The Pick Market: Mercadinho Gourmet

28 de mai de 2012

Quem já veio à Buenos Aires sabe que a famosa inteligência dos taxistas porteños é real; seja para servir de táxi gourmet ou explicar porque Perón é tão querido por essas bandas. Foi numa dessas charlas que me ensinaram a razão pela qual o bairro da Recoleta é tão nobre. Um sábio motorista me disse uma vez que no começo do século XIX houve uma epidemia de febre amarela na zona provinciana de Buenos Aires, na qual ricaços moradores abandonaram suas humildes casas para embelezar as ruas Alvear, Libertad, Quintana, etc. Hoje o bairro da Recoleta reflete, além de bela arquitetura francesa, detalhes de vizinhos que dividem seu lar com embaixadas, consulados e lojas de marcas famosas. E foi numa dessas caminhadas, observando como a modernidade não abala, literalmente, as influencias européias do bairro que encontrei o The Pick Market.


De cara achei que aquele toldinho listrado, as lousas pra fora e o nome simples, mas com gourmet no meio, fossem mais uma pegadinha da tendência foodie que se instalou na cidade. Segundo a teoria pra que um lugar seja trend deve ter autor ou boutique no nome, teoria essa que eu mesma inventei. Mas enfim. Mentira, fail. E vou explicar porque não era uma balela.


''Ahh quero ter um mercadinho desse na esquina de casa''. Foi a primeira coisa que pensei quando vi a bagunça organizada do local. Eram caixas de frutas coloridas misturadas, lousas explicativas, mini barris com cervejas, vinhos, enlatados...

A bancada bem disposta da atenção pras cores chamativas. Uma visão geral do mercadinho, que, cá entre nós, é válido de plágio. 


Até junk food americana tem sua vez por lá.


E ainda não acabou. Simpáticos carrinhos de madeira e sacolas personalizadas cumprem a função de auxiliadores de compras. Juro que deu vontade de comprar uma alface só pra poder usar aquele mimo de rodinhas.


Agora estamos a caminho da parte separada para comes e bebes. Aqui impera o sossego, a música ambiente e a simpatia da garçonete. Mesinhas simples decoram o ambiente, sem muita frescura.


Repara só nessa geladeira baixinha, gorduchinha e redondinha anos 50 escondida num canto, que, acreditem não serve só para decoração. Ao lado uma senhora poltrona pra acompanhar o design do ambiente.


Com um menu simples, mas aparentemente delicioso pelos vários tipos de lanche, eu optei mesmo pelo queijinho cortado na hora com torradas frescas.


Um Malbec da casa, bem argentina.


Torradas com requeijão. 


E um café com leite no ponto.


Mais que satisfeita com a descoberta eu estaria mentindo se dissesse que não voltaria lá para provar o resto do cardápio. É um ótimo local não só pra quem mora em Buenos, mas pra quando você estiver dando uma voltinha pela Recoleta e quiser beliscar algo.

The Pick Market 
www.thepickmarket.com.ar
www.facebook.com/The-Pick-Market
Libertad, 1212. Recoleta.
Demaria 4527.
Preço médio para um café a tarde com comidinha: $50 por pessoa.

2 comentários

SUBIR
Buenos Aires para Chicas . Todos os direitos reservados. © Maira Gall .