Sobrevivendo no Restaurante

22 de out de 2012

ELAIÁ, eu tenho certeza que esse post vai dar polêmica, mas eu tenho QUE falar. Eu sei que a galera que vem pra cá reclama geral do atendimento (ou mal atendimento) dos estabelecimentos porteños. Seja em restô como o título do post sugere, ou em loja, serviços em geral. Enfim, esse post vai te ajudar a manter a calma quando um mané vier ser mal educado contigo.

Primeiro e antes de mais nada: é MUITO raro ser bem bem bem atendida. 
Ainda que os garçons aqui cobrem gorjeta sobre o serviço (é quase obrigação deixar 10%) eles não se esforçam muito para te mimar. Diferente, claro, do Brasil que na maioria dos locais eles quase comem por você hehehe. Bueno, sendo assim, saiba que se o cara te cumprimenta, sorri e é no mínimo gentil, você tirou a sorte grande.

Os donos da Cupacke Store são divinos!

Segundo: controle-se na medida certa! 
Ainda que não seja nada legal e agradável rodar a baiana quando fulano grita contigo, não se minimize a ser cordial e educada e fina. Ok, pode ser. Mas estou dizendo isso porque argentino é assim, se ele grita e você grita logo em seguida, ele abaixa o tom na hora.

É cultural, terceiro ponto...
Sim, é cultural também isso dos caras não darem muita bola. Quem já foi à Europa sabe que lá também os caras não são tão mimimi frufrufru. Com a colonização italiana ao pé da letra, é muito comum também confundir o fato de eles serem mais expressivos e utilizarem mais gestos com as mãos e gritarem mais que a gente. Mas isso não quer dizer que eles sejam mal educados, são diferentes (mas claro que tem os sem educação de sempre).

Mas não posso dizer o mesmo do Farinelli :(

Na prática
Seja educada, cordial, elegante. Se o garçom te atender mal não dê bola, entenda que isso é uma característica da cultura deles e que, raramente, isso é diferente. Se você perceber que a má educação é enorme, seja mal educada também, lembre-se que, por mais que soe rude, você está pagando, você é cliente. E ainda se isso não te ajudar a manter a calma, fixa na cabeça que quem perde a razão está sempre errado - por mais correto que esteja o seu ponto de vista. Outra coisa legal também é lembrar que o motivo do cara ter um trabalho é porque tem clientes, como você é. E finalmente, a pessoa, por essas e por outras, é apenas um garçom, ok? Sei que soa chato, mas usando essa filosofia de pensamento é mais fácil ''entender'' e é mais fácil, também, de ter uma noite prazerosa. E se ainda assim o cara for insuportável, seja chataaaa também.

Agora, como sempre, não podemos generalizar. 

37 comentários

  1. Eu nunca fui mal atendida, acredita? Pelo contrário, eles foram simpáticos, puxaram assunto...e quando falamos que eramos brasileiros eles adoraram! hahahaha vai entender né? beijos

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Hahah por isso que não pode generalizar! Beso

      Excluir
  2. esses cupcakes são da onde?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Daqui: http://www.buenosairesparachicas.com/2012/05/cupcake-store-e-assim-que-ter-que-ser.html

      Excluir
  3. Eita, dei sorte então! Das vezes que fui sempre fui bem atendida, mas caso contrário também não estranharia...acho que toda cidade é assim né? Tem um pouco dos dois. :)

