las notas vas a notar que vivo acá a 8 años, pago alquiler, impuestos, tengo ciudadania, soy una más. Estoy todos los días declarando mi amor por la ciudad y no hay otra razón por la cuál escribo ese blog sino es por eso. Vas a ver inclusive una nota reciente en la cuál les digo a las chicas que vengan a Buenos Aires aun con crisis, cortes de luz y más violencia.

      Pero eso, lo sabemos todos nosotros: todas las ciudades tienen sus pros y sus contras.

      Lo que sí me pone mal, es que aunque con 250 notas escritas, todas hablando maravillas de Buenos Aires, una y es esa, en la que hablo de imperfecciones me lo toman mal todos.

      Pero, por suerte, sigo amando esa ciudad.

      Amanda.

      Excluir
  29. Todo bien tu respuesta, pero creo que quedas como una mina de doble personalidad haciendo eso, primero todo bien ,después todo feo, sucio, y luego nuevamente todo maravilloso. Me parece que se trata de algo comprensible, no tirar mierda a los cuatro vientos porque seguramente tuviste un día malo. Se trata de convivir en un ambiente armónico, placentero y no andar criticando con pensamientos rencorosos y malévolos. Hay que ser más calmos, con paciencia en las palabras con las cuales nos expresamos.
    sdos!

    ResponderExcluir
  30. rsrsrsrs... Não é as coisas que você fala e sim, como e por onde você expressou sua revolta. Chega a ser engraçado, você passou uma imagem do argentino, que vou te falar viu! O argentino é sujo, mal educado e burro ainda! rsrsrs. Bom é essa a impressão que você passa com a suas palavras. É simples Amanda, vou te dar um exemplo, se você aponta defeitos de algum integrante da sua familia é uma coisa, e se alguem de fora vem e aponta esses mesmos defeitos, você não vai gostar nenhum pouco. Não vai achar que a pessoa ta no direito de falar. Acontece a mesma coisa se você pega e aponta coisas desagradaveis de um pais, que não é o seu pais de origem, e onde você mora à 7 anos. Eu sou argentina e moro no Brasil, claro assim como na Argentina tem seus lados bons e ruins, mais não fico postando coisas ruins do Brasil, até porque isso não faz nenhum sentido. Mesmo que tenha tido um dia horrivel o sei lá qual for a razão. E com respeito ao humor argentino eu adoro! E sinto saudades, comigo acontece a mesma coisa aqui, tem piadas argentinas que o brasileiro não entende, e até explicar passou a graça. Tudo bem, a argentina é uma nação machista sim, e tem muita gente que se acha demais, mais acho que aqui tambem tem, e bastante, tanto quanto na Argentina, como mudar isso? Como se diz: "a mudança começa por um mesmo". No transito tambem acontece a mesma coisa, aqui. ( http://g1.globo.com/bom-dia-brasil/noticia/2012/09/numero-de-vitimas-de-acidentes-com-motos-aumenta-14-em-cinco-anos.html ) Eu sou argentina e tomo banho todos os dias!!! rsrsrs Bom... é isso ai!!! Cada um defendendo sua patria, rs. Mais que nem você falou, cada um é diferente, pensa e age diferente, mais tem coisas que são obvias, é só se por no lugar do outro para poder entender. Eu entendo as pessoas que não gostaram dos seus comentarios(sou argentina). Duvido que se fosse ao contrario você tambem não se sentiria igual. Se cuida! E fique com Deus!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Anônima! Claro tem todo o direito de pensar isso. Eu entendo que tu não curtiu, mas não é revolta e pra quem lê o blog diariamente sabe que esse é o único post desabafo que tem. Porque mesmo com dias terríveis aqui e uma crise ruim eu ainda convenço tudo mundo pra vir pra cá :)

      Beijo.

      Excluir
  31. Eu acho que o trânsito da nossa São Paulo é muito pior que de B.A. Fora aquele bando de favelados, e gente mal cheirosa em ônibus e metrô. São Paulo tem tbm o cheiroso Tietê! Lembra?? São Paulo, sim, é um verdadeiro lixão, esgoto a céu aberto! Ah, eu sou de Campinas, não sou argentina. Angela Ribeiro.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. É, todas as cidades tem sua beleza e seus problemas :) Beso.

      Excluir
  32. Oi, Amanda.
    Na minha opinião vc não pode falar que o Argentino no geral é mal educado. É só você viajar pelo país pra perceber a diferença entre as províncias. Morei 6 meses em Santa Fe e nunca fui tão bem tratada como lá, em todos os lugares, desde a faculdade, taxi, até no mercadinho. Fui até melhor tratada do que geralmente sou aqui no Brasil. Nas outras cidades que visitei tb, com exceção de Buenos Aires, os argentinos sempre forma muito educados e atenciosos. Sem falar que eles adoram o Brasil, né?
    Beijos ;)

    ResponderExcluir
  33. Vendo esse post vejo q nao sou a única, ou melhor, nao somos as únicas. Pq falando com outros brasileiros que tenho
    contato (dois somente kkkkkkkkkk) vejo q compartilhamos da mesma opiniao.

    Educacao, que o porteño eh bem diferente do resto do pais isso eh fato. O porteño confunde stress com falta de educacao. Onde vamos sempre rola um streszinho. Na verdade
    o dia a dia daqui ainda me afeta muito.

    Transito, tem q dirigir para vc e para eles. Quantas vezes nos assustamos na Panamericana com nossas filhas no carro. Muita, mas muita imprudencia e falta de educacao.

    Burocracia, vc nao tem ideia do q sofri e tive q engolir para abrir e fechar uma loja.

    Frutas, me acostumei a nao ter desde alguns anos atras. Se na Argentina tem pouca variedade, imagine na Noruega onde vivi...

    Pe da letra, ja me casou alguns aborrecimentos, especialmente entre "amigas" e no colegio da minha filha.

    Limpeza, vc nao tem ideia das coisas q eu via nos provadores da nossa lojinha kkkkkkk.Jesus!

    Beijinhos

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. heheh cada um com a sua cultura neh! beijoo

      Excluir
  34. Eu te entendo perfeitamente, me vi falando em cada comentário seu! haha
    Vivi 6 meses porque fui fazer um intercâmbio acadêmico e todos que moram aí (estrangeiros ou até mesmo argentinos de outros lados) tem a mesma impressão dos porteños. Valeee muito a pena conhecer o interior, e para ter uma outra visão da real Argentina!

    Parabéns pelo blog, ri demais com ele ! ahhhaha
    Abs

    ResponderExcluir
  35. Oi Amanda moro em Buenos Aires a 2 anos e é exatamente como vc disse.
    Garcom aqui é um caso sério mesmo.
    E no transito vc esqueceu de dizer que eles nao respeitam as faixa (nunca andam dentro da faixa sempre em cima).
    E limpeza melhor nem comentar né?

    ResponderExcluir
  36. Amanda,

    moro em Porto Alegre (mas não sou daqui) e a questão da higiene pessoal é idêntica à daí!
    Tenho amigas que dizem que eu sou "limpa demais" pq tomo 2 banhos por dia! É pracabar!!!
    Sem contar o fedor de sebo no bus, de gente que tá há 1 semana sem banho! Ta louco!!!! hahahaha

    ResponderExcluir
  37. Nossa passar dias sem tomar banho é demais né, pelo amor de Deus hahah

    ResponderExcluir
  38. Nossa, que lindo isso de você responder todo e qualquer comentário, que coisa fofa!

    ResponderExcluir

SUBIR
Buenos Aires para Chicas . Todos os direitos reservados. © Maira Gall .