Saudades: Conexão Buenos - Curitiba

1 de mai de 2013

Hoje tem tag nova no blog: saudades. Resolvi mapear o Brééésilllllllll inteiro (ou pelo menos as capitais) com coisinhas argentinas em cada local. Isso porque? Porque acho legal você poder matar a saudades da cidade uma vez que vai embora daqui e porque, também, quem ainda não conhece BUE já pode ir se familiarizando com as coisinhas que eu sempre comento no blog.

Cada capital vai ter um post. E cada post vai ser feito por uma chica em especial. A gente começa pelo Sul, com Curitiba (mas já tem gente fazendo de Porto Alegre e de Florianópolis, UHU!).

Quem inaugura, então, é a Anna do blog Finestrino que eu tive a honra de conhecer quando a moça veio à Buenos (eu até coloquei aqui nosso almoço delícia no Il Ballo del Mattone, lembram?). Bueno, vai lá Anna. Mostra pra gente onde matar um pouco das saudades de Buenos em Curitiba!

Curitiba está bem pertinho de Buenos Aires, com o voo da GOL são apenas 3h para chegar na capital portenha (voo este que para em Assunção, mas vai direto, não precisa nem descer no avião) e curtir tudo o que a cidade tem para oferecer. Apesar de estar aqui do lado, nem sempre dá para passar um final de semana por lá, além de tempo para a viagem, as passagens nem sempre tem preços convidativos. O jeito é achar lugares típicos argentinos por aqui mesmo e sentir um gostinho de Buenos Aires.

Eu sou completamente apaixonada por Buenos e gostaria que tivessem bem mais coisas argentinas em Curitiba, mas infelizmente não tem muito (ok que isso serve de pretexto pra sempre dar um pulo no país vizinho, hehe).

Foto: Reprodução Parrilla.
Uma coisa que tem bastante aqui pelo sul é churrascaria, e elas não deixam a desejar. Algumas são específicas de parrilla argentina e fogem daquele clichê brasileiro de churrascaria rodízio, o esquema é prato a la carte com menos opções de acompanhamentos e comidarada. Uma das mais conhecidas por aqui é a Parrilla Tierra del Fuego com duas sedes: uma no Bacacheri e outra inaugurada no final do ano passado ali no Batel.

As duas sedes oferecem o mesmo cardápio, o ambiente é simples e com aquela coisa de que o que importa mesmo é a carne. E olha, a carne é boa mesmo! O dono é argentino e sabe como fazer uma boa parrilla. Além disso, lá você encontra as famosas empanadas também e mata a saudade de Buenos.

Eles ainda arrematam o clima argentino com apresentações de tango em duas sextas-feiras do mês. Os dançarinos são argentinos mesmo (falo sobre eles mais adiante no post) e o show dura cerca de 3h. Para embalar a dança, som mecânico com uma boa seleção das melhores orquestras e durante o jantar rola música ao vivo com uma dupla já super conhecida e tradicional da cidade.

Outro bom restaurante argentino por aqui é o La Linda, no alto da XV. Apesar de sempre ir ao bar logo ao lado dançar tango, nunca comi no restaurante, mas já ouvi muitas indicações de que o lugar é top e merece ser reconhecido pela boa comida. O La Linda não é só churrascaria, é restaurante com opções de carnes, entradas típicas e massas também.

Foto: Reprodução La Linda Site.

Curitiba ainda conta com outro barzinho com a pegada argentina, o Los Argentinos, que também fica no bairro Bacacheri. O lugar é bem pequeno e é bem barzinho mesmo. Nada de luxos e nem espaço para dançar tango, apenas sentar e comer. O cardápio foge um pouco do menu típico, mas ainda tem opções portenhas para matar a saudade.

Falei ali em cima que sempre ia dançar tango ao lado do La Linda. O bar chama-se Villa das Artes, mas infelizmente precisou fechar por um tempo e as milongas na cidade mudaram de endereço. Pra quem quiser dançar um bom tango, são três opções bem tangueiras e uma mais geral: o Hermes Bar, o Todo Tango Studio e as milongas da escola Alma Latina, todas bem típicas; e ainda tem o café colonial dançante da Confeitaria Piegel.

O Hermes Bar existe há 60 anos na cidade, sempre no mesmo lugar, Av. Iguaçú, 2504. Cada dia é um tema, e na quarta é o dia do tango. A música é ao vivo com a mesma dupla que toca no Tierra del Fuego. O senhor que toca bandoneón, Seu Aparício, já foi homenageado várias vezes e é conhecido por todos que apreciam a cultura argentina aqui na cidade. A pista é bem boa e a entrada no bar custa R$ 18.