    ResponderExcluir
  4. Acredito que brasileiro é super bem tratado em locais próprios para turistas. Aí, eles te carregam no colo... Lógico, querem que você gaste! hehehe
    Mas em locais de gente "normal", a grosseria é grande mesmo. Na minha primeira vez em Baires, a caixa do mercado perguntou se eu queria sacola plástica pra levar as compras. Eu não entendi e pedi educadamente pra ela repetir. Ela começou a gritar histericamente: "ela não me enteeeeeeende, ela não me enteeeeeende!". O mercado inteiro me olhou. Foi muito chato, fiquei meio traumatizada e até antecipei a minha volta.
    Esse ano fui pra lá de novo e tirei um pouco da imagem ruim... Me deu a impressão de que, por causa da crise, eles ficaram mais gentis. Dessa vez, só um taxista foi grosso, mas em La Plata.
    Demorei pra entender que são casos isolados. Mas, de modo geral, percebi que a galera fora do circuito turístico não tem muita paciência com quem não tem o idioma 100%.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Pois é! Entendo bem como é isso viu? Mas não desanime :)

      Excluir
    2. Concordo!!
      Eu só tive 1 experiência em restaurante, foi no Hard Rock, acho que tá mais pra um lugar de turista né? Fui bem atendida, o garçom foi simpático e explicava direitinho (não falo espanhol). Não me lembro direito o nome dele, acho que era Mariano...
      "a galera fora do circuito turístico não tem muita paciência com quem não tem o idioma 100%. "
      Concordo tbm! Percebi essa falta de paciência nos mercados e kioscos, mas nada grave.

      Excluir
    3. Simmm, o Hard é mais turista mesmo! Acho que os locais onde se é menos bem atendido são nos ''locais'', entende? Nos de turista só se o cara for muito burro de ser mal educado :S

      Excluir
  5. Olá, Amanda!!

    Eu, particularmente, já fui a Bue três vezes e nunca fui mal atendida por nenhum garçon (quer seja num restaurante sofisticado ou mesmo no mais simples). porque via de regra, se você chega ao restaurante ou qualquer outro tipo de estabelecimento de "bem com a vida", consequentemente você receberá um atendimento na mesma "vibe", afinal de contas: "Gentileza gera gentileza". Mas claro que, como toda regra, existem exceções.
    Ahh, PARABÉNS pelo Blog que tem dicas EXCELENTES!! Apesar de já ter ido a Bue várias vezes, estarei retornando ano que vem no carnaval, pela 4ª vez, a essa ENCANTADORA cidade, e nessa semana que conheci o blog, já garimpei muitas dicas legais e novas.
    Como sugestão, gostaria se possível sugerir, que você fizesse um post com dicas sobre a cidade de Colonia, que tal??

    Besos,

    Glória Cedro
    Salvador/BA

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Glorinha! Que bom, tá vendo como a gente não pode generalizar? Tem de tudo mesmo ehehe.
      Adorei! Mas preciso voltar a Colonia pra pegar dicas novas :)

      Beso

      Excluir
    2. Ok!! Ficarei no aguardo. :-))

      Beso!

      Excluir
  6. fui muitissimo bem atendida em buenos aires :) acho q a crise fez o povo baixar a bola de leve, nao? besos como vc diz rs

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Tenho certeza de que muita gente está mais humilde mesmo com a crise!

      Excluir
  7. Amandinha, sempre ouço estas histórias de pesoas que dizem que os garçons são mal educados em baires eu sempre fui bem atendida. Uma vez fui ao burger king com meu marido e a atendente piriguete deu em cima dele na minha frente, o que para mim foi muitooo de uma falta de educação tremenda mas não posso dizer que fui mal atendida por ela pois ela me ignorou completamente. Besos

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ai Claudia, que chato! :( Argentinos dão em cima mesmo estando com namor, mas não podemos generalizar. Melhor pensar que foi um fato isolado, né? Beso

      Excluir
  8. Pelo visto também dei sorte nas 4 vezes em que estive aí. Mas devo destacar 2 restaurantes onde as garçonetes são muito fofas: o Helena Restô(recomendo fortemente) e o La Querência..

    Besos

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Adorooo a atenção do La Querencia também Naila! Eles são divinos!

