Conquistando a Amizade de um Argentino

5 de nov de 2012

Muito se fala que argentino é mais seco e meio duro na hora de fazer amizade. Não é mentira. Brasileiro que tem mesmo essa cara de carinho constante e é mais fácil que fazer brigadeiro na hora de conquistar um amigo, mas nem por isso pense que vir à Argentina é sinônimo de ficar um bom tempo sozinha. 

     Quando eu cheguei, eu juro, sofri horrores. Já disse isso nesse post aqui, meu colégio era um tanto quanto local e por isso eu me sentia bem fora dos padrões. Posso disser que não tenho nenhuma amiga do Ensino Médio aqui. Isso não me orgulha, sei que parte desse feito é minha culpa, mas levando em conta minha idade na época e tudo o que isso envolve (pensamento, não entender why the hell eu estava fazendo aqui, etc) não é tão ruim. 
Betu, eu e Vani. Amigonas de vida argentinas.
     Argentino é sim mais seco. Ponto. Ainda que não podemos generalizar é mais difícil romper a barreira quando se é estrangeiro também. Hoje o povo já aceita melhor essa levada IMENSA de gringo por aqui, mas mesmo assim tem gente que não curte. -
     Sobre isso eu tenho algumas sugestões pra quem vai vir morar aqui, ou já está morando:

- Respeite o espaço. Argentino é bem reservado, portanto forçar amizade não vai rolar. Entenda que a pessoa precisa de tempo até te aceitar na vida dele, precisa de tempo para confiar em você. Paciência.
- Ainda que a pessoa pareça mega simpática e extrovertida no começo ela sabe que não te conhece. Pode dizer ''nos vemos'' e nunca te chamar para sair. E você fica aí vendo seriado num sábado a noite.
- Convide você. É legal partir da gente também esse afeto. Se você convida a pessoa para fazer algo já demonstra que está afim de levar mais adiante a amizade.
- Argentino é sincero e muito de grupinho. A maioria das meninas aqui levam amizade com o mesmo grupo de 10 meninas que se conhecem desde o primeiro ano do colegial. Essas, por outro lado, tem cada uma sua melhor amiga e isso cada uma sabe. Vou me explicar melhor: minha irmã por exemplo, tem um grupo de, juro, 10 amigas. E cada amiga tem sua melhor amiga dentro do grupo. E isso todas entendem que é natural e não vão te crucificar porque um dia você sai sozinha com a sua melhor amiga e não com o grupo todo. Aliás, argentino é bem assim: entenda que se sai uma amiga com outra, não é porque a pessoa não gosta de você, e sim porque eles são assim. Tem dias que eles querem sair com uma e tem dias com outra.
Ou seja, no trabalho por exemplo tenho várias amigas, mas temos nossas melhores amigas cada uma e ninguém fica mal ou chateado porque Fulana saiu com Ciclana sem chamar Beltrana, entendem? Cada uma sabe o espaço que esses afetos tem que ter. Sem ciumera.

Dia 20/jul é o dia do Amigo aqui. A data é tão comemorada
que tem que reservar com antecedência uma
mesa prazamiga.
- Você chama para sair e a pessoa não responde. Isso é normal. Muitas vezes eu chamo alguém pra sair e a pessoa ''some''. Argentino quando quem sair, pega, avisa, chama e vai. Se a pessoa não responde é porque não quer ir mas não quer te dizer. Não estranhe.

     Mesmo que soe meio estranho, é muito natural de qualquer nacionalidade (menos brasileira) levar um tempo para conquistar a amizade do outro. E não é surpreendente, né? Ou seja, é claro que rola um medo, você não conhece o bendito cujo mas tendo paciência, eu garanto, que depois que você conquista a amizade de um argentino, vai ser amizade pra vida inteira. Eu posso falar que tenho poucos amigos argentinos, mas os que eu tenho são para qualquer hora, me ligam sempre, estão sempre ali presente pra qualquer momento e pra qualquer hora. E eu acho isso o máximo. Tem falsidade? Tem. Tem mentiras? Também. Mas entre esses que são os melhores amigos a amizade vira um afeto lindo, isso eu posso garantir.
     É um pouco difícil quebrar essa barreira, mas amigos argentinos, são quase irmãos quando gostam de alguém.

