Cuento Argentino: Carro pra que?

2 de nov de 2012

     Quem já veio à Buenos Aires sabe que aqui geral não se importa com que carro você tem. Prova disso são os inúmeros autos velhos nas ruas, batidos e super passados de moda.
     Vamos ser sinceros e combinar que, mesmo com todos os problemas, o transporte público daqui é muito bom: dificilmente um bus não te deixa no local que você quer ir, senão tem metrô ou trem e ainda o táxi aqui não está tão caro (ainda). Bus tem 24h por dia, metrô até as 23h e depois a partir das 6h da manhã... Ou seja, não tem porque não usar o transporte público local.
     Ainda assim, a cidade é MUITO plana, galerê caminha muuuuuuuuito.
     Mas todo esse assunto me fez lembrar quando eu queria tirar carta aqui com 18 anos. Na época ter 18 anos não significava ser maior de idade, era com 21 até então. Aqui em Buenos você pode tirar carta a partir dos 16 anos, mas dos 16 até os 18 precisa ter autorização dos pais (se você não é emancipado) e qualquer coisa que acontecer a culpa cai nos seus pais. Ou seja, claro, que meus pais não deixaram eu tirar carta.


     Eu não sei se era pique da época mas passada a vontade eu me dei conta de que: carro pra que? Galera aqui não está NEM AÍ pra carro, e se você tem, não importa qual seja. Aqui é um parto estacionar carro e quem já tem mais conhecimento de causa sabe que muitos prédios aqui não tem garagem (os mais antigos) e ainda se tem muitas pessoas vendem o ap por um preço e vende-se, a parte, a garagem. Quem tem carro aqui, muitas vezes, tem que alugar garagem de estacionamento (que sai uma fortuninha) ou tirar a sorte grande de ter uma no prédio que mora. Exemplo: eu alugo um ap que, na teoria, tem garagem. Mas eu o aluguei sem, com garagem me sairia em torno de 1000 pesos a mais por mês. BELO orçamento, não?
     Pero bueno, eu ainda quis tirar carta e fui fazer umas aulas, conclusão: não precisa nem fazer aula! Se você aprende com teu pai, exemplo, e chega lá pra fazer prova está tudo certo. Sim precisa fazer as teóricas que em duas semanas você faz. Coisa mais fácil ever.


     E ainda com toda a movilização do governo por uma cidade mais verde a bicicleta ganha cada dia mais adeptos! Sem brincadeiras. Você pode usar a do governo ou ainda fazer parte do plano do banco Ciudad que parcela uma magrela em infinitas vezes mas que fica super barato por mês: parcela de 20 e 50 pesos, NADA!
     Minha opinião? TÁ MAIS QUE CERTO. Acho super lindo não depender de carro pra tudo, poder abusar de um transporte público que funciona e ainda contribuir por um local mais verde. País de primeiro mundo não é aquele em que todo mundo tem carro, mas onde os que podem ter carro preferem usar transporte público.
     Argentino tem carro para viajar só, mas para a vida civil e cotidiana todo mundo é igual: carro pra que?

18 comentários

  1. Me gusta hahahaha !!!

    ResponderExcluir
  2. Por isso eu amo essa cidade! São Paulo cada dia mais selvagem e ignorante, se você não quer ter (ou simplesmente não tem) carro aqui, te olham torto, você vira ET. Os pobres parcelando carro em 7 anos, morre de pagar juros, mas desfila com carrão. Claro que também há bons motivos para alguém se irritar com transporte público aqui e comprar um carro, se há. Mas o que quero dizer é que a mentalidade que dita as regras por aqui é a do consumismo individualista, porque metrô e ônibus são "coisa de pobre". Isso explica bastante a diferença cultural entre os dois hermanos.

    Sorry pelo desabafo!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Aiii Fer, nem liga, viu? Sei BEMMM como é isso e acho o UÓ. Carro virou sinônimo de phynesse e as pessoas compram não pelo uso mas sim para se mostrar, na grande maioria. Porque se fosse pelo uso todo mundo teria um carro simples mas que prestasse, né? Não acho ruim ter carro, aliás tem que ter sim! Agora esse uso desproporcional que temos em várias cidades no Brasil é horrível. Status nada mais, uma pena.

      Excluir
  3. Para todos los que estan visitando buenos aires por estos dias, aprovechen el dia 10/11 es la noche de los museos, todos los museos abiertos hasta las dos de la mañana, gratis y con transporte que comunica con cada uno de ellos.

    ResponderExcluir
  4. Tá aí uma das coisas que mais extraño de Buenos quando estou em SP: lá é sempre de casa pro carro pra algum lugar, sem nenhuma andadinha no meio do caminho! Um dos pontos altos dos meus dias aqui são andar as 4 quadras entre a parada de ônibus e o meu ape, passar pelo kiosco, chino, lavanderia, parar pra comer algo, ver gente!
    Acho que por isso que SP ta cada vez mais massacrante: nem a calçada mais vc tem oportunidade de compartilhar com as pessoas.

    ResponderExcluir
  5. Que coincidencia ler isso, ontem mesmo criei coragem pra ir trabalhar de bike (de palermo pra nuñez). Estou cansada até agora, mas é ótimo poder fazer isso e ver que muita gente também faz: tinha transito nas bicisendas de palermo, te juro! hahah

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Hahah não duvido nada! Até aos sábados tem trânsito de ciclistas ahaha, beso!

      Excluir
  6. ai, meu sonho viver em uma cidade que não seja necessário ter carro! Ao invés de melhorar o transporte público, aqui no Brasil o governo fica baixando imposto de carro, resultado: muito mais carros na rua, engarrafamento, poluição...
    Bjs!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Afff nem fala, acho legal ter carro mas só deixa as pessoas mais comodas e piorando o meio ambiente. Transporte público tem pra todo mundo. Beso

      Excluir
  7. desculpa, mas sério que vc acha que "táxi aqui não está tão caro (ainda)"??? você se lembra da época na qual com 10 pesos se podia rodar a cidade?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Claro que me lembro! Mas tudo aumenta, e entre os gastos e em comparação com o táxi no Brasil, ainda é viável pegar um aqui.

      Excluir
  8. Oi Amanda!
    Tô indo praí mês que vem, e eu meu marido pretendemos andar muito de ônibus. Já até fizemos um roteiro com as linhas, pra não se perder.. haha

    Tenho uma dúvida sobre o cartão sube: como somos em dois, podemos fazer apenas um cartão e passar ele 2 vezes? O valor de 15 pesos é só pra fazer, ou já vem algum crédito? Você conhece algum lugar na recoleta (de preferência que atenda no sábado) pra fazer o cartão?
    Ufa, desculpa o monte de perguntas. :)

    besos.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Entra aqui: http://www.sube.gob.ar/
      Sim, passa 2x. 15 pesos só pra fazer.

      Excluir

SUBIR
Buenos Aires para Chicas . Todos os direitos reservados. © Maira Gall .