Si va, va. Si no va, no va

12 de jul de 2013

Quando eu cheguei em Buenos era a única da minha família que queria ir embora. Cheguei nessas idades de piralha-adolescente-rebelde-sem-causa. Enfim, de todas as pessoas que poderiam pensar em ficar em Buenos Aires, eu era a última delas, na realidade. Sempre que tinha oportunidade estava em São Paulo, e SOFRIIIIIIIIIA pra voltar. 

Nisso tudo, a vida dá voltas e eu, olha só que ironia do destino, nem sei quando tiro o pé dessa terra. E pensando em todas as contradições que a vida me prega, geral ainda acha que eu vou casar com um argentino, TODAS RI AHAHA. Enfim, e pode ser mesmo por essa coisa de ter os olhos colocados em meio mundo que a maioria das minhas experiência são um tanto quanto diferentes. A Adri, que tira fotos e estou sempre saindo com ela, me diz que eu ainda vou fazer um livro das minhas experiências amorosas.

A de hoje é até um pouco engraçada. E ah, só pra avisar que eu mudo nomes né, vamos manter a identidade dos chicos que passam por aqui.


Faz umas semanas fui à uma festa num bar que eu acho super legal aqui. Enfim, entre as milhares de coisas que eu converso com meio mundo, uma delas é a passividade dos argentinos no flerte. Que, de novo, não é generalizada, ok? Estava eu lá no bar quando um argentino se aproxima dizendo:

Fede: ''Te escuché decir que los argentinos son lentos.''
Eu: ''Jajaja'' - fiquei encabulada.
Fede: ''Podés ser sincera, no pasa nada.''
Eu: ''Y sí, me parece. Igual si escuchaste lo que dije, más de eso no te puedo decir.''
Fede: ''Te entiendo y te aseguro que la mayoría es así tal cuál lo planteas.''
Eu: ''Bueno...''.
Fede: ''Bueno, decime que hacés, porque estas en Buenos Aires..''

Contei, resumidamente, minha história pro cara.

Fede: ''Así que en 8 años de Buenos Aires, nunca tuviste un novio argentino?''.
Eu: ''No.''
Fede: ''Pero no entiendo, sos bella.''
Eu: ''Gracias. Sí, la verdad creo en destino, así que si algún día llega a pasar, ok, sino la voy pasando bien.''
Fede: ''Bueno, querés un trago?''.
Eu: ''Dale.''

Argentino geralmente te oferece um trago porque ele quer beber pra ficar com você. Muito ensebamento. Daí ele volta com dois tragos. E me diz:

Fede: ''Vamo para allá.''

Allá era a pista de dança, me lembro que comentei algo com ele e do nada ele diz:

Fede: ''Hablás mucho''.

E daí ele começa a me beijar, mas assim>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>> desse jeito, clica nesse link aqui. Eu NÃO SEI MESMO o que essa pessoa pensa quando eu digo que argentinos são lentos. Lentos não de ok vamo embora acabo me leva pra casa, gente, CALMA. Eu digo que são lentos porque primeiro eles não vem falar, enrolam muitooooo pra ficar contigo, são super cheios de mimimi, mas daí a me beijar DESESPERADAMENTE, comoassim MEUDEUSSSCOMOASSIMMMM!!!!!


Eu só sei que passei a noite inteira assim quando eu via ele chegando...


Ok, passou... Resumo da história: CLARO QUE NADA É GENERALIZADO. Eu, realmente, não sei se vou me casar com um argentino, mas olha... Quando eu digo que brasileiro é rápido é no sentido de: si va va, si no va, no va. ZERO histeria, entendem? Se vê que há química, rola fácil, não fica enrolando pra chamar pra sair ou pra falar. Agora, isso não quer dizer que eles sejam desesperados, loucos, que seja tudo exagero. VOTICONTÁ viu!

20 comentários

  1. Amanda, dei muitas risadas com seu post... Hilário!!! kkkkkkkkkkkkk
    O "chico" resolveu tomar as dores dos seus compatriotas e quis te dar uma lição ( só pode ser isso pra tanto desespero!).
    Na real, o que tem de ser... SERÁ!
    O QUE DEUS RISCA, NINGUÉM RABISCA.
    Talvez não seja uma argentino, mas um uruguaio, canadense, russo, enfim, o "destinado à você" irá chegar.
    Enquanto isso, divirta-se!
    (Adoro seu blog, parabéns!).
    Bjs

    ResponderExcluir
  2. Nossa Amanda é assim mesmo!! Eles nao conseguem entender o que a gente quer dizer com "lentos".hahahahaha eu ainda nao consegui ter uma boa experiencia com argentinos nao (apesar de achar eles incrivelmente charmosos e fofos).Mt histeriqueo e mimi. Na verdade to revolts e nao quero argentino nem tao cedo...hahahah

    ResponderExcluir
  3. ahhh amanda ri mto com esse post.....pior coitado...axo que ele queria imitar algum brasileiro ou se mostrar melhor...diferente...ou te impressionar....pior que te impressionou do jeito contrario amiga..uffff....mas nao desista ainda ha de chega seu principe...<3<3<3<3<3 bjooo

    ResponderExcluir
  4. hahahahaha é assim mesmo! adoro quando você conta essas histórias da vida real.
    acho que a nossa única chance é com os chicos de provincia.
    geralmente eles parecem mais tranqui. ou não né! haha
    beijos e boa sorte!

    ResponderExcluir
  5. Hahahaha eu achooo que esse moço ai fez o curso de "galã" na mesma escola que meu ex. Foi um parto para chegar em mim, na festa em que nos conhecemos através de amigos em comum, ele ficou trovando comigo a noite inteira até dar um rolé e pegar uma mocinha mais disponível. Fui ficar com ele a primeira vez uma 3 meses depois quando eu fui para a argentina e o primeiro beijo, meeel deeels, a pessoa "cuáminguliiiiu". Senhooor, acode!

    ResponderExcluir
  6. Ri muito!! Realmente a gente diz que são lentos, e aí acham que tem que sair pegandolevandoprocanto affff... Tb tô esperando meu príncipe, e tenho quase certeza que ele não é argentino haha

    ResponderExcluir
  7. ai, acho fofa essa lerdeza? sei la, romantica. concordo que nao é pratica, mas deixa tudo mais emocionante. sei la, to no brasil. ps: so fiquei con argento em festinha em balneario, aquelas de formatura do 3o colegial e os moçoilos argentinos pensavam que eramos mt faceis, iam chegando,bjinho e logo metendo a mao. chato!

    ResponderExcluir
  8. Hahahahahahaha... Mas assim, eu prefiro os chilenos... em tudo.

    ResponderExcluir
  9. Estas tuas histórias estão cada dia melhores! Espero que possa nos brindar, um dia, com um livro de "cuentos argentinos". Portanto, siga vivendo e acumulando momentos maravilhosos a serem repartidos!

    ResponderExcluir
  10. hahahahhahahahha

    ResponderExcluir
  11. Adoorei, haha

    www.patifurbino.com ;*

    ResponderExcluir
  12. Você é realmente ótima!
    Maaaaas... me encanta los argentinos! Jajajaja!


    Beijinhos

    ResponderExcluir
  13. Amanda, eu concordo com voce em alguns pontos como são os Argentinos, mas tambem acho que voce vai terminar casando com um, pelo o que leio no seu blog voce ja ta parecendo uma tipica Argentina,que escolhe escolhe, e um dos seus post voce terminou contando que teve um certo Argentino que movia o seu Chao, quando ele chegava, entao ainda estou na esperança de te ver CASADA COM UM ARGENTINO, o Argentino pode ser tudo isto ou aquilo, mas quando ele ama uma mulher ele dá tudo por ela e pela familia, (e so não pisar na bola ai sim ele mostra o outro lado, hehe). Amandinha o seu principe Argentino ja vai chegar....

    ResponderExcluir
  14. Meninas, são sempre minhas experiências, ok? Eu conto o que acontece e o que aconteceu comigo, algumas coisas, não todas. Agora não é nunca generalizado, e eu sempre falo que é experiência própria. A ideia é ter diversão :) Beijocas.

    ResponderExcluir
  15. Poutzzzz CHOREI de rir deer a barriga agora...esse post é hiláaaaaaaaaario!

    ResponderExcluir
  16. kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk
    Cara....que cena!! Muito engraçado, agora te entendo.
    Eu já teria ficado com implicância já no " hablás mucho".

    ResponderExcluir
  17. pero que mala suerte que tenes con los hombres che...sos un iman de boludos...mas suerte la proxima me mori de risa leyendo esto...los hombres argentinos somos un desastre jaja ,¿no se que nos ven?

    ResponderExcluir
  18. kkkkkkkkkkkkkk.. chorei...
    achei q dei sorte, não peguei um lento não, na verdade, fala bem pouco... mas é meio afobado na pegada mesmo... acho até graça...rs

    ResponderExcluir

SUBIR
Buenos Aires para Chicas . Todos os direitos reservados. © Maira Gall .