Dudas?

29 comentários

  1. ih, tô me sentindo meio argentina! hahaha.

    ResponderExcluir
  2. Outro dia ouvi de um amigo argentino que mora aqui no Brasil que os brasileiros são, de fato, mais abertos e alegres para INICIAR uma amizade do que os argentinos, mas que são meio superficiais e raramente aprofundam essa amizade. Fiquei pensativa, porque afinal de contas, sou brasileira. Mas tenho que concordar com ele em alguns pontos. Ele me contou que sente falta da espontaneidade de se "juntar" e ligar pra um amigo no final da tarde e "armar una cena" de ultima hora, tomar un mate, um café, o que seja. Os brasileiros gostam de sair pra encontrar os amigos, os argentinos se reúnem mais em casa, são mais intimistas. Será que nossa famosa hospitalidade é meio fake? Continuo pensativa :P

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ai Dani dá muito pano pra manga, né? Hahah mas eu estou pensando nisso também, que muita gente vive de aparências... Uma pena. Beso!

      Excluir
  3. Oi Amanda... Este post caiu super bem pra mim... Faz 1 ano que estou morando aqui e vivo dizendo pro meu namorado (que é argentino) que não tenho amigos (acabo sendo "amiga" dos amigos dele, que não é a mesma coisa). E tudo que acabo de ler tem todo sentido do mundo!!! Aqui é bem diferente de quando morei em outros cantos do mundo que fiz amizades em muito menos tempo e algumas duram até hoje... Mas aqui sofri(o) e tenho muitas saudades de ter amigas de verdade...

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Forca, chica! Você consegue e vai ver que depois que tem amigos argentinos eles são mais dedicados que os brasileiros ahaha. Beijoca e vai no próximo encontro do Chicas hein!

      Excluir
    2. No último encontro eu confesso que estava um pouco "tímida" e também já tinha compromisso... Mas estou ligada, e no próximo vou simmmm...
      beijo

      Excluir
  4. No romance eles são xiliquentos.
    Na amizade são complexos.
    Poxa, já fiquei com preguiça deles!
    Por dios! Que eu conheça muitos gringos[as]!!!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Hahahah nada de estresse, vai dar tudo certo!

      Excluir
    2. Ooooooopa, xiliquentos, como assim? Isso muito me interessa e pode esclarecer muuuuita coisa, haha :)

      Excluir
    3. ôoooo amiga linda, 4 longos anos tentando desvendar um mistério xiliquentoooo :) tô fora! (até o próximo guapo conseguir me dobrar! #nãoresistoconfesso) Adoooooro esse blog! :)

      Excluir
    4. Hahahahahaha, morri com teu comentário. O blog tá virando muro das lamentações ahaha, curtindo! Beijoca

      Excluir
  5. Oi Amanda, confesso que realmente aqui no Brasil somos muito abertos para se ter amigos, mas acredito que em muitos casos ter não é significado de ''mantener una amistad'' e creio que isso é muito mais importante do que a quantidade de pessoas que voce conhece. Aqui no Brasil eu faço parte de uma organização que ajuda pessoas que falam espanhol e tive a oportunidade de fazer amigos extrangeiros e com o tempo realmente percebi que sejam eles chilenos, bolivianos, paraguaios, argentinos...quando gostam a amizade é pra valer...até fico sem graça de falar mas eh um '''amor sem igual''. Brasileiro é diferente no quesito de até que ponto voce se torna amigo, porque tem amigo de balada, amigo do trabalho, amigo do busão, academia....isso eh superficial demais....é claro não generalizando tenho melhores amigas brasileiras e amigos que são maravilhosos.... Mas sem ''post'' sem duda e uma linda declaração para suas amigas...elas devem se orgulhar muito de vc....olha só eu lendo e nem te conhecendo ja gostei de vc...kkkk tenho certeza que vai conquistas muchos chicos y chicas en amistad y quem sabe...um futuroo....afaairrr...ahahahahha besitos querida tenga una buena noche ;D VANE

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Hahahah ai fia affair é o PROBLEMA, mas isso é outra história. Esse post é dazamiga aaha, e sim, concordo com o que você disse. A gente tem muito amigo de cada coisa, mas aqui quando a pessoa gosta, é de verdade.

