5 Músicas, 5 Passeios, 1 Trilha Sonora

25 de abr de 2013

Hoje a gente tem um post especial. Eu sempre falo que estou aberta a sugestões de matérias, né? Mas o mais legal é quando as sugestões são diferentonas de tudo o que eu já publiquei (mais de 300 posts, não é fácil) e quando é original.

Daí que o Seba - acho que foi um dos primeiros meninos a seguir o blog - me mandou uma sugestão de post com o post já pronto! MARAVILHA. E ainda, ficou super legal: 5 músicas para se ouvir enquanto se caminha por Buenos Aires, pelamor. AMEI.

Andres Calamaro - Loco
Nada melhor que caminhar pela praça Francia num domingo à tarde, vendo as barraquinhas, colocar fones e deixar-se levar. Veja mais sobre a Recoleta nesse post.



Libertango - Astor Piazzola
Clássico. Para passear por Puerto Madero seja no almoço ou na janta. Caminhar pelos diques, Puente de la Mujer, e passar pela Avenida Corrientes com o Obelisco ao fundo. Sensação de ser um porteño dramático e livre. Mais de Puerto Madero, aqui.



En la ciudad de la furia - Soda Stereo
Chuva, noite e um pouco de frio. Se o dia em Buenos Aires foi ruim, uns drinks ajudam a relaxar um pouco. Para escutar e sair atrás de um bar. Vários bares de Buenos, aqui.



Faz parte do meu show - Cazuza
Para um passeio de mãos dadas pelo Rosedal de Palermo. Música ideal para curtir à dois. Rosedal lindo nesse post aqui.


Here come the sun -The Beatles
A Amanda sempre diz que nós, porteños, amamos Beatles, pois é! Amanhecer na Costanera com amigos, almoçar um choripan e uma boa conversa, ideal para começar o dia bem. É ''porteñamente'' correto.


O Seba me disse que encontrou o blog procurando informações pra um amigo brasileiro que vinha à Capital. Ele tem 29 anos e estuda Direito na UNLZ. Ama futebol, ofcourse. Ele também já morou em Porto Alegre bacheeee e com isso virou torcedor do Inter, além de ser do Boca aqui, claro. Adora San Telmo e Puerto Madero. AHAZOU!

14 comentários

  1. ADOREI! E amei também que ouvir Beatles ao amanhecer seja "portñamente" correto ehhehehe =)

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Haha essa expressão entrou pras minhas favoritas.

      Excluir
  2. Ai, não! Não gostei da parte de ele ser colorado :-P hehehehe! Tinha que ser tricolor, tchê!

    ResponderExcluir
  3. Bah!!!!!Grande colorado colaborando com a Amanda!

    Raquel

    ResponderExcluir
  4. Olá, sou nova por aqui, achei seu blog por acaso!! Adorei seu post, pois sou muito fã de rock argentino, o Soda e o Calamaro, são dois dos meus preferidos!! Quais outras bandas daí você curte?!! Abraços

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Lunna, ainda não sei, mas sempre fui xonada pelo Soda.

      Excluir
  5. Porque todos os estrangeiros que vão pra Porto, saem de lá torcendo pro inter?
    Viverei sem entender essa questão..
    E muito amor, mas muito amor por ouvir cazuza no rosedal <3

    ResponderExcluir
  6. Oi Amanda, vc bem que poderia faz 2 posts diferentes do que está acostumada.. Um é falando sobre os temperos utilizados na preparaçao dos alimentos, como por exemplo aqui no Brasil: alho, cebola, tomate, entre outros. E o segundo vc mesma fazendo uma receita tipica, tipo empanadas, mostrando passo a passo da massa, do recheio e tal. Seria muito legal! Bjjjjs

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olha as receitas tão programadas, problema é que tou de dieta e não tenho muito tempo para cozinhar ahaha. Sobre temperos é mais fácil: argentino quase não usa.

      Excluir
  7. Oi, Amanda, seu blog é demais!!! Acompanho todos os dias, gosto muito! Este post da trilha sonora foi muito legal... gostei da música do Andrés Calamaro (que me lembra algumas músicas do Jota Quest) e do Soda Stereo. E a Libertango... arrepia!É por estas e outras que amo esta cidade que visitei por duas vezes e quero voltar assim que der! Me diga uma coisa: Pesquisando, li que o vocalista do Soda Stereo, Gustavo Cerati, está em coma há aproximadamente 03 anos, isso é verdade? Se fala alguma coisa disto ainda por aí? Besitos, Daniel / Carapicuiba/São Paulo

    ResponderExcluir

SUBIR
Buenos Aires para Chicas . Todos os direitos reservados. © Maira Gall .