Meus Cafés Preferidos em Palermo Hollywood

11 de jul de 2014

Continuando com a série de Meus Cafés Preferidos, vambora hoje para Palermo Hollywood.

Nao deixem de ver os os posts anteriores sobre cafecitos amados em Palermo Soho, Recoleta e Villa Crespo.

♥ Pani: o exagero do bairro
Dos clássicos dessas bandas, o Pani passou recentemente por uma reforma. Eu curtia mais o estilo anterior, mas acho que o jeito novo deles só reafirma o que realmente eles querem: exagero, tudo junto e misturado. Os bolos deles sao extremamente grandes, as sobremesas também, o  brunch é gigante mesmo para uma pessoa só. Para ter uma ideia esse era o prato de sobremesa (foto). Tudo lá é exagerado, de gente também. Para reunipes de amigas, os chicos se sentem asfixiados lá ehhee.


♥ Oui Oui: querido com amor francês
É meu preferido. Eu amo passar o dia por lá, as comidinhas são sem frescura e boas e tem um encanto digno de cafés de Paris. Amo por todo e para sempre. Post completo aquiNicaragua 6068/ www.ouioui.com.ar.


♥ Amenabar: a escapatória dos cafés lotados
Na mesma rua do Pani e do Oui Oui, o Amebar apresenta uma proposta parecida, é uma escapatória gostosa caso os dois estejam lotados. Dorrego 2200/ facebook.com/NuevoAmenabar.



♥ Bar du Marché: para flanar
É mais restaurantes que café, mas mesmo assim passar a tardezinha por lá é legal, tudo porque eu simplesmente amo o fato de que as cadeiras estejam viradas para o lado da rua, assim você vê os porteños gatinhos que passam. Post completo aquiNicaragua 5946/ facebook.com/BarduMarchePalermo


♥ Voltaire: escondidinho 
Não é dos que melhores atendem na regiao, eu fui uma vez e quis tirar uma fotinha e me disseram que não podia (NÃO ENTENDO PORQUE), mas é gostosinho, é pequenino e tem mousse de doce de leite. Carranza 1946/ www.facebook.com/Voltaire.Coffee.

♥ In Bocca al Lupo: para não contar calorias
Tem uma das melhores medialunas da vida, tem lanches incríveis, almoços maravilhosos, não fica no miolinho do bairro por isso é beeeem tranquilo. Post completo aquiBonpland 1965/  facebook.com/inboccaallupocaffe.


♥ Smooothway: leve e vegetariano e saudável
Para as meninas que amam essa opção, o Smooothway é delícia. As sopas deles durante um inverno sao um must e é bem quentinho lá dentro, dá vontade de morar. Décor moderno e elegantezinho. Post completo aquiSoler 6036/ facebook.com/smooothway.


♥ Porota: mas é fofo demais
Apenas um dos mais fofos da região, é pequenino, longe do barulho, com comidas caseiras e um cozinheiro sorridente. Bem menininha, vou sempre que posso e é dos que eu mais curto no bairro.
Post completo aquiGorriti 5881/ www.facebook.com/porotacocinadeherencia.


♥ En El Nombre del Postre: como o nome diz, só doces
Só tem sobremesa e é comandado por duas donas fofas. É pequenino e bem bonitinho. Para comprar e levar para casa ou para um café rápidin. Soler 5547/ facebook.com/enelnombredelpostre.

♥ Home Buenos Aires: pode morar nesse jardim?
Eu vivo falando do Home e das suas qualidades, além de ser um hotel lindo demais, o restaurante deles é das paradas obrigatórias para qualquer hora do dia, seja café da manha, brunch, almoço ou jantar e drink. Honduras 5860/ www.facebook.com/HomeHotel.


♥ Magendie: para almoço e tardes de trabalho
Fui faz pouco lá e achei delicinha, tem pratos legais durante o dia para comer assim como um menu executivo e é grandão, sempre tem espaço para um mesa de amigos e não deixa nada a desejar para outros. Post completo aqui. Honduras 5900/ www.magendierestaurante.com.


♥ Nucha: a filial que se defende
Sempre tem uma em cada canto e ainda que eu não curta muito filiais, é uma que vale a pena ir. Não tem erro. Nicaragua 6055/ facebook.com/nucha.reposteriaartesanal.

♥ Decata: para passar o tempo que quiser
Com cheesecakes gostosas, um ambiente agradável e comidas boas, o Decata vem cheio de gordices para alimentar a alma no inverno. O de Hollywood não é tão lindo quanto o do Soho, mas vale a ida. Post completo aqui. Honduras 6100/ www.facebook.com/pasteleros.


Bom final de semana!
SUBIR
Buenos Aires para Chicas . Todos os direitos reservados. © Maira Gall .