      Thanks pelo comentário! Beso.

      Excluir
  6. Adorei essa parte: "...E cada amiga tem sua melhor amiga dentro do grupo. E isso todas entendem que é natural e não vão te crucificar porque um dia você sai sozinha com a sua melhor amiga e não com o grupo todo" - Eu sinto falta disso em alguns amigos brasileiros. Conheço pessoas que tem os mesmos amigos em como e ficam 'mordidas' de raiva se você não chama o grupo inteiro. Que besteira, né? Até pq tem programas que nem todos curtem, que são melhores de fazer com menos gente ou mesmo não rola de chamar TODO MUNDO. Adorei a postagem, abraço!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Aff nada a ver ficar mordido, né? Gracias pelo comentário, beijoca.

      Excluir
  7. Amanda, não sei se concorda comigo, mas acho que há uma grande diferença entre o portenho e o argentino do interior. Os primeiros são muito mais secos (especialmente as mulheres!), já os segundos são mais acolhedores, mais próximos do temperamento do brasileiro. Acredito que acaba sendo a mesma coisa do Brasil... Nas grandes cidades sempre se observa que as pessoas são mais secas e demoram mais pra fiazerem amizade com você, já no interior ou nas capitais menores... De qualquer modo o seu post foi, como sempre, bastante esclarecedor.

    Besos

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Sim, porteño é mesmo diferente! Mais seco :( Beso

      Excluir
  8. Olá Amanda! Fui a Bue e Pinamar no comecinho de janeiro e em Pinamar conheci 6 meninas e 1 menino, fui pedir informação e eles além de me informar sobre o BOLICHEEE hahah me convidaram para uma prévia no apartamento de outros amigos, todos de Córdoba. Eles foram muito receptivos e ainda falaram agora vocês tem amigos na Argentina! Fiquei surpresa pois me levaram para a casa de uma pessoa que não me conhecia, para uma festa depois fomos todos juntos pra balada, além do que me ajudavam em tudo que eu precisava comprar bebida, falar com o barman. Na balada fui ao banheiro e quando viam que eu era estrangeira e principalmente BRASILEIRA muitas garotas vinham falar comigo, aí já era eu que não me esforçava para entende-lás porque já estava ficando cansada de tantas perguntas sobre o Brasil e o futebol. Os meninos quando viam eu falando em português também perguntavam "Oi, é brasileira?" Fiquei surpresa, mas pelo que eu entendi os Argentinos fora de Bue não estão muito acostumados com estrangeiros e quando veem um são simpáticos e curiosos, pelo menos comigo foi assim, me senti a atração do local, meu nome não era nem mais Fernanada era Oii Brasileira! Tenho o contato delas ainda pelo facebook e de um dos meninos, falo muito com uma mas tenho a impressão que ñ costumam usar tanto o chat do facebook como nós, brasileiros.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Hahah coisa boa! Eles não usam tanto mesmo! Beso

      Excluir
  9. Ah e aproveitando parabéns pelo blog me ajudou mto as suas dicas sobre Buenos Aires e as Praias que os argentinos frequentam, adorei Pinamar! Em julho volto a Argentina só que para ir a Córdoba e Mendoza depois vou ao Chile! Besos!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Amoooooo Mendoza, Córdoba, tudo que tem paisagem seca ahaha! Beso.

      Excluir
  10. Querida, eu e minha amiga pretendemos conhecer Mendoza! Conhecemos um Argentino que nos convidou para nos hospedarmos na casa dele e ele até pensa em namorar comigo (é bem grude). Nossas passagens estão marcadas...Estou tensa, confesso! Besosss

    ResponderExcluir
  11. também tô me sentindo meio argentina heheh porque sou muito reservada e demoro pra começar uma amizade, pra confiar...

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Hehe não é tão ruim ser assim, mas não podemos exagerar né. Beijoca.

      Excluir
  12. to tentando amizade com um argentino ta dificil mesmo.rsrs.como dizer a ele na lingua dele" gostaria de sua amizade?"

    ResponderExcluir

SUBIR
Buenos Aires para Chicas . Todos os direitos reservados. © Maira Gall .