Crise e Porque Ainda Vir

14 de dez de 2012

Eu postei esses dias no facebook uma matéria que meio que exagera, sob o meu ponto de vista, a atual situação econômica argentina. E decidi então, me sentar e escrever o que eu acho sobre isso.

Primeiro, É MINHA OPINIÃO, e qualquer comentário maldoso e que me xingue vai ser excluído sim do post. Quer manifestar opinião é uma coisa e vai ser respeitado, de resto, por favor, nem leia.

Ok, Buenos Aires sempre foi uma cidade rica mesmo, lá nos primórdios geral achava que aqui era Paris da América Latina e com isso o povo cresceu de nariz empinado e praticamente não há miscigenação de raças. Aliás, o porteño é mais metido e isso não é segredo para ninguém. Como o intuito aqui não é contar história e sim a situação atual, eu passo a dizer que realmente acho que a mídia exagera um pouco sim quando o assunto é a Argentina.

Jardin Japones, um dos parques mais lindos!
Você pode concordar ou discordar, mas mídia tem que tomar cuidado quando escreve porque influencia demais a vida das pessoas. Todos os dias eu recebo e-mail de gente que quer cancelar a viagem pra cá porque o país está em crise. Realmente, pra que mora aqui a situação é mesmo mais complicada. Desde 8 anos que tenho estado aqui as coisas só aumentaram. Aumentam porque é normal aumentar e aumentam porque a situação não está lá 100%.

Quando a gente vê o valor, assusta! Poxa, uma água 6 pesos, mas isso em real seria 2.5. É caro é, mas não é o máximo do absurdo do valor. A gente assusta sim com o número, uma camisetinha de grife 300 pesos, mas que marca mais bonitinha do Brasil não cobra 150 reais numa blusinha? A diferença é que Buenos não é mais econômica como antigamente, do tipo de vir pra cá e gastar horrores em compras. Isso não, oras bolas. E é isso que eu acho que assusta quem viaja pra cá e vamos ser realistas: Buenos JÁ FOI um destino de compras, hoje não é mais. E eu me sinto até mal porque parece que brasileiro só vem pra cá pra fazer compras, prefiro pensar que não.

Café de los Angelitos, tango inovador.
Eu canso de dizer que Buenos é muito mais que Florida, Avenida Santa Fe e outlets da Villa Crespo. Buenos Aires é boêmia, drama, paixão, é poder ficar até tarde na rua e não ficar desesperado, é poder ir (mesmo sem dinheiro) aos inúmeros parques da cidade, é poder usufruir dessa capacidade que o argentino tem de ser tão culto e tão nobre em filosofar sobre um autor qualquer, por exemplo. É poder flanar sem pensar no horário nos milhares de cafés que a cidade tem, é poder ir até a Costanera e comer um simples choripã e ficar olhando o Rio de la Plata, é poder, enfim, entender o tango deles tão praticado na vida cotidiana. É ir ao mercado chino da esquina do teu hotel-casa e poder comprar um Malbec por 30 pesos e comprar um queijo baratinho e se fazer de bon vivant. Buenos é sair a noite, e ver crianças as duas horas da manhã acordadas com seus pais em restaurantes de Puerto Madero.
Bue nunca foi destino de Nike, Puma e Adidas. A Florida nunca foi O paraíso de compras ao estilo Bráz, 25 e José Paulino em São Paulo.

O turismo diminiu? Claro. Normal diminuir. Se as coisas aumentam, diminui, mas cresce então o turismo de verdade. Aquele que é interessado em cultura e afins.

Eu repito ainda que essa é MINHA opinião. E concordo que o país não vive seu melhor momento, como já disse em diversas outras ocasiões. O problema é bem mais profundo do que a gente acha que é, e não passa só pelo economia e sim pela política, claramente.

É também uma pena que a mídia não relate a quantidade de brasileiros que vem pra cá pra estudar em faculdades públicas e não pagam nada por isso. Eu digo que 95% das pessoas brasileiras que eu conheço aqui são estudantes do ensino superior na UBA. Isso ninguém fala.
A Argentina mesmo com todos os problemas não coloca travas nesse intercâmbio: estrangeiros têm, praticamente, os mesmo benefícios que um nacional tem: saúde, educação pública, por exemplo, que é boa e super democrática. Conheço gente que vem pra cá pra fazer tratamento de quimioterapia porque o país dá de graça e sem olhar a quem. Isso ninguém fala.
O sistema educacional aqui é fantástico, tanto público quanto particular. Não estuda quem não quer, de verdade.
Florencio, um café maravilhoso.
O transporte público funciona. Praticamente não há um ônibus que não te deixe aonde você quer ir.
Ou seja, há outras milhares de qualidades que vender só uma Buenos Aires que está ficando cara e, aparentemente, caótica. E é uma pena que existam pessoas que só enxerguem a cidade como ''não é mais destino de compras, está cara''.

Eu, como expatriada, penso sim que voltar pode ser uma opção, mas a minha vida aqui custaria zilhões em São Paulo, de onde eu venho. E ainda que soe estranho, passar aperto aqui é melhor do que passar aperto em SP. Aqui se você não tem dinheiro tem milhares de coisas pra fazer, em SP nem tantas. Aqui se você não tem um tostão para comer fora, jantar, pode ir num café x e pedir um expresso de 15 pesos e ficar a tarde inteira por lá estudando ou lendo um jornal, ou simplesmente fazendo nada! Pode sair pra bar a meia noite de ônibus e voltar as três da manhã de ônibus.