      Excluir
  9. Amanda,primeiro parabenizá-la pelo blog, realmente fantastico, nos faz sentir mais seguros para visitar Buenos Aires, acabei de voltar com minha esposa, só podemos elogiar. Atendimento em restaurantes, onibus, metrô, lojas, supermercado, padaria, cinema todos muito solicitos. Fizemos de tudo um pouco, e nos sentimos muito bem acolhidos. Quero destacar o restaurante Salgado (Thomaz - um garçom muito atencioso, rimos muito das diferenças dos significados das palavras, foi alem de uma experianecia deliciosa, muito divertida). Recomendamos todos a visitarem BsAs, ja estamos programando nosso retorno. Uma ultima recomendação QUERIDO, realmente uma casa brasileira.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Juliano! Obrigada!!!

      Ain o Salgado vai ao ar na quinta-feira aqui no blog! Hahah, coincidência! É uma delícia mesmo e faz a linha BB - bom e barato.
      Já o Querido não tenho como elogiar mais, a Mari e o Ali são uns queridos e o hotel é pura casa de mãe, né?

      Beso!

      Excluir
  10. Eu nao falo portuguese, perdón. Cuando te atiende mal no garcon nao se fica propina o tip. Es el mejor modo de protestar por la mala atención... ;) besos y gracias x visitar nuestra ciudad!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Lulu! MUY buen aporte! Gracias, beso.

      Excluir
    2. O que ela disse?

      Excluir
    3. Disse que a melhor maneira de protestar contra a má educação é não deixar gorjeta :)

      Excluir
  11. Estive em Buenos Aires pela primeira vez em setembro e também fui uma exceção. Fomos nos mais diversos lugares e todos os garçons foram muito solícitos e educados. Outro mito: os taxistas. Chegamos meio receosos e fomos super bem atendidos.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ai vocês são super queridas, todo mundo bem atendido aqui :D

      Excluir
  12. Fui tão bem tratada nas 2 vezes em que estive em B.Aires (por garçons, taxistas, pessoas a quem pedi informações, etc.), que vou voltar pela 3ª vez. Quando fomos ao restaurante Sucre (atendimento suuuper atencioso), o taxista errou o caminho e, assim que percebeu, zerou o taxímetro, não nos cobrou e pediu mil desculpas...
    Tomara que tudo dê certo de novo!
    Adoro seu blog!

    ResponderExcluir
  13. Amanda eu fui muito bem tratada por todos sem exceção!! Uma educação que eu não encontro no Brasil. Os pratos nos restaurantes chegavam muito rápido, garçom educado e prestativo...pessoas solicitas na rua para nos ajudar. Só tenho elogios!! Acho que os Brasileiros tem muito que aprender com os Argentinos!

    Beijos

    ResponderExcluir
  14. Oi amanda...fui em setembro peça primeira vez em buenos e fui bem tratada em todos os lugares que fui...sempre que precisavamos de informação ou ajuda, as pessoas eram atenciosas!!ameiiiii!!!!! quero voltar logo!!!!bjos

    ResponderExcluir
  15. Amanda eu concido quasi com todos seus post, mas este acho que esta longe da realidad, na argentina se atende muito bem até melhor que em brasil, nao sei onde voce foi, mas os restaurantes e barzinhos bons o atendimento é muito bom, sao muitos educados e se voce nao gosta de alguma coisa tem que dizer e ele com certeça dificilmente brigue com voce, sempre aqui o cliente tem a raçao, por supuesto que ha exepçoes, mas no geral na argentina se atende muito bem, meus amigos brasileiros que vem aqui sempre me falam isso.... o legal que é aqui o atendimento. olha que a maioria dos comentarios falam que foram bem atendidos.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Pois é Leandro, eu sempre sou melhor atendida no Brasil eheh. Faz parte. :)

      Excluir
  16. Qual o endereço dessa Cupcake store? :)

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. saaa, tem post aqui deles no blog! dá uma olhadinha na seção recoleta!

      Excluir

SUBIR
Buenos Aires para Chicas . Todos os direitos reservados. © Maira Gall .