Como ser um Turista Querido

22 de jul de 2013

Sempre que eu saio aqui na cidade me deparo com muitos turistas mal educados que pensam que os argentinos têm obrigação de entender, babar ovo e mimar. 

Eu não sei onde muita gente acha que colocando os pés na capital todo mundo é obrigado a te entender e aceitar qualquer coisa. Gentileza gera gentileza. E aqui vão umas dicas lindas de como ser um turista legal:

- Aprender espanhol. 
Não precisa AHAZAR no idioma, mas né: gracias, hola, por favor, tchau, permiso todo mundo sabe dizer. Não custa nada aprender o mínimo básico pra vir. Ninguém aqui tá obrigado a saber milhares de sotaques diferentes.


- Se não sabe espanhol module bem as palavras.
Sim, galera, ninguém aqui - de novo - tem a obrigação de te entender, afinal você é quem está no país vizinho. Se não sabe falar espanhol, fale pausado. Muitas vezes quando o argentino não entende, tem gente que grita. Isso não vai ajudar você a se fazer entender. Module as palavras, e fale o mais neutro que puder.

- Educação sempre.
Respeito todo mundo quer, argentino não baba ovo de ninguém. Se você tratar a pessoa com respeito, ela também vai te tratar. Agora se sair sendo mal educado, ele também vai ser. Aqui garçom, atendente, não leva desaforo para casa.

- Pesquise um pouco.
Tem gente que vem achando que vai achar guaraná, arroz soltinho, feijão preto em qualquer restaurante. Aloooooow galere, Argentina por mais que seja perto: é outro país! Poxa, tanta coisa delícia pra comer aqui.

Último e não menos importante: se você for vir só para compras e para reclamar do frio, agora, nem vem. Sou sincera.

20 comentários

  1. Nossa! Perfeito!!!
    Bom dia, por favor, obrigado e com licença, em qualquer língua são palavras mágicas, capazes de facilitar a vida de todo turista.

    ResponderExcluir
  2. Muito bom, é isso mesmo!

    ResponderExcluir
  3. Argentino não baba ovo de ninguéem, mas brasileira baba ovo de argentino... afff

    ResponderExcluir
  4. muito bom mesmo! só tem umas frases que estão um pouco confusas...

    ResponderExcluir
  5. Bixo, quando eu fui a Bue tinha cada brasileiro tosco que dava até vergonha. E eu, que sempre fiz questão de esticar ao máximo meu curto espanhol para falar com estranhos, era confundido com europeu. Por que será?

    ResponderExcluir
  6. Muito bom post, Amanda. Quando vou a Buenos Aires fico horrorizada com os turistas brasileiros que sempre querem ser entendidos, achando que estrangeiro tem a obrigação de falar português. O turista é que deveria ser consciente: estou em outro país, devo saber pelo menos o básico do idioma e deve entender que aqui há outros costumes, advindos de outra cultura. O pior é que quando os argentinos não entendem, muitos dizem que o "argentino é mal-educado e tem má vontade para entender os brasileiros". O que muitos não sabem é que o espanhol é de muito melhor entendimento para falantes de português que o português para falantes de espanhol. O português é difícil para eles. Bem colocado: gentileza gera gentileza. E conhecimento lingüístico facilita a vida.

    ResponderExcluir
  7. Vc está certissima, em outro blog de viagens que sempre acompanho chamado Matraqueando da Silvia Oliveira, ela tem um post bem interessante sobre isso, chamado os 7 pecados do turista e um deles, é achar que é Patrão, que todo mundo está lá 24h horas para ele, que ele pode tratar do jeito que ele quiser, que eles estão ali pra trabalhar e nao é assim né?

    eu acho um absurdo a falta de educação, não custa nada, é que tem muitos que confundem a palavra:
    gentileza com gente lesa, gente lesa tem de montão, mas pessoas gentis estão em falta no mercado rsrsrs.

    Um da isso muda (yn)

    um xero direto de Recife/PE
    Ass: Thamy Souza

    ResponderExcluir
  8. E gente que vem morar pra estudar aqui e não aprende?E ainda tem a cara de pau de dizer que espanhol não vai lhe servir de nada na vida?E só vive no meio de brasileiro e criticando os argentinos?
    Aah pelo amor de Deus,não sei porque não fica em casa.
    Amanda como sempre arrasando nos posts e na sinceridade

    ResponderExcluir
  9. Arrazou no post Amanda! Quando fui para BsAs no começo do ano, vi algumas pessoas falando em português(achavam que os argentinos tinham obrigação de entender)em San Telmo e ainda queriam pagar em reais na feirinha. Porfa, o mínimo de respeito com a cultura local não mata, né? Fiquei irritada, confesso.

    Jéssica

    ResponderExcluir
  10. Infelizmente não é só ai não... Brasileiro é tido como mal educado em todo o lugar, eu vou para Sta Tereza no UY todos os anos no verão e vejo a brasileirada queimando o filme por lá, acham que as pessoas são otárias, não respeitam o sossego dos outros. Por estas e outras quem vai de boa acaba tendo dificuldades de relacionamento fruto do mau comportamento de outros. Enfim, mas parabéns pelo toque, por mais que pareça óbvio..........

    ResponderExcluir
  11. Você que AHAZOU nesse post. Vale pra qualquer turista em qualquer lugar!

    ResponderExcluir
  12. "Último e não menos importante: se você for vir só para compras e para reclamar do frio, agora, nem vem."

    De acuerdo.
    Uma cidade onde os atrativos são os culturais, os brasileiros vem pra ir a shoppings e calle Florida comprar como uns desesperados.

    Vergonha total.

    ResponderExcluir
  13. Concordo totalmente! é o que eu sempre digo, se você for pra outro país, seja Argentina ou qualquer lugar e ainda quiser ficar comendo arroz e feijão e tomar guaraná, nem viaje. As pessoas precisam estar aberta pra outras culturas e aceitá-las no período em que estão no exterior, tentando aproveitar a diversidade que o país lhe oferece... seja na comida (se não gostou de algum prato típico, não tem problema, existem vários outros que podem lhe agradar), no jeito das pessoas se vestirem, na questão cultural...
    E por favor, sem berros e escândalos em todos os lugares. Não querendo ser chata, mas por que todo brasileiro precisa berrar o tempo inteiro? seja quando o nativo não o entendeu, ou até pra chamar a filha, esposa, etc que está lá do outro lado.
    Acredito que por isso que brasileiro tem má fama em quase todos os países quando visita... acho que a maioria não se liga do escândalo que faz sempre. E esse post é bom para alertar os que não tem um semancol e só sabem reclamar também.
    Pra reclamar fica em casa! Brasileiros, aprendam a conviver com as diferenças, desta forma a viagem será bem mais proveitosa e divertida! :)
    Beijo,
    Gabi

    ResponderExcluir
  14. Aprendi as palavras básicas de como ser educado com todos e falei como vc disse de forma calma e em nenhum momentofui mal tratada,nem os taxistas foram chatos ou rudes comigo,engraçado que quando chego aqui e falo isso todo mundo me fala o contrario e olhe que como fui por conta e fiz meu proprio roteiro andava perdida e sempre pedia informação haha.
    (vou expor aqui um exceção uma garçonete do restaurante el desnivel em san telmo,aquela ali deve se grossa por vida,nasceu daquele jeito mesmo ou não estava num bom dia,nem liguei dei risada da chatice dela)
    No mais pessoal do hotel incrível,restaurante el san juanino,la cabrera,madero bahia,varios cafés,varios barzinhos de trago.sorveterias todos muiiito gente boa .Pretendo voltar amei o estilo bohemio da cidade!!

    ResponderExcluir
  15. Falou e disse. Gentileza gera gentileza, tão simples se todo mundo se lembrasse disso.

    ResponderExcluir
  16. Acho que o problema não são brasileiros ou argentinos,o problema e o turismo e a suposta permissão para babaquices que a viagem confere. Eu também fico envergonhado quando vejo argentinos em Uruguay, falando alto ou em outros países, fazendo piadas com o idioma achando que ninguém vai perceber ou entender as idiotices que falam.
    Viajar é experimentar a diferència e tentar gostar da novidade...

    ResponderExcluir
  17. hahha eu que trabalho em aeroporto que sei...cada coisa que brasileiro fala...mas faço questão de responde-los quando falam coisas do tipo...

    ResponderExcluir
  18. Cansei de passar esse tipo de vergonha com os brasileiros. Infelizmente, em sua maioria, são cariocas. Inclusive um amigo argentino quando quer tirar uma com a minha cara, me chama de carioca... Pura implicância, do contrário, Búzios não estaria cheia deles.

    ResponderExcluir

SUBIR
Buenos Aires para Chicas . Todos os direitos reservados. © Maira Gall .