Realmente, eu rezo pra que essa fase passe, não só porque é triste ver isso e ver gente se afastando daqui porque o pais está em crise, mas porque, principalmente, os moradores e os locais precisam descansar dessa montanha russa que vivem há um determinado tempo. O argentino merece poder ir as nossas praias do Sul e ficar lá 15 dias como antes faziam. Não pensem que essa crise afeta só a gente que mora por aqui, afeta o Brasil também, a quantidade de dinheiro que o turismo argentino levava para o Sul era grande. Hoje isso não acontece mais, é uma pena.

Trio elétrico de rock passando pelas ruas.
Um exemplo excelente tem acontecido no Uruguai, o abençoado desse presidente uruguaio, criou planos de turismo para argentinos que querem visitar Punta del Este no verão. Sim, criou plano de verão. Isso é um exemplo a ser seguido. Cadê que as praias mais visitadas por argentinos no Brasil oferecem isso? Não oferecem, e é uma pena que em tempos de necessidade e de solidariedade com a galera daqui, não tenham locais que ofereçam facilidades para os turistas. Não digo nem ''planos de verão'' mas algum programa em especial. Afinal, a população daqui não tem culpa de que as medidas governamentais têm deixado a cidade meio excluída do circuito, mas isso é outra história. Outro exemplo super legal é o Chile, que tem feito de tudo para aumentar o turismo para argentinos.

Enfim, eu termino o post ainda citando diversas razões pelas quais Buenos vale a sua visita (e não  o governo não patrocinou meu post eheh):
- Boêmia.
- Flanar em cafés.
- Inúmeros parques.
- Livrarias incríveis e um teatro maravilhoso.
- Vida noturna que bomba.
- Passeios grátis.
- Costanera e seu choripãn.
- Mercadinho chino e seus vinhos.
- Sentar em Puerto Madero.
- Tango.
- Inúmeras atividades, feiras, sempre!
- Muito amor!

Beijos!

105 comentários

  1. Eu tenho férias marcadas para Abril e Buenos Aires está se tornando o destino de viagem, principalmente depois que encontrei seu blog.

    Muito bom. :)

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. OMG, meuDEUSSS tô influente ehehe! Beijoca e gracias pelo comentário.

      Excluir
    2. Amanda , estive em Buenos Aires em novembro e acho que mesmo com inflação alta as pessoas devem ir sim. Compras na minha opinião a gente faz no Brasil, onde se encontra produtos bons, de qualidade, novidades e lançamentos, o que não consegui encontrar nos poucos outlets por onde passei. Infelizmente nós ainda temos o pensamento que "tudo importado é melhor", "isto não tem no Brasil"...Em outros países a gente deve aproveitar pra comprar aquilo que não se encontra no seu proprio país, um artesanato diferentem um produto regional, uma vez que preço por preço pra que carregar peso? Buenos Aires é ótimo para turismo, parques lindo, belas construções, shows de tango espetaculares, bons restaurantes e ótima vida noturna. Recomendo a todos turismo em Buenos Aires.

      Excluir
    3. Complementando ainda, acho muito triste brasileiros que vão a Buenos Aires, passam os dias a fazerem compras pagando o mesmo preço ou mais do que pagariam no Brasil , não conhecem os pontos turísticos de Buenos Aires e ainda saem correndo do restaurante sem dar os 10% de serviço do garçon.Pior, depois ainda falar que na cidade não tem nada pra fazer....bjs

      Excluir
    4. Ai Jana, nem fala, sobre essas pessoas prefiro nem dizer nada :( Obrigada pelo comentário! Beijoca.

      Excluir
    5. Excelente post! Ou melhor, excelente blog!
      Vou passar abril inteiro aí também, e estou adorando todas as dicas que você dá!

      Excluir
  2. O brasileiro, por ser um povo emergente, cuja economia está cada dia mais forte, infelizmente ainda é um turista de compras. Prefere gastar com produtos que são mais baratos lá fora, do que pagar um guia, pagar entrada de museus, de passeios... O que resta é rezar muito pra que isso mude! E blogs/site que incentivem isso, como você faz, Amanda, com certeza já é muita coisa!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigada, Mari! Tomare que o uso do dinheiro mude de rumo :) Beso!

      Excluir
  3. Amanda! Quando li, "melhor passar aperto aqui do que em SP", vc disse tudo!! Voltei para SP em setembro achando que ia encontrar um super emprego pq ta todo mundo falando que a economia ta bobando e tal... enfim, até agora não achei nada incrível e depois que passei a semana passada inteira aí, fiquei com mais vontade de voltar, tenho vontade chorar quando leio seus posts... a Argentina pode estar em crise, mas existe ainda essa vidinha que eu amo de poder fazer todas essas coisas do cotidiano de Buenos Aires. Lá vou eu, mais uma vez juntar uma graninha só para poder voltar, procurar emprego e voltar a usufruir de tudo isso de novo!! Lindo post! Parabéns!!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Nini, eu também não sei que economia está bombando no Brasil. Vivo em SP e meu salário não sobe, eu não consigo emprego melhor, os aluguéis e preços estão insuportáveis e a cidade cada vez mais caótica e cruel. Buenos Aires é realmente um alento. E eu também choro, mas infelizmente não vivi lá :)

      Excluir
    2. KKKKKKKKKKKKK !!!!!Eu tenho essa vidinha de sonho aca em Brasil.....Gente e so trabalhar.Assim como muitos de voces continuam seja aca ou la fora.Se nao arranja emprego trabalhe por conta propia....Dinheiro o Brasil tem e so usar a cabeça e organizar-se.Vidinha de sonho a gente faiz em qualquer parte e so decidir,pesquisar e batalhar e depois e so disfrutar!!!.Beijos

      Excluir
    3. Nini, é isso o que eu acho sabe? Planos todo mundo tem e é excelente fazer isso, mas pra essa vida cotidiana Buenos é ainda boa, tem de tudo pra todos os gostos e bolsos.
      Sorte, viu? Beso!

      Fer, acho que a situação está ruim não só aqui ou no Brasil, mas no mundo inteiro.