O Todo Tango inaugurou no final de março e foi criado especialmente para as milongas. A dona é a dançarina e professora Vania Andreassi, e o lugar serve para as aulas. Toda sexta feira tem milonga como as tradicionais de Buenos Aires: 1h de aula antes e depois o baile.

Foto: Reprodução Facebook Todo Tango.
O lugar é muito lindo, novinho, pista grande e com bom piso. A decoração é incrível e a comida do menu também é bem portenha. As empanadas são deliciosas!! O Todo Tango fica na Alf. Poli 1651. A entrada para a milonga custa R$ 20 e a noite começa às 21h. Ainda não tem site, as informações são todas pelo Facebook.

Outro espaço para dançar são as milongas promovidas pela escola Alma Latina, que acontecem apenas no 1º sábado do mês. A pista é boa, mas não cabem muitas mesas. Eles recebem um máximo de 60 pessoas por noite. Normalmente tem apresentação de alguns alunos, e a festa começa às 20h e vai até às 2h. Entrada também custa R$ 20.

Na Confeitaria Piegel a proposta é outra, eles oferecem o café colonial e o espaço para dançar, só que tem vários ritmos. De vez em quando alguns dançarinos apresentam lá, mas não tem aquela pegada argentina como nas outras três casas que citei acima. De qualquer forma, tem tango e o local já foi o espaço oficial da apresentação de campeões mundiais de tango. O preço da entrada + café colonial completo é de R$ 60. A Piegel fica no bairro Ahú, e no site você consegue mais informações sobre horários e eventos especiais.

Ainda falando do tango, pra quem quer aprender a dançar o 2x4 indico 3 professores: Maximiliano & Adriana (argentinos) e a Vania do Todo Tango. O casal argentino dá aulas particulares na casa deles. De longe são os melhores dançarinos da cidade, afinal, ninguém dança melhor que os argentinos! Dançam há mais de 15 anos e aprenderam com a nata da dança na Argentina. Mais um adendo? O campeão mundial de tango escenario de 2011 começou a dançar tango com o Maximiliano. Quer dizer...

Foto: Reprodução Facebook Maxi e Adriana.

As aulas acontecem no bairro Boa Vista, um pouco afastado do centro, mas é muito fácil chegar lá e, além disso, as aulas não são caras (mesmo sendo particulares, gasta-se menos do que em uma escola de dança!) e vale muito a pena. Lá a gente não aprende só passo pra cá e pra lá, aprendemos toda a cultura do tango, orquestras, como se portar, cultura argentina e etc. Eles não tem site, apenas página no Facebook, mas se alguém quiser mais alguma informação, pode me perguntar também, ok? São eles que dançam no Tierra del Fuego nas sextas feiras.

A outra professora, Vania, é brasileira mas ficou muitos anos na Argentina estudando milonga tras pié (um tipo de tango) e dança muito bem também. O preço é bem convidativo, e as aulas acontecem no Studio Todo Tango que citei acima.

Pra quem quiser saber mais sobre milongas, workshops e aulas de tango em Curitiba, pode seguir a página Portango, pois agrupa todas as infos da cidade. Curitiba ainda precisa de mais opções típicas argentinas, pra quem gosta do clima hermano, a saudade aperta... o jeito mesmo é pegar o avião e ir pra Buenos Aires!

Annaaaaaaaa, super gracias pelo post! As meninas de Curitiba tem que AMAR! 
Pra acompanhar mais dicas da Anna pelo mundo afora, acompanhem:

2 comentários

  1. Amei o post, mas ainda prefiro que as tarifas dos voos fiquem mais em conta para irmos SEMPRE para Buenos!! aahahaha ♥

    Obrigada meninas!

    Jaqueline Cordeiro

    ResponderExcluir
  2. Muito legal o post!
    Ahhh minha Curitiba linda, vim pra cá fazer um "feriado puente" com o 1º de Maio, mas nunca é tempo suficiente..... saudade sem fim!

    Tem também um restaurante no centro chamado "Parilla Buenos Aires", na Praça Osório, que eu já tinha visto muuuito antes de ir morar em BsAs, mas nunca fui para provar....

    E só queria contar que desde o ano passado o voo da Gol não passa mais por Assunción, ele vai DIRETOOOOO! O voo dura 1h45, é o máximooo!!!!

    besos

    ResponderExcluir

SUBIR
Buenos Aires para Chicas . Todos os direitos reservados. © Maira Gall .