      Talita, concordo! Mas cada um tem uma vontade né? Se a gente não tá feliz no lugar onde mora, então melhor se mudar mesmo! Gracias pelo comentário.

      Excluir
    4. Gente, é ilusão dizer que a economia aqui no Brasil está estável, pelo menos não para mim, pois sou Servidora Pública Federal, e o meu salário está congelado há 06 anos; mas o meu poder aquisitivo está cada vez menor não só por conta do arrocho salarial, mas principalmente, por conta da inflação comendo solta em todos os âmbitos.

      A crise está realmente mundial. A exemplo de uma irmã de uma amiga, que já vive em Portugal há anos (inclusive já com dupla cidadania), analista de sistemas e trabalhando em sua área, mas que está voltando para o Brasil, pois a empresa onde ela trabalha irá reduzir seu salário em torno de 40%. Ai já viu, né...

      Excluir
    5. Pois é Glorinha, se compararmos Europa com nós aqui no Sul, estamos melhores.

      Besos

      Excluir
  4. Buenos é uma cidade especial...Merece nosso carinho. Só de lembrar das comidas...ai ai! :)

    ResponderExcluir
  5. Excelent! Infelizmente parte dos brasileiros pensa só em consumo, não expadem a cabeça para aprender o quanto é importante a cultura de outras nacionalidades, modo de vida; porque na vida o que vale mesmo é os bons momentos.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Pois é, vamos torcer pra que a mentalidade das pessoas mudem =) Beijo e obrigada pelo comentário.

      Excluir
    2. O proplema é que o Brasileiro,não quer saber nem da cultura de se país,imagina de outras nacionalidades.

      Excluir
  6. Concordo com cada palavra. Fui nos últimos dois anos, e já tô morrendo de vontade de ir de novo. Comprar faz parte do turismo brasileiro, não tem jeito. Como você falou, só não é legal quando isso vira prioridade ou motivo principal da viagem né? Mas enfim, cada um é cada um. Ótimo post! Beijos

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Super concordo com teu comentário, Natalia! Cada um, cada um, mesmo! Beso e gracias!

      Excluir
  7. Acabei de voltar de Buenos e já quero ir de novo. Quer comprar? Vai para Miami, oras... uma delícia andar sem preocupação. Segurança é uma coisa que me cativa. Fora a delícia que é a cidade. Sou mais uma brasileira apaixonada por Buenos Aires!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. OMG, somos duas Amandas apaixonadas por Buenos ehehe!

      Excluir
  8. Adorei seu post. É bem por aí mesmo: das coisas boas NINGUÉM fala. Neguinho aqui só faz meter o pau em argentino porque é provinciano pra caramba. Porque não valoriza educação, mas valoriza gastar. Povo aqui quer ser os EUA, então consumo é o maior valor e realização que uma pessoa pode alcançar (inclusive viajando). Ser bem-sucedido é ter um carro (de preferência daqueles tratores de luxo) e andar com um "Hollister" gigante no peito (nada contra, questão de gosto, mas eu acho que fazer cosplay de outdoor é cafona demais). Eu adoro comprar, e acho que tudo no Brasil é caro demais pra uma qualidade/bom-gosto pífia. Os impostos nos matam, a filosofia do "paga caro quem pode" também. Mas peraí: viajar vai muito além disso mesmo.

    Eu fico muito, mas muito triste com esse tipo de mentalidade do brasileiro classe média que está conseguindo viajar pro exterior pra gastar um pouquinho mais. Mas isso também mostra bem que tipo de formação tem o brasileiro.

    Besos, chica

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ai Fer, me redimi com teu comentário. Posso te clonar? Besos e MUCHAS gracias!

      Excluir
    2. Fernanda vc disse T-U-D-O! Sinto vergonha dessa mentalidade de muito brasileiro. E o pior é que não metem o pau só nos argentinos não... são provincianos no tratamento com seus compatriotas mesmo. Vejo isso todos os dias ao não dar bom dia ao porteiro, pedir por favor antes de fazer o pedido ao garçom e por aí vai... Julgam os outros pelo TER e o legal é ostentar.Vergonha, muita vergonha! bjs Juliana.

      Excluir
    3. Uma pena gente que valorize mais o ter :(

      Excluir
  9. Mudemos a mentalidade, para uma amiga que veio da Europa e achou tudo carerésimo (não veio para fazer compras, mas para visitar a filha, e ela é Argentina). Para todos os meus familiares que vem todos os anos me visitar, e que acharam um absurdo os preços básicos (sair pra comer). Pra uma Manager da minha empresa, que veio da Alemanha, e reclamou dos preços do supermercado. Pra fazer turismo vale? Talvez...Mas é um absurdo dizer que "é normal" que os preços subam...
    Além de tudo isso, TODOS os meus amigos argentinos, reclamam dos preços (e eles não estão aqui pra fazer turismo...). Tem muita coisa boa? Tem sim. Mas atualmente existe uma profunda crise econômica, que não deve ser tratada como uma novelinha das 6. Mas só quem paga impostos, aluguel, faz compras no mercado, trabalha o dia todo e vai além da opinião dos turistas sobre a cidade, consegue ver isso...

    Sds,

    Fernanda

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Fer!
      Claro, foi como eu disse as coisas aumentaram, mesmo! Obviamente. Eu disse que é ''normal'' aumentar porque é realmente normal ter uma inflação leve, e com os altos e baixos da moeda os preços diferem mesmo, não tem jeito. Isso aqui e em qualquer lugar do mundo. Acontece que sim, claro como você disse, a situação aqui é mesmo outra. E só quem mora pra sentir, principalmente quem está por aqui há um tempo. Mas é rezar pro país sair dessa, né? Beijoca e obrigada pelo comentário.

      Excluir
  10. Eu gostei muito das suas observações ate porque eu tenho um pensamento meio que igual ao seu. Buenos Aires nao é para as pessoas sairem do Brasil e se meterem em shopping ou na Floirda para se acabar nas compras. Para isso, pode-se se ir para os EUA que tudo esta barato la. Buenos Aires é bem maior que isso. É tango, é nostalgia,é Puerto Madero, sao as livrarias e os maravilhosos cafes. Quanto a segurança, ano passado ja nao achei tao tranquila e nao mais ando mais como andava ate uns 10 a 12 anos passados. Mas para minha alma portenha, Buenos Aires continua me encantando e torço para a situação economica melhorar novamente. Teresa Rocha

    ResponderExcluir
  11. Oi Amanda!!

    Descobri o teu blog a uma semana e estou encantada. Vou ir pra Buenos Aires do dia 01/01/2013 até 11/01/2013 e tenho aprendido muito aqui. Principalmente pq o meu objetivo maior é mesmo conhecer e não voltar com 300kg de compras. Obrigada por ajudar brasileiro perdidos...

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Uhuuu Jack! Qualquer coisa grita aqui! Boa viagem, beso!

      Excluir
    2. ola Amanda, parabéns pelo blog e estou indo a BUE entre 1/01 até 08/01 e seus comentários, verdadeiros, estão me ajudando a conhecer melhor a cidade que irei visitar e, concordo, comprar ??? não é o fim do turismo mas sim "conhecer e conviver" para poder apreciar a cidade...abraço!

      Excluir
  12. É isso mesmo, Amanda. A economia do país pode estar uma m......mas Bue não perde nunca este encanto que só ela tem.

    ResponderExcluir
  13. Oi Amanda e um fato que a Prensa sempre exagera um pouco sobre as noticias de crisis economicas em muitos paises.Eu moro em Sao Paulo e gosto de vialhar para varios paises porque meu trabalho e trabalhar com força para tener dinheiro para comprar e revender.
    Eu ja foi para Argentina como turista anos atras so que agora eu quero ir para comprar e revender por exemplo roupa.Sei que vc nao gosta dessa perguntas mais eu to precisando de resposta certa.Eu perguntei para voce Porfavor quanto e o equivalente de 200 pesos em reais e voce na me respondeu pois eu preciso de um conselho de alguem que more la e comparte suas experienças(por esse motivo eu acho que vc tem este blog).Eu pesquisei na internet e eu achei teu blog com boas informaçoes e por essos motivos fiquei interesada.Se incomodei me desculpe mais e por motivos de trabalho.....Agora nao tenho tempo para ser uma completa turista isso eu vou deixar quando este um pouco mais na frente e pesquizarei as novedades deste seu blog.Acredite rsrsrs
    Para a primeira Fernanda(pois nao sei se ela e a mesma do post de embaixo) tem coisas muito boas neste pais e a calidad e otima,nao despreçe o que e seu!o que eu concordo com vc sao os impostos como por exemplo para os tennis(para mi isso e um abuso) que sao muito mais baratos em outros paises incluindo os Estados Unidos,entre outras coisas.Para a outra Fernanda a vida em Europa mais cara que o Brasil(e uma que outra cosa e mais barata) e nao e por nada os europeios sao a maioria mao de vaca(eu ja morei em Europa)nao e como o brasileiro o qualquer outro latino....eles quando chegam aca ao Brasil por exemplo pensam que com cinco reais podem comprar um maço de cigarro marlboro,uma coca cola,chiclets,agua e biscoito(Eu foi testemunha disso muitas veces e nao aguentei e parti a rir na frente deles)como aconteçe nos paises pobres de Asia(porque eles levam o euro e essa moeda para quem ja foi por la sabe que vale muito e vc pode comprar muita coisa)e eles acham que aconteçe o mesmo em sudamerica.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Talita, não é que eu não gosto. Eu já falei diversas vezes que o blog não é meu trabalho, é meu hobby. Ou seja, eu além de trabalhar 9 horas por dia, também tenho o blog e OUTROS trabalhos. E eventualmente não tenho tempo para responder tudo rápido. Mas se você ver o blog vai notar que ninguém fica sem resposta.

      Ainda assim, já te respondi no outro comentário o quanto seriam 200 pesos em reais. Essa informação também é de fácil acesso na internet, e do lado direito do blog tem uma tabela com o preço do câmbio do dia, é só fazer a continha :)

      Beso!

      Excluir
  14. Ja voltei pro Brasil, mas quero voltar pra morar.
    Passei por muitas coisas, falta de energia, falta de agua, 3 PAROS, chicos histericos, chicos q não querem ser amigos, argentinas celosas, mas nada tira o brilho e o encanto que BUE tem. Culturalmente é demais!
    Amanda, se souber de uma vaga pra Analista de Sistemas me avisa, viu?
    [rs]
    Besos y sucesso pra ti, guapa!

    ResponderExcluir
  15. Fui ao chile esse ano e amei( e todo mundo comentando como roupa lá estava caro) mas eu fui para passear , não liguei para compras. Trouxe meu vinho e voltei feliz com que conheci. Em janeiro vou ficar 10 dias em BsAs , lugar que sempre achei um charme e estou super animada. Quanto a crise não me desmotivou nem um pouco, pq planejo minhas viagens com o intuito de conhecer a cultura local, gente nova, apurar ainda mais o paladar(rs)e compras nunca foram um foco para mim. Planejo ir aos EUA em 2014, aí sim vou ter um roteiro para compras tb pq acho que lá até vale a pena. E quanto ao seu blog, adoro e recomendo sempre. Parabéns!

    ResponderExcluir
  16. Oi Amanda,

    Vc sabe que eu te sigo há um tempo mas quase nunca me pronuncio por aqui. Vivo sempre te enchendo pelo face mesmo. Mas desta vez decidi dar minha opinião.
    AMEI o post. Estive no começo de novembro em Bue, para minha Lua de mel, fiquei no apê do Eduardo&Gisele, lugar maravilhoso e bem posicionado.
    Concordo em número e gênero com o que vc disse.
    Nem passei perto da florida, santa fé etc.... tem tanta outras coisas que sinceramente não vale a pena. Sou de São Paulo, amo esta cidade e as coisas que tem por aqui, mas como meu marido disse ele ficou "triste" de ver como São Paulo poderia ser melhor se "importasse" um pouco de Bue. Suas praças e parques que realmente servem para ser usufruídos pela população, os cafés e as livrarias lindas e aconchegantes, e o melhor de tudo é andar pela cidade quase sem medo do que vai acontecer.
    Já combinei que vamos voltar pelo menos uma vez ao ano, duas dicas de lugares foram valiosas. O Il ballo del mattone é o melhor do melhor de Bue.
    Mas o que acontece é que infelizmente no Brasil temos uma cultura do consumo muito forte e isto significa, lugar bom é lugar para comprar. Isto é certo? não. Tem que mudar? Tem. Vai mudar? não sei, acho bem difícil pra falar a verdade.
    Só pra ter uma noção na volta da viagem dentro do avião escutei de uns passageiros atrás justamente uma conversa deste tipo. Que em 2008 era muito melhor, etc... Só falaram sobre compras e como Miami era a "cidade" da vez. Coitados, tenho dó deles!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ai Rê, somos duas que temos dó dessas pessoas. É MUITO triste ouvir isso, realmente. Me dói porque é muito mais forte do que só querer comprar, é uma cabeça pequena, e esse é o principal problema.

      Excluir
  17. Lindo post, Amanda! Deixa esse povo ir para Miami/Orlando, se encher de tênis da Nike e liberar Bue pra gente! Vou falar do que gosto quando chego aí: sentar num bar/café como o Bar Ramos na Corrientes e pedir um tostado e um vinho da casa, ouvindo velhos senhores conversando sobre política nacional e/ou futebol. Sem mais! Besitos

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Amoooo tostado con café e ficar pensando na vida sem ter hora pra voltar *-*

      Excluir
  18. "O turismo diminiu? Claro. Normal diminuir. Se as coisas aumentam, diminui, mas cresce então o turismo de verdade. Aquele que é interessado em cultura e afins."
    ISSO. Amei o post. E amo cada vez mais Buenos. ♥

    ResponderExcluir
  19. Adorei seu post, fui em 2010 para conhecer e voltei apaixonada por tudo que vi...Tanto que estou economizando para poder fazer um curso em Buenos Aires, e sinceramente se tudo der certo quero ficar morando. Mas crises são ciclos infelizmente toda economia passa por situações complicadas. Torço para que tudo melhore e com certeza vai melhorar, e espero estar ai em breve. Besos Daniela

    ResponderExcluir
  20. Amanda...
    Amo demais seu blog e por coincidência descobri vc por aqui após chegar da minha sétima viagem para Buenos Aires e dessa vez incluindo alguns dias numa cidade que descobri na revista da Gol e decidi que tinha que conhecer....Rosário ! Amei..linda demais.
    Minha primeira vez em Bueno foi no Réveillon de 2009 e só não comprei a cidade porque não cabia na mala.Fiquei doida com os preços e comprei milhões de coisas na Farmacity,loja da Barbie (para minhas sobrinhas),roupas para mim.Fui almoçar no For Seasons,chá da tarde no Alvear,La Cabrera 3 vezes por semana e muita noitada.Bueno..porque estou falando isso? Porque a situação mudou muito em BA e ao mesmo tempo como eu quis viver 24 horas acordada por ai eu descobri a boêmia,a cultura e principalmente a gastronomia. Sempre falo que como a noite de BA não tem...nem Punta chega perto (opinião minha) .Toda hora chega gente daqui de BSB me perguntando de compras por aí.Respondo sempre que BA hoje é tudo de bom mas para compras ? Corre para Miami...

    ResponderExcluir
  21. Honesto, esse teu post, guria :) E num tenha receio de desabafar não. A gente ADORA posts como esse. Fiquei com lágrimas nos olhos, juro :)

    ResponderExcluir
  22. Amanda, concordo com tudo que falou, exceto com o " é poder usufruir dessa capacidade que o argentino tem de ser tão culto e tão nobre em filosofar sobre um autor qualquer, por exemplo.", acho as pessoas aqui muito menos cultas do que em Sao Paulo. Eles tem sim, opiniao sobre tudo que formos conversar, mas na maioria das vezes sem nenhum conhecimento do tema e sem a cabeca aberta para aceitar outras opinioes.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Sério? É que é muito relativo né, depende do grupo que você tem, dos lugares que frequenta e do seu dia a dia. Na minha opinião as pessoas aqui são mais cultas, eu posso falar desde Shakespeare até de um autor novo que todo mundo conhece. O argentino lê MUITO, eu acho que isso no Brasil ainda é lento. Mas são opiniões diferentes :) Beso!

      Excluir
  23. EXCELENTE post, Amanda!! Vc falou e disse tudo.

    Ano que vem estou indo pela 4ª vez - com ou sem crise - pra essa ENCANTADORA cidade que AMO DE PAIXÃO, principalmente no quesito cultural, de segurança e de gastronomia. Ah, de quebra o duty free de Ezeiza (principalmente o da volta), que deixa qualquer um louco pra se jogar nas comprithas.

    Querida, aqui não existe “planos de turismo” para os da terra - haja vista que o turismo interno está cada vez mais inviável por conta da exorbitância cobradas nas tarifas de hotéis, passeios, etc; quanto mais para los Hermanos.

    Beso!!


    ResponderExcluir
  24. Amanda. Eu e o marido já decidimos, daqui há uns poucos anos iremos morar em Buenos Aires, vamos novamente em fevereiro de 2013. Uma sugestão para quem quer comprar barato são as lojas internacionais que entregam no Brasil e o Ebay é também uma excelente opção. Quanto a crise que o país está vivendo, é fato, mas a cultura que Buenos Aires tem, crise nenhuma a torna menos atraente,bjs.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Boa sorte, Elvira! Que dê tudo certo aqui pra vocês! Beso.

      Excluir
  25. Amanda, seu post/desabafo está mais que perfeito!

    Até eu, que estive aí apenas uma vez, acompanhada de um marido contrariado com a má vontade de alguns porteños, senti tudo isso que vc relatou no post!

    Tuas palavras tiraram um peso de mim, porque vários posts que rodam pela internet sobre a Argentina fazem as pessoas desejarem que ela nem exista ou que exploda, sem nem se dignarem a conhecer a trajetória do povo, da cultura e da política do país!

    Pra começar, graças a Deus e a nossa "boa cabeça" nunca viajamos para compras... o que precisamos, compramos onde moramos mesmo! De resto é curtir, conhecer, trocar ideias e historias, andar e observar as culturas de outros povos, aí está a graça! E Bue é riquíssima em cultura!

    Bem, nem vou me estender mais, para não ficar repetitiva, o povo aí em cima falou tudo!!! Crise existe em qualquer canto, e cada um é responsável pela vida que leva e pelo jeito que leva a vida... Se levar com bom humor e leveza já tá valendo!!!

    Beijo grande!

    ResponderExcluir
  26. To adorando o blog e anotando todas as dicas. semana que vem to por aí! ;) você pode dar dicas de baladas??

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Ligia, só clicar aqui do lado direito onde diz baladas, na lista! Beijo.

      Excluir
  27. Estive em Buenos Aires em outubro e realmente, não é o paraíso das compras. É igualzinho ao Brasil!!! O que tem de bom em Buenos? Tudo!!! Gente simpática, muita cultura, tango, cafés, romantismo... Me apaixonei por Buenos Aires. Quero voltar logo! Quem só pensa em gastar, vai pros EUA oras!

    ResponderExcluir
  28. Estranho um "chico" comentar no B.A. para chicas rs, mas eu sigo o blog da Mariana e por tabela acompanho a Amanda. Você tocou num ponto crucial: muita gente só se preocupa com as compras e não se toca que o melhor de Buenos Aires é poder flanar e tirar fotos, visitar boas livrarias, descobrir que sorvete não é apenas Freddo e que o Siga La Vaca não é o máximo. Só discordo de uma coisa: a culpa dessa situação é sim da população, afinal ela vive numa democracia e ela elegeu seus K da vida. No mais como disseram acima: se quiser viajar para comprar, vá para Orlando

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Pois é, Paulo. Hoje muita gente se arrepende amargamente de ter votado em quem votou, foram mudanças bem drásticas em pouco tempo. Tomare que para as próximas eleições haja mais sabedoria, né? Beijo e gracias.

      Excluir
  29. Tenho ido a Buenos Aires todo ano desde 2008, e o seu post retrata muito bem a super "cool "., capital portenha.

    ResponderExcluir
  30. Esqueci de te falar!!!
    Fui numa baladinha massa em San Telmo no meu ultimo fds e acho q vc deveria divulgar aqui. MOD é o nome do lugar. Varias bandinhas styles e gente bonita. Pra mim a melhor balada de BUE, mas o meu gosto é um tanto alternativo [rs]!

    ResponderExcluir
  31. Amanda,

    Aqui, também um chico blogando para chicas kkkk... Amanda você sabe se algumas medidas (não digo pra compras) para atrair o turistas. Por exemplo na época de "vacas gordas" achava os preços dos hotéis bem salgadinhos... será que diminuiram?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Ernani, como tudo, acho que tem coisas que ainda valem a pena e outras que não valem mais. Pra turistar acho fantástico. Bejo!

      Excluir
  32. Eu tenho uma porção de alunas argentinas vindo pra Curitiba em programas de multinacionais, trabalhando plano de carreira no Brasil, estudando LP e afins.
    Não fechamos as portas, nem viramos as costas. Sua visão é externa, com relação ao Brasil, assim como a nossa, com relação à Argentina. Além disso, as ações de política externa latinas raramente incluem o Brasil ou são incluídas por ele. Não é um caso específico com a Argentina, senão com o "espirito latinoamericano" que, não é novidade, inexiste na cultura nacional (pensando massivamente).

    ResponderExcluir
  33. Primeiro quero parabenizar esse blog que é ótimo!!! Vc é super didática, já pensou em ser Jornalista ou Escritora? Vc é ótima!!! Sou do Rio de Janeiro e osso afirmar que cara vem muito Argentino passar férias aqui. É só eu andar nas ruas do centro da cidade ou na noite carioca, muito argentino visitando o Rio em todas as épocas do ano. Agora, em relação a crise, creio que isso é algo passageiro,pois o Brasil também já passou por esse tipo de crise e por mais que eu e galera da minha faixa etária ñ lembre, aqui também já teve esse tipo de inflação e em alguns momentos a Argentina já teve a economia mais crescente q a do Brasil. Essas coisas fazem parte da má administração q a Argentina tem e teve. Mas logo isso passa. E se um dia o Brasil foi o destino de férias dos Argentinos. Agora a Argentina é o destino de férias dos Brasileiros.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Rafa! Obrigada! E concordo com o que vc disse: agora é a vez de vcs visitarem o país ehehe! Beso

      Excluir
  34. adorei o post. estava pesquisando sobre a situação atual da argentina e encontrei seu blog. vou para aí em abril, para o show da regina spektor e estava meio preocupada com notícias sobre falta de alimentos no mercado, por exemplo. legal conhecer seu ponto de vista. já fui a buenos aires três vezes e AMO esse lugar por todos esses motivos que você citou.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olha, não sei onde falam isso, mas pra mim e pro pessoal que eu convivo, graças a Deus, não falta nada. :) Beso

      Excluir
  35. Parabéns pelo post, Amanda. Fiquei encantada!

    E para os estudantes? Eu estou querendo muito ir para a UBA - Universidade de Buenos Aires, mas estou confusa porque todos estão falando que a crise econômica está feia. Moro no Brasil desde sempre.
    Para eu ir morar em um hostel (a princípio) e depois conseguir um apartamento (que eu sei que é extremamente difícil, eu consigo me sustentar BEM com 1.300 pesos, incluindo alimentação e as contas de luz, gás, telefone, enfim...?

    Estou muito aflita e o seu post me emocionou. Meu sonho é estudar na UBA. Amo Buenos Aires. Nunca fui nem à vista, mas pretendo ir morar para estudar.

    Melissa.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Mel, olha 1300 não dá nem ferrando. Ok? Pra viver bem não. Calcula pelo menos 2000. Bjoo.

      Excluir
    2. Obrigada, Amanda!
      Eu moro no Brasil e 2000 pesos são 750 reais por aí. Difícil
      :/
      Mas obrigada pela atenção e pela resposta.

      Melissa.

      Excluir
  36. Tenho um filho que mora em Buenos Aires há 4 anos.Fez faculdade em s.P. e dois anos depois de formado resolveu ir para aí, fazer uns cursos (FUC -SICA ). Os cursos que ele queria fazer já fez.Continua só trabalhando . Tudo o que vc colocou no seu post sobre a cidade me soou "já ouvi isso".Fui três vezes visitá-lo e devo dizer que adoro aí !!... Com certeze que a primeira vez que fui ele me levou a conhecer todos os pontos turísticos que todo mundo vai conhecer , mas foi de uma forma não fazendo turismo ,mas como quem mora na cidade e eu amei a forma como ele me apresentou aí.Gosto de andar pelas ruas olhando a arquitetura,as ruas arborizadas ,as praças bem conservadas e frequentadas ; as inúmeras livrarias da Corrientes ; os cartazes imensos (acho o povo bem dramático ) (Ricardo Fort inclusive )anunciando as peças teatrais ;a pizza que vc pode pedir aos pedaços na Guerrin (eu adorei ); a empanada num lugarzinho gostoso que ele conhece em San Telmo ;o choripan na Costaneira; a milonga , com gente comum dançando tango ; os programas de tv com muito bate-boca ( Tinelli, Moria e companhia );os cafés ; a forma apaixonada como eles conduzem tudo....é um povo apaixonado ,me parece!....Gosto de ouvir o 'mui amable " (não sei se é assim que se escreve).Acho incrível o número de quioscos dos quais meu filho falava desde os primeiros telefonemas quando aí chegou e todas as outras coisas que vc enumerou para continuarem a visitar Buenos Aires.....Gosto demais daí e quando meu filho que foi , mas para voltar mais ou menos em três ou quatro anos , fala que talvez volte este ano , eu sinto como alguém que quer terminar um namoro ...mas não consegue...sabe aquele desligamento demorado , meio doído ?...Só porque precisa ? Às vezes sinto que acontece isso....Mas porque aí é muito gostoso mesmo !!!!!Fora o friozinho no inverno que propicia vestir o tipo de roupa que aqui não dá muito .E è linda !!!!..Faça bom proveito !Felicidades !!!!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Hahah me identifico com o teu filho porque eu sinto isso também. Sempre que penso em voltar sinto uma pena, essa coisa de não querer deixar essa paixão doida que eu tenho pela cidade e seus detalhes. Buenos é mesmo apaixonante!

      Excluir
    2. que lindo relato. como não se identificar? buenos é isso, paixão!

      Excluir
  37. Ah ! Me esqueci de comentar de como acho as pessoas aí autênticas !Eles fazem seu próprio estilo...roupa, cabelo....enfeites de cabelo.... Gostou,usa e faz,mais ou menos assim! ....Gostam também de tatuagens....Acho a plástica que elas fazem um pouquinho exagerada...muito bocão......Mas tudo isso faz a "cara " daí.E os músicos nas ruas e metrô ,muito bonito !!!!!..... Vale muito a pena !Será que com tanta coisa para admirar alguém vai só para comprar ?!!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Aiii olha, tem gente que INFELIZMENTE, vem só pra comprar mesmo :(

      Excluir
  38. um dos posts mais honestos, sinceros e que eu mais gostei. percebe-se o seu amor por BA. e essa é a opinião mais legítima e a que mais vale a pena, opinião de quem realmente sabe amar e viver a cidade.
    'comparto' seus sentimentos. vivi em baires durante todo o 2012 e estou louca pra voltar! pra viver aí pra sempre! não importa o que pensem ou o que digam! só quem viveu a cidade pra entender o significado de "mi buenos aires querido".

    ResponderExcluir
  39. Oi, Amanda!
    Vou para Buenos Aires pela terceira vez na semana que vem; e estava dando uma olhadinha nas novidades, no que eu quero ver de novo ou não... E vim parar no seu blog, que é ótimo, e neste post! A última vez em que fui foi em 2008. Pela pesquisa que fiz recentemente, vejo que os preços aumentaram bastante de lá pra cá. Na verdade, percebi isso pelo preço das refeições (mesmo em 2006 e 2008, quando ainda tudo era mto barato por aí, eu quase não comprei nada, exceto nas feirinhas de Palermo... ;o)), o que feliz ou infelizmente, não vai impedir que eu me acabe de comer por aí. Afinal, por mais que Buenos Aires esteja caro, não é exploradora como SP, onde moro!
    Pra dizer a verdade, Amanda, é até bom, de certa forma, que os preços tenham subido, porque vou falar a verdade: eu morro de vergonha daqueles brasileiros alucinados que só pensam em comprar, que invadem a Argentina, falando português alto e rápido, achando que os garçons e vendedores são obrigados a entender!
    Eu guardo Buenos Aires em meu coração, e voltar a visitá-la é sempre um motivo de muita alegria para mim!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. OMG QUE AMOR DE COMENT! Comenta sempre, vai! Bjo.

      Excluir
  40. Amanda querida,

    Seu blog é maravilhoso. Estive em Bue no carnaval e ameeeeiiii a sua cidade!!! Foram 6 dias e consegui ir além da listinha de lugares que pretendia visitar. Fiz até um day tour à Colônia de Sacramento, que super indico para quem gosta de cidades históricas.
    Não achei nada inseguro,caminhava à noite (no centro) com a tranquilidade que não existe em nenhuma cidade brasileira. Já morei no Rio e nunca me atrevi andar na Pres. Vargas ou Rio Branco à meia noite, rsrsrrs.
    O custo da cidade não difere, em nada, do praticado nas nossas capitais.
    Enfim, tanta coisa para ver que me dói pensar que alguém tome Bue como destino apenas pelas compras. Sempre faço uma comprinha ou outra acidental nas minhas viagens, mas JAMAIS faço disso uma finalidade.
    Pretendo voltar, com certeza!!!
    Beijos e gracias pelas preciosas dicas :)
    Maria Helena

    ResponderExcluir
  41. Olá! Só vi esse post depois de ter chegado dai e confesso, a cidade continua perfeita! porque pra mim também turismo não é só compras ( E olha que ainda comprei umas coisinhas básicas)mas o turismo cultural me cativa e dessa vez, com mais tempo, vivi um pouco disso tudo! Passamos uma tarde em Puerto Madero e foi uma delícia,sentamos em várioooosss cafés e conversamos muito, inclusive sobre a tal crise, mas também sobre o valor dado nessa cidade a sua história e pessoas. Confesso que senti diferenças na cidade, nas pessoas especificamente. Mas senti uma recepção que dá outra vez não tive, paciência em nos fazer entender, brincadeiras e muito charme argentino. Fiz basicamente tudo o que você citou, só não fui a teatros, o que me doeu, porque ai tem muita coisa rolando, que pelo menos na minha cidade não acontece. Achei a cidade sedenta por pessoas que a curtam como deve e quero muito voltar e falar pra quem vá que faça isso e muito, Buenos Aires merece!

    ResponderExcluir
  42. Os 11 motivos que vc listou, no final do texto, me fizeram ir pela primeira vez. O último vai me fazer voltar pra ficar!

    Amo Buenos Aires...

    ResponderExcluir
  43. Oi Amanda!!! Conheço Buenos Aires e quando fui me apaixonei pelo pais, voltei ao pais e conheci a Cidade de Cordoba , Mendoza entre outras. Ameiiiiii seu post ,pois diferente do que muitos brasileiros comentam eu acho os argentinos muito agradaveis (principalmente os nào -pportenhos) e é bem o que você disse Argentina no geral tem atividades para todas as idades, parques lindos que não paga para entrar.

    ResponderExcluir
  44. Oi Amanda...

    Mesmo vendo seu post só agora, concordo com você. Parece que o temos mania de viajar só para fazer compras e esquecemos de conhecer a alma da cidade que estamos visitando.
    Estive em Buenos Aires há um ano atrás e vou voltar agora em novembro. Sabe por que? Porque adoro cafés onde posso passar o tempo sem pressa. Visitar uma livraria só para sentir o cheiro de livro novo (eu amo isso!). Ver os cachorrinhos no parque. Passear por todos os parques possíveis! A vida noturna tão gostosa. A Recoleta, que também é meu bairro de coração. Ir ao mercadinho e conhecer um senhorzinho muito simpático que começa a falar de futebol com a gente... enfim...

    Por isso q quero voltar. Ir em lojas, fazer compras é legal, claro! Só não podemos deixar isso ser prioridade em toda viagem.

    Essa é minha opinião.

    Um bj.

    ResponderExcluir
  45. Olá, Amanda!

    Desculpe mas devo discordar de alguns comentários. Estive em Buenos Aires recentemente, gostei dos lugares , mas as pessoas...

    Fui muito humilhada e maltratada nessa cidade. Os Hermanos se acham os melhores do mundo e olham para nós brasileiros perguntando: Pelé ou Maradona?

    Falta respeito ao próximo para uma cidade que vive do turismo . Falta ser um povo de grande nível , sim.

    Falta gente bem humorada, falta simpatia. Como disseram as 50 pessoas que estavam no mesmo Hotel: Que saudades do Brasil!

    ResponderExcluir
  46. Boa Tarde Amanda,

    Tudo Bem?!


    Eu e minha mulher estamos seguindo o seu site, pois gostamos muito das informações que passa por aqui. Dia 01 de agosto iremos passar uma semana em Buenos Aires.
    Unica grande dúvida é a seguinte :

    Quero fazer o Cartão Visa Travel Money, e fiquei sabendo que não estão aceitando em Buenos aires nos restaurantes, para saque e todos os outros pontos.
    Isso é verdade ou mentira?

    Como não acesso muito a internet, peço por gentileza em responder em meu e-mail .

    rodrigo.melques@gmail.com

    ou

    melques@br.costa.it

    Desde já agradeço muito.


    Att,

    ResponderExcluir

SUBIR
Buenos Aires para Chicas . Todos os direitos reservados. © Maira